Parem de derrubar árvores (304)

Durante os grandes temporais registrados nesse mês, pelo menos 30 árvores tombaram. E tiveram que ser removidas. Porém, é como diz o ditado popular, depois do coice, a queda. Durante minha caminhada matinal, em um raro momento de sol na semana que passou, me defrontei com essa cena que vocês estão observando, na Praça Antônio Maria, Santana, Zona Norte do Recife. Uma bagaceira sem fim!

Será que as árvores que tombaram durante os temporais de abril terão reposição? Pelo visto, não….

Uma árvore esquartejada no chão da Praça. Havia uma máquina da Prefeitura usando a motosserra insana e também triturando os seus pedaços. Tudo bem. A árvore não resistiu à chuva, ficava na beira de um canal (que um dia foi riacho) e deve ter caído, porque não estava muito fixa. Então, tombou. Em nenhum momento, os órgãos públicos informaram à população sobre a obrigatória reposição das árvores que se foram até o momento nessa invernada.

Ou seja, com arboricídio ou com “morte morrida” – como diz a expressão popular – perde-se uma parte do patrimônio verde e fica por isso mesmo. Ninguém fala em repor nada. Aliás, a população do Recife até o momento ainda não ouviu dizer qual é a política de arborização da cidade da atual gestão, embora saibamos que a cidade é uma das mais vulneráveis aos efeitos das mudanças climáticas.

Uma árvore tombou com a chuva, em Santana, mas aí a motosserra insana aproveitou e torou o resto.

Pois fiquem sabendo: Nessa praça, uma árvore tombou devido às chuvas. Mais a motosserra insana passou lá, guilhotinou três que nem eram grandes nem pareciam oferecer risco de queda. E sabem até hoje quantas plantaram lá para repor? Z-E-R-O.  Desse jeito, com tantas árvores perdidas – estima-se que tenham sido 20 mil na gestão passada – não tem  outra iniciativa de mitigação dos efeitos do aquecimento que dê jeito na vulnerabilidade climática da cidade. O arboricídio vai parar quando?

Leia também
O Recife tem quantas árvores?
#RecifeEmergênciaClimática
O bairro da Tamarineira e o verde oásis no meio da selva de concreto
Parem de derrubar árvores (1)
Parem de derrubar árvores (26)
Parem de derrubar árvores (99)
Parem de derrubar árvores (54)
Parem de derrubar árvores (127)
Parem de derrubar árvores (130)
Parem de derrubar árvores (177)
Parem de derrubar árvores (300)
Parem de derrubar árvores (arboricídio em massa no Parque das Graças)
Parem de derrubar árvores em 2021

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.