Dia Internacional Sem Sacos de Plástico. Vamos nessa? A natureza pede socorro!

Hoje, 3 de julho, é o Dia Internacional Sem Sacos de Plástico. E todos nós deveríamos parar para refletir sobre o destino do Planeta. Lembro-me que, quando criança, os lixeiros eram confeccionados com pneus reciclados, no interior dos quais as pessoas depositavam seus detritos. A coleta passava, despejava o lixo no caminhão, todos recolhiam os lixeiros, lavavam e usavam no dia seguinte. Hoje o lixo é colocado em sacos plásticos. Mas não só o lixo. Nos supermercados, o abuso no uso desse material é grande. Há ocasiões em que um saco vem com apenas um produto. Ou seja, um descaso com a natureza. Quem nunca viu um saco plástico boiando no mar, levante a mão. A humanidade não imagina a quantidade de plásticos que está depositada em rios e oceanos. Aliás, as entidades ambientalistas já estão advertindo. Se esse comportamento for mantido, em 2050 o mar terá mais plásticos do que peixes. O que significa uma catástrofe ambiental. E aí, a humanidade vai comer o quê?

Para assinalar o Dia Internacional sem Sacos de Plástico e conscientizar população sobre a dimensão desse grande vilão da natureza, a National Geographic transmite hoje uma programação especial com a estreia de quatro documentários que convidam o espectador a refletir sobre o uso do plástico e suas consequências para o presente e para o futuro. Se o plástico revolucionou nossas vidas, seu uso maciço tornou-se um grave problema para o meio ambiente no mundo. E isso pode ser observado em qualquer lugar do Planeta. No Recife, sua presença é visível em canais, rios e nas praias.  No mundo, veja hoje as consequências do uso do plástico na natureza em programação especial, dividida em quatro documentários. Eles serão exibidos no canal por assinatura e também nas redes sociais da National Geographic. Não perca os quatro documentários. Até porque, com a pandemia, o jeito é ficar mesmo em casa. E pensarmos nas consequências das agressões à natureza. Todos nós sabemos que o plástico virou um vilão, mas pouco temos feito para reduzir os seus efeitos. Então, assistir aos documentários, é uma boa forma de botar muita gente para pensar. Para se motivar a agira de outra forma. Vai ao supermercado ou à feira? Leve sua sacola não descartável. Esta é a atitude ecologicamente mais correta.

Nesse 3 de julho,  veja a programação sobre o assunto: Às 18h, será exibido Plástico: Trajetória e Poluição, documentário revelador que expôs a verdade por trás de carregamentos de plástico destinados a aterros. Às 18h45, estreia Maré de Plástico, que examina o crescente problema da poluição plástica em nossas águas. Começando em Bombaim, na Índia, uma cidade litorânea na qual o povo costumava nadar e que agora está completamente coberta de lixo. Em seguida, às 19h30, estreia Baleia: Morta pelo Plástico,documentário que revive as notícias que saíram ao redor do mundo quando uma baleia morta apareceu em uma pequena baía na Noruega com 30 sacolas plásticas no estômago. (O plástico, aliás, tem sido vilão de muitos outros animais marinhos, incluindo as tartarugas, que os confundem com animais como águas vivas e caravelas). Para finalizar, às 20h15 Mergulho no Ártico retrata a campanha de Lewis Pugh, embaixador da ONU para a proteção dos oceanos, que arrisca sua vida nadando nas águas geladas do norte para lutar pela proteção da natureza.

Leia também:
Plásticos nas praias viram embalagens 
Canudos plásticos das praias viram óculos: a natureza agradece
Quatro milhões a menos de canudos plásticos no mercado: a natureza agradece
Começa a campanha Praia Limpa
A praia de Boa Viagem está limpa?
Praia Limpa para Boa Viagem e Pina
Plásticos poluem Boa Viagem
Mutirões espontâneos contra o lixo
 
Plásticos viram vilões de tartarugas 
Lixo plástico vira cinema nas escolas
Faça como a WeWork: troque o copo plástico por uma canequinha 
Luminárias de PETs com energia eólica 
Fazendo jarros com PETs na Jaq

Xô, copos plásticos. A vez das canecas
Água mineral em copo biodegradável
Campanha contra plástico rende prêmio
Deixem que vivam as baleias
Colete três plásticos na areia
Mar: mais plásticos do que peixes em 2050
Maquininha de passar cartão fabricada com lixo recolhido no mar
Noronha reforça o Plástico Zero
Pet vira barreira para reter lixo no canal
Mustardinha: ecobarreira vai a São Paulo e Paraguai
Como ficar em casa (na pandemia) viajando com os elefantes
A 10.000ª espécie ameaçada

Serviço:
O quê: Programação Especial sobre o Dia Mundial sem Sacos Plásticos
Onde: National Geographic (Tv por assinatura e redes sociais) :Instagram: @natgeobrasil
Facebook: Facebook.com/natgeo.brasil, Twitter: Twitter.com/natgeobrasil, YouTube: Youtube.com/natgeobrasil
Quando:  sexta-feira, 3 de julho
Horários e documentários:  Plásticos: Trajetória e Poluição (18h), Maré de Plástico (18h45), Baleia Morta pelo Plástico (19h30m) e Mergulho no Ártico (20h15m) 

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: National Geographic / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.