O lixo que virou lixeira

Vejam só, que interessante. Um lixo que virou lixeira. É o caso dessa cestinha aí, pendurada nesse muro. Ela resulta da campanha Unidos contra o Lixo, do Programa O Mais Vida nos Morros. Uma campanha, aliás, que deveria se estender por toda a cidade. Ou seja, descer o morro e se espalhar por bairros como Casa Amarela, Poço da Panela, Monteiro, Apipucos, Madalena e outros, onde só o que a gente vê é lixo espalhado pelas calçadas: metralhas, garrafas dos restaurantes e casas de festas, eletrônicos, monitores, tudo que se pode imaginar. Um horror.

Alguns altos do Recife, como o Santa Isabel, já dão exemplo. Sempre que passo lá, em minhas caminhadas matinais, o lixo está acondicionado em sacos, e esperando a chegada dos garis que dizem que “aqui o povo é mais organizado mesmo”. Que bom, não é? Mas nem sempre é assim. Por esse motivo, é preciso colocar mãos à obra, juntando órgãos públicos e comunidade, como ocorre nessa sexta, com a Secretaria Executiva de Inovação Urbana. Nessa sexta, a campanha Unidos Contra o Lixo está na Zona Norte. Em 2020, começa pelo Campo da União, na Macaxeira, Zona Norte do Recife. A Macaxeira foi um dos primeiros bairros do Recife a ganhar cores no Mais Vida nos Morros. E o Campo da União é a primeira área do Mais Vida a ganhar instalação e bancos e lixeiras recicladas. Os equipamentos foram confeccionados a partir do lixo plástico coletado pelos próprios moradores. Para o meio ambiente, o plástico é uma das pragas do milênio. Polui ruas, rios, lagos, mares, oceanos.

Na sexta-feira (13), acontece  o Mutirão de Arrecadação de Plástico, e também oficinas gratuitas e abertas ao público de todas as idades, sobre Meio Ambiente, Culinária Sustentável e Jardinagem e Criação de Vasos com Garrafas Pet. Até agora já foram eliminados oito pontos críticos de lixo, a exemplo de uma parada de ônibus,  requalificada com pintura, bancos, jardineiras e sinalização. E que hoje abriga confortavelmente tanto as pessoas que aguardam o ônibus que desejam parar, descansar, conversar. A Rua da Saúde, antes conhecida pelo descarte irregular de lixo, se transformou em uma grande galeria de arte a céu aberto e recebeu 30 lixeiras recicladas.

“Os resíduos plásticos que normalmente são descartados de forma incorreta, muitas vezes vão parar nas canaletas, nos rios da nossa cidade e chegam até o mar. Agora, ele está sendo transformado em cidadania ativa com a participação dos moradores, além de uma solução urbana e ambiental através da reciclagem criativa desses materiais”, afirma o secretário-executivo de Inovação Urbana, Tullio Ponzi. Durante as duas próximas semanas, todos os moradores do Recife podem se mobilizar para arrecadar o máximo de resíduos plásticos que conseguirem. O material arrecadado será transformado em utensílios para a comunidade do Campo da União. O objetivo é combater o descarte irregular do lixo na comunidade, conscientizar os moradores, incentivando a coleta de plástico através dos ecopontos instalados no Alto do Rio Formoso e na Associação dos Moradores do Campo da União.  Agora, sinceramente, a Prefeitura precisa dar o exemplo em toda a cidade. O politicamente correto é separar o lixo na hora do descarte. Mas quando chego nos ecopontos, com tudo separado, aí vejo que lá é tudo junto e misturado: plástico, latas, papel.

Leia também:
Mutirão Mega no Mais Vida nos Morros
Mais Vida nos Morros ganha prêmio
CurioCidades: o Recife turístico e afetivo de 40 fotógrafos
Nova fase para o Mais Vida nos Morros
Barco, caminhada e Mais Vida Teimosa
Centro do Recife precisa de mais vida
Laboratório da Paz transforma morros
Alto Sustentável completa cinco anos
Alto José Bonifácio está mais colorido
Morros começam a ganhar hortas
Troque uma muda por uma ideia
Mais Vida nos morros do Vasco
Que tal turismo nos morros coloridos?
ONU de olho no Mais Vida nos Morros
Túlio Ponzi e o Mais Vida nos Morros
A paisagem colorida do Córrego do Jenipapo
Mais Vida nos Morros se amplia
Praça alegre colorida na Mário Melo 
A rua também é nossa

Serviço
O quê: Campanha Unidos Contra o Lixo – Mais Vida Nos Morros
Quando – A partir das 15h, da sexta (13/3)
Onde: na tenda da Rua Campo da União,, Macaxeira, Zona Norte do Recife
 Oficinas: Culinária Sustentável, às 16h; Jardinagem e Criação de Vasos com Garrafa Pet, às 16h30

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.