Conheça melhor as 25 unidades de conservação da natureza do Recife

Pouca gente sabe disso. Mas o Recife tem nada menos de 25 Unidades de Conservação da Natureza (UCN), que são geridos pelo poder municipal. Entre elas a Lagoa do Araçá, o Açude de Apipucos (foto superior), o Campo do Jiquiá (foto central), a Mata do Engenho Uchoa, o  Parque da Jaqueira, o Jardim Botânico do Recife, as Matas do Curado. Algumas estão bem conservadas, como o JBR e o Parque da Jaqueira.

Mas nem todas estão tão bem cuidadas como deveriam. O histórico Campo do Jiquiá, por exemplo, além da vegetação possui uma relíquia histórica, a única torre de atracação de zepelins ainda de pé no mundo. Daria um parque maravilhoso, se houvesse empenho das autoridades. Segundo as fotos de época, o local possuía riachos cristalinos, hoje transformados em esgotos. Já o Açude de Apipucos virou depósito de lixo e dejetos domésticos, embora diariamente garis da Emlurb façam um grande esforço para limpá-lo. Os moradores da Imbiribeira também reclamam do mesmo problema na Lagoa do Araçá.

Mas, pelo menos, sendo unidades de conservação, a invasão dessas áreas ou ocupação pela especulação imobiliária se torna mais difícil. Agora, todos os recifenses podem conhecer melhor essas UCNs. Elas serão triplamente abordadas: em forma de livro, vídeo e exposição fotográfica. A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife (SMAS) promove o lançamento – de forma virtual e gratuita – das três obras nesta quarta-feira (30), às 15h, através de videoconferência pela plataforma Sympla, com direito a certificado.

Intitulada “Recife: olhares sobre a cidade-natureza” a exposição fotográfica digital oferece ao público uma oportunidade de conhecer detalhes sobre a fauna, a flora e as pessoas que interagem diretamente com as Unidades de Conservação da Natureza. A exposição demonstra um recorte das UCNs a partir dos olhares dos técnicos que trabalham para a conservação e proteção destes patrimônios socioambientais. Já o vídeo “Recife Natureza” traz um passeio poético sobre a biodiversidade do Recife, possibilitando seu conhecimento e sensibilização sobre a importância do cuidado com essas áreas da capital pernambucana. Ambas produções poderão ser conferidas no site da SMAS (http://meioambiente.recife.pe.gov.br/)

A única torre de atracação de Zeppelin, no mundo, fica no Recife, no Parque do Jiquiá, área protegida mas ….

Por fim, o livro “Biodiversidade das Unidades de Conservação do Recife” é uma publicação de caráter técnico-científico que visa contribuir para a ampliação do conhecimento, o estímulo à pesquisas e à educação ambiental, a partir da difusão de informações sobre a fauna e flora encontradas nos diversos ecossistemas das Unidades. A obra estará disponível gratuitamente para download também no site da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (http://meioambiente.recife.pe.gov.br/) e no site da Editora Itacaiúnas (https://editoraitacaiunas.com.br/). A publicação também irá compor o acervo de bibliotecas digitais de instituições de pesquisa e de organizações sociais ligadas à temática ambiental.

Maíra Braga, uma das autoras da obra, explica que o livro ajudará na conservação da biodiversidade das UCNs. “Ele é resultado de um trabalho de dois anos desenvolvido pela equipe da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife, em articulação com parceiros. E é relevante porque apresenta um retrato atual das informações conhecidas e sistematizadas sobre a diversidade de espécies de fauna e flora encontradas nas Unidades de Conservação do Recife. A partir desse levantamento, outras informações poderão ser acrescidas e atualizadas, contribuindo inclusive para estratégias de monitoramento, conservação e manejo da biodiversidade”, revela.  Para o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos Ribeiro, as obras enaltecem o nosso patrimônio ambiental. “A riqueza presente nas Unidades de Conservação da Natureza do Recife merece ganhar esse espaço. São três importantes produtos que enaltecem nosso patrimônio ambiental”, disse.

Leia também:
O abandono do Açude de Apipucos e o  pier que nunca foi concluído
Fauna urbana: Dona Noêmia e o jacaré amigo do Açude de Apipucos
Açude de Apipucos virou um lixão
Pandemia: Minha vida com os  saguis
Olha! Recife visita relíquia da história mundial do tempo dos zeppelins
Jardim Botânico reabre com Arena Arbo e seu oitavo jardim temático
Bromélias são reintroduzidas ao seu ambiente natural
Isolamento: Jardim Botânico virtual
Olha! Recife tem programação verde
Jardim Botânico revela vida das aves
A caatinga no Jardim Botânico
Jardim Botânico tem trilha amazônica 
Urgente: Chuva fecha Jardim Botânico
Jardim Botânico tem trilha amazônica
Trilha ecológica para pais e filhos
Trilha cega com lápis semente
A caatinga no Jardim Botânico
A trilha cega e o rap da natureza
Feriadão: trilha cega e oficina de mudas e hortas
Ecoférias começam no Jardim Botânico
Cozinha sustentável no Jardim Botânico
Jardim Botânico amplia serviços

Aprenda a fazer adubo entre os sons da natureza
Começa reforma na Lagoa do Araçá
Viva a natureza! Jardim Botânico abre no feriado

Serviço:
O quê: Lançamento do Livro, exposição fotográfica e vídeo
Sobre: Unidades de Conservação da Natureza do Recife
Quando: quarta-feira (30 de junho)
Hora: 15h
Como se inscrever: https://www.sympla.com.br/biodiversidade-das-unidades-de-conservacao-da-natureza-do-recife__1257682

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.