Boa Viagem: “Que a revitalização dê dignidade ao povo que aqui trabalha”

Até que estava precisando mesmo. Não só o terminal de Boa Viagem, como a própria orla, cujos quiosques deixam muito a desejar, pois estão caindo aos pedaços. A Prefeitura anunciou que vai investir R$ 840 mil em reforma na Pracinha de Boa Viagem, uma das atrações turísticas da Zona Sul, por conta não só de sua igrejinha secular (foto), mas também de sua feira de artesanato, muito solicitada por turistas, para compra de peças em palha, barro, madeira e tecido, ou mesmo para souvenirs.

O espaço atualmente, conta com Centro de Atendimento ao Turista (CAT), operado pela Empetur;  com  Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem; e sua feira permanente de artesanato (que, aliás, precisa de uma boa curadoria, pois tem muita coisa de gosto duvidoso).

A Pracinha ganhará nova iluminação, banheiros masculino e feminino, e um novo piso na área das barracas de alimentação.  Iluminação nova, aliás,  precisa  ser definida qual será. Pois o local já ganhou instalação das famigeradas luminárias de LED, como as que vocês podem ver na foto, com estética zero. Se for para tirar e botar outras tão horríveis como essas que vêm detonando a paisagem do Recife, é melhor deixar como está.

Segundo a Prefeitura, também será instalado um passeio específico, seguindo normas de acessibilidade, por meio de pisos direcionais e de alerta. E isso é bom. Pois acessibilidade é um direito de todos. A ordem de serviço foi assinada pelo Prefeito João Campos (PSB), na segunda-feira.  De acordo com a assessoria de imprensa da PCR, as obras tiveram início na própria segunda-feira. Vamos ver se a  praça melhora mesmo, porque já foram várias as intervenções, mas quase nada mudou no local ao longo dos últimos anos.

Ao contrário, a aparência era de abandono, decadência.  É preciso que a população fique atenta às reformas. Será que a comunidade foi ouvida sobre a melhor alternativa para a Pracinha, sempre tão abandonada?   Pároco da Igreja da Nossa Senhora da Boa Viagem, o Padre Fábio José Farias Leite disse esperar mudanças com as obras anunciadas. “A gente espera que a revitalização dê dignidade ao povo que aqui trabalha e, sobretudo, possa gerar um espaço para o turista que vem a Recife”.

Leia também
Boa Viagem: relíquias da década de 1940 à beira mar ganham revitalização
Boa Viagem limpa. Ambulantes da praia podem ser os guardiões da areia?
Boa Viagem: areia e poucas máscaras
Boa Viagem tem “Xodó”
Orla de Boa Viagem ganha 1.345 bancos de concreto
Cadê a fiscalização em Boa Viagem?
Boa Viagem: Distanciamento só cedinho
Foi preciso uma pandemia para controlar poluição sonora na praia
Pandemia: Governo proíbe festas e praias podem fechar de novo
Atentado estético no Primeiro Jardim em Boa Viagem
Sessão Recife Nostalgia: Boa Viagem, Casa Navio,  Papa-Fila, picolé D´aqui
Boa Viagem em “trapos” para o verão
Quiosques de Boa Viagem tiveram 25 arrombamentos na pandemia
Abandonada na pandemia, Boa Viagem corre atrás do tempo perdido
Boa Viagem ao Deus dará
Boa Viagem é abandonada e quiosques são pilhados
Boa Viagem e nova normalidade: limpeza, silêncio e “paz”
Banho de mar e comércio nos quiosques são liberados
Isolamento deixa areia limpa e sem poluição
Liberadas atividades esportivas
Boa Viagem ainda deserta e sem direito a banho de mar
Boa Viagem abre amanhã mas sem direito a cadeira nem banho de mar 
Cachoeira diverte em Boa Viagem
Boa Viagem tem “Xodó”
Boa Viagem: Asfalto agora tem “dono”
Boa Viagem ganha exposição de fotos
Boa Viagem tem língua negra
Boa Viagem tem esgoto na areia
“Me chama de lagartixa”
O medo do “tubarão” da areia
No feriadão, cuidado com o tubarão
Água no umbigo, sinal de perigo
Boa Viagem ou Bocagrande?
Sessão Recife Nostalgia: Boa Viagem, Casa Navio, Papa-Fila e picolé D´Aqui
Sessão Recife Nostalgia: Nos tempos do Veleiro
Comer lagosta ovada é não ter coração
Praia do Porto da Barra paraíso urbano
Viaje pelo Brasil Selvagem, Costa Brasileira sem sair de casa

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Rodolfo Loepert / Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.