Parem de derrubar árvores (222)

Menos uma. Na  caminhada matinal, pelo bairro de Casa Forte, me defrontei, mais uma vez, com a cena triste de arboricídio, com a qual o morador do Recife se habituou a conviver diariamente. Esta vítima da motosserra insana foi vista no meio da semana.

Ela ficava na Avenida Dezessete de Agosto, na calçada do Edifício Gilberto Freyre, número 117 daquela movimentada via. A bagaceira foi grande, e o pó de serra pode ser visto no asfalto. No domingo, ainda estava tudo lá: o toquinho degolado, e os galhos amontoados ao lado, pertinho do meio fio. A árvore sombreava os caminhos de pedestres e ciclistas.

Mas  parece que estava danificando a calçada, um dos motivos mais alegados no Recife para disparar a motosserra insana. A árvore guilhotinada fica bem perto da Rua Jacó Velosino, em Casa Forte, onde neste ano foi assassinada uma mangueira  frondosa, em plena produção, que correspondeu ao post Parem de derrubar árvores (178), conforme vocês podem ver no primeiro link abaixo.

Fazia pena ver a mangueirza carregada de frutos, atirada (em pedaços) ao chão.  No seu lugar, foi colocada uma placa de cimento. Como aliás, ocorre em muitas calçadas do Recife. Eu, que ando muito, é o que mais vejo. Tanto nos bairros afastados, quando nas ruas do centro.

Vamos aguardar que a vítima da Avenida Dezessete de Agosto, ao contrário da mangueira, tenha reposição garantida, coisa rara de se ver nesse Recife da emergência climática. Em todo caso, em ruas próximas foram plantadas muitas mudas, que esperamos que cresçam para que cumpram seus papéis na natureza.  Mas é necessário que se dê prioridade a alegretes, jardins e parques de onde árvores foram erradicadas.

Leia também:
Parem de derrubar árvores (178)
Parem de derrubar árvores (155)
Parem de derrubar árvores (165)
Parem de derrubar árvores (183)
Parem de derrubar árvores (194)
Parem de derrubar árvores (195)
O Recife tem quantas árvores?
Emergência climática: Recife mais verde é balela
Bora Plantar está nas ruas
Bora Plantar dá 773 árvores ao Recife
Bora Plantar mobiliza Zona Norte
Parque Capibaribe ganha 300 mil euros
O Recife tem quantas  árvores?
Parem de derrubar árvores: a natureza é mãe e precisa de nós
Não matem nossas árvores
“Genocídio” oficial de nossas árvores é cada vez maior
O Recife da paisagem mutilada
Recife árido: emergência climática
Emergência climática no currículo
Escolas combatem mudanças climáticas
Os verdes gramados de Salvador
APP ajuda a monitorar árvores no Recife
Mudas substituem toquinhos
Arboricídio mobiliza Câmara Municipal
Arboricídio vira caixa preta
Compensação pelo arboricídio
Compensação pela selva de concreto
Verdade ou fake: 50.000 novas árvores?
Recife: 4.000 novas árvores em 2018?
“Abaixo o arboricídio insano”
Arborização do Recife em discussão
Parem de derrubar árvores: a natureza é mãe e precisa de nós
Recife ficará mais verde até 2021
Vem aí a Maratona Verde com 10.000 árvores para o Recife do arboricídio
Maratona Verde já começou
Parem de derrubar árvores (203)
Parem de derrubar árvores  (204)
Dia da árvore: a vovó do Tapajós
Parem de derrubar árvores (27)
TRT vai compensar árvores derrubadas
Parem de derrubar árvores (32)

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.