Crianças com cinco podem se vacinar: “Livro na mão e vacina no braço”

Notícia de utilidade pública. A Prefeitura do Recife acaba de anunciar o início da imunização infantil contra a covid-19. As doses começam a ser aplicadas na sexta-feira  (28/01), segundo informa o Prefeito João Campos (PSB). O agendamento já está aberto e disponível no site ou aplicativo do Conecta Recife. Cada criança vacinada ganha um livro de presente.

A capital pernambucana já vacinou 5.111 crianças entre cinco e 11 anos, o que representa uma cobertura vacinal de 3,2%. Segundo estimativa do Ministério da Saúde, baseada no IBGE, a capital pernambucana tem 159.558 crianças nessa faixa etária. “A partir de amanhã começa a vacinação. Lembrando que no Recife, toda criança vacinada recebe um livro. A gente precisa de um livro na mão e a vacina no braço”, afirma o socialista.

 É importante destacar que a vacinação das crianças deve cumprir um intervalo de 15 dias (antes ou depois) entre as demais vacinas do calendário de imunização do público infantil. Atualmente, no Recife, estão sendo vacinadas crianças entre 5 e 11 anos com doença neurológica crônica, autismo, comorbidade ou deficiência permanente (doenças raras, deficiência física, intelectual, visual ou auditiva), além de meninos e meninas do grupo por faixa etária a partir de oito anos.

Inicialmente destinas a crianças com deficiência ou comorbidade, a vacinação infantil agora é para tods.

No ato do cadastro, é preciso anexar documento oficial da criança, comprovante de residência em nome de um dos pais ou responsável legal, documento oficial com foto que comprove filiação/responsabilidade. Para comprovar comorbidade ou deficiência permanente, é obrigatório anexar um laudo ou declaração informando a condição. O modelo da declaração da Sesau está disponível no Conecta Recife e deve ser preenchido e assinado por médico. Já o laudo médico deve conter o respectivo CID (Classificação Internacional de Doenças) da doença/condição. Os documentos anexados no Conecta Recife também precisam ser levados no dia agendado para vacinação. 

Os pais ou responsáveis devem estar presentes no momento da vacinação e munidos de documento de identificação do adulto e da criança, além do comprovante de residência do Recife. Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deve ser autorizada por um termo de consentimento por escrito. Para esses casos, além do termo de autorização, a pessoa que for acompanhar a criança deve levar documento que comprove a relação de parentesco, bem como o documento da criança e o comprovante de residência. A Secretaria de Saúde (Sesau) do município montou Centros de Vacinação exclusivos para este público: na sede do Sest/Senat, no Porto da Madeira; na UFPE, na Cidade Universitária; na Faculdade Universo, na Imbiribeira; e Unicap, na Boa Vista. A vacina está sendo aplicada de domingo a domingo, das 7h30 às 18h30, sendo necessário fazer o agendamento pelo site (https://conectarecife.recife.pe.gov.br/vacinacao-de-criancas) ou aplicativo do Conecta Recife.

No Recife, a vacinação infantil conta com um cartão de vacinação especial para esse público. No dia da vacinação, as crianças também ganham um Certificado de Criança Super Vacinada, uma forma de estimular a garotada na hora da aplicação da vacina. No Certificado, o MC Gotinha ostenta uma capa de super-herói e o documento traz dizeres de incentivo, em linguagem jovem e contemporânea. Como forma de incentivar o hábito da leitura, a criança também ganha um livro de literatura infantil, do programa de incentivo à leitura da Secretaria de Educação.

Dois novos voos chegaram ao Aeroporto Internacional dos Guararapes na noite da quarta-feira (26/01), trazendo mais 514.800 doses de vacinas da Pfizer/BioNTech. Os imunizantes são destinados à proteção da população acima dos 12 anos. Após a checagem de temperatura e conferência das doses, o Programa Estadual de Imunizações (PEI-PE) iniciará a distribuição para os municípios.  Esta nova remessa deverá ser usada na aplicação de dose de reforço na população a partir dos 18 anos e para trabalhador da saúde, além de aplicação da primeira dose em adolescentes de 12 a 17 anos e segunda dose para população de 18 a 59 anos.

Do início da campanha, em 18 de janeiro de 2021, até o momento, Pernambuco já recebeu 18.090.943 doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, foram 5.044.420 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz; 4.287.253 da Coronavac/Butantan; 8.138.520 da Pfizer/BioNTech; 207.000 doses da vacina pediátrica da Pfizer; 108.240 doses da vacina da Coronavac/Butantan para as crianças e 305.510 da Janssen.

Apesar do avanço da vacinação, os números de novos casos de Covid-19 não cessam de crescer em Pernambuco. A cada dia, um recorde.  A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quinta-feira (27/01), 5.498 casos da Covid-19.É o maior número de registros em um dia só, em 2022. Entre os confirmados hoje, 34 (0,6%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 5.464 (99,4%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 682.805 casos confirmados da doença, sendo 55.848 graves e 626.957 leves. Também estão sendo contabilizados oito óbitos, ocorridos entre os dias 02/04/2021 e 25/01/2022. Com isso, o Estado totaliza 20.615 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde. Diante dos números, o Governo de Pernambuco decidiu prorrogar as atuais medidas restritivas até o dia 15 de fevereiro.

Leia também
Veja onde testar para a Covid-19
Casos de Covid batem novo recorde
Influenza infecta 9.711e já matou 203 em Pernambuco
Covid: Novidade na testagem e vacinação para crianças a partir de oito
Pernambuco libera o uso da Coronavac para crianças
Pandemia: Preços abusivos e falta de cidadania
Leitos para crianças com SRAG
Ômicron já é prevalente em P
Ômicron ainda não marca presença em Pernambuco. Mas não dá para relaxar
Ômicron chega a Pernambuco
Pernambuco recebe 60 mil doses pediátricas
No Recife, tudo pronto para vacinação em crianças. Veja como será.
Fique por dentro das novas restrições
Boa Viagem: Banhista que se vacinar ganha caldinho
Ômicron chega a Pernambuco
Vacina é mais vantagem: Sorteio para quem se vacinar
Influenza ataca 6.392 em Pernambuco
Hospital da Restauração: Pacientes no corredor e ao relento
Ômicron ainda não marca presença em Pernambuco. Mas não dá para relaxar
“Estamos vivendo uma epidemia de Influenza em meio a uma pandemia da Covid 19”
Teleatendimento para Covid e Influenza
Pernambuco não exigirá prescrição médica para vacinação de crianças
Teleatendimento para Covid e Influenza
Aglomeração ou segregação?
Carnaval: Há como evitar aglomeração? O que dizem os cientistas?

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: PCR / SEI / Acervo #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.