Orquestra dos Médicos na Fazendinha

Olhem só que turma bacana. Depois de dois anos afastados dos palcos por conta da crise sanitária, esses médicos artistas voltam a se encontrar, para divertir os amigos  e amantes da boa música.  Pois a Orquestra dos Médicos faz apresentação no próximo sábado(30/4), no Restaurante A Fazendinha, que fica na Rua das Graças, 219, no simpático bairro das Graças. Essa turma é do bem.  Pois o grupo surgiu  com um proposta terapêutica e de humanização da medicina, apresentando-se exclusivamente para pacientes hospitalizados. Nem  eles sabem mais quantas vezes  já tocaram em hospitais e maternidades da Região Metropolitana. Até porque já se vão 25 anos.

A Orquestra dos Médicos, na verdade, integra um projeto bem mais amplo que é o Programa “A Arte na Medicina, às vezes cura, de vez em quando alivia, mas sempre consola”, que começou sendo desenvolvido no Hospital Osvaldo Cruz, da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Pernambuco.  O Programa conta hoje com 17 projetos distribuídos em três áreas: terapêutica, humanística e ética. E a orquestra, portanto, é hoje apenas uma parte de uma ação maior. “A Arte na Medicina” também já rendeu uma série de publicações. A experiência também já foi apresentada em congressos, seminários e encontros médicos.

O propósito maior da Orquestra dos Médicos permanece o mesmo: levar música aos hospitais, transformá-la em bálsamo para amenizar a vida de pessoas internadas, em tratamentos contra várias doenças, alguns deles bem dolorosos. Porém os amigos – médicos e não médicos – começaram a cobrar presença do grupo em algum lugar, para ouvir música de boa qualidade, tomar um chope, jogar conversa fora. Então, a Orquestra dos Médicos passou a se apresentar uma vez por mês no restaurante A Fazendinha, iniciativa que retoma, agora, com a flexibilização das medidas sanitárias. É “a volta ao nosso aconchego”, como gostam de afirmar.

“Aconchego” mesmo. Pois essa turma que vive entre estetoscópios e bisturis  já se apresenta em A Fazendinha há uma década. Com uma pausa de dois anos, devido às restrições sanitárias, claro. Do grupo, apenas Cláudio Almeida, que é músico profissional, não é médico. Porém participa há um bom tempo de “A Arte na Medicina”, além de formar sempre dupla com o pediatra Fernando Azevedo, que é o cantor da orquestra. O repertório do grupo é eclético. Garantem os músicos que o show de sábado terá sucessos nacionais e internacionais. A orquestra é formada por: Fernando Azevedo (voz),  Paulo Barreto Campelo (bateria), Carlos Reinaldo Marques (baixo), José Maria Pimentel (trompete),  Edmundo França e Reginaldo Siqueira (saxofone),  Valdésio Valença (teclado) e  Cláudio Almeida(músico convidado).

Leia também
Médicos: Clássicos da MPB nas Graças
“Recordando os velhos carnavais”
Rolling Stones lembrados no Espinheiro
“Palestina” do Recife: “Cadê nosso País”
Blue Jeans: Negro em cada Canto mostra presenla afro nas Américas
Pérolas para Tom Jobim
Alquimia, jazz, blues e bandolim
Música no Palácio: frevo, baião, choro
Música no Palácio: MPB, blues, baião
Dupla divina: Marisa Monte com Paulinho
Música no Palácio tem tributo a Net King Cole
 

Serviço
Show musical  “De volta ao nosso aconchego”
Com quem: Orquestra dos Médicos (Pernambuco)
Quando: Sábado, dia 30/4
Onde: Restaurante A Fazendinha
Endereço: Rua das Graças, 219, Graças
Horário: 16 h
Quanto: R$ 15 (a Orquestra dos Médicos não cobra por apresentação, mas a taxa é para as despesas de A Fazendinha com aluguel de equipamentos de som)

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto e vídeo: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.