Capivara resgatada volta à natureza

Depois de ter corrido o risco de virar churrasco, a capivara encontrada em um canal entre Roda de Fogo e Torrões (Zona Oeste do Recife), já está no seu ambiente natural.

Ferido, o bichinho foi resgatado na semana passada pelo pedreiro  gente boa José Francisco da Silva. Ele o tirou de gente sem noção, que não só maltratou o mamífero, como pretendia consumi-lo com cachaça.

Ferida, capivara quase vira churrasco,  foi resgatada por pedreiro, e tratada no Cetas Tangara, e devolvida à natureza.

Capivara é animal silvestre e sua caça é crime ambiental. José Francisco nem sabia dos detalhes da lei, mas como alma caridosa que é, andou oito quilômetros com a capivara, empurrando um carro de mão, para salvá-la. Ela tem cerca de 30 quilos.

O pedreiro procurou primeiro o Jardim Botânico do Recife, onde foi orientado a trazer o animal para a Agência Estadual do Meio Ambiente (Cprh), que acolheu o roedor. A capivara foi levada para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas Tangara). E lá passou por tratamento, recebeu curativo no ferimento e foi liberada na última quinta-feira. Ponto para Francisco, para a Cprh e, claro, para a capivara, agora em liberdade e longe do povo mau que queria consumi-la.

Leia também:

Pedreiro salva capivara,empurrando carro de mão por oito quilômetros
Capivara é resgatada em Olinda
Capivaras aparecem no asfalto perto na Jaqueira.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / Cprh

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.