Rua Velha de cara nova. E as outras?

Bem que o bairro da Boa Vista merece. São tantas as suas icônicas ruas, praças históricas e pátios normalmente esquecidas há um bom tempo pelo poder público. Tirando a mais conhecida – a Avenida Conde da Boa Vista – que mais foi feito nas outras nos últimos oito anos? Quase nada. Tivemos a melhoria das calçadas de algumas vias, como a Gervásio Pires e a Rua do Riachuelo. Mas, de uma forma geral, o bairro não foi bem tratado nas duas gestões do então Prefeito Geraldo Júlio (PSB). Obras previstas até havia. Mas não foram todas realizadas.

Algumas intervenções só começam a acontecer agora. De acordo com o Prefeito João Campos (PSB), cerca de R$ 3,6 milhões estão sendo investidos na requalificação de diferentes trechos e locais do bairro que fica no centro da cidade. Pelo menos a Rua Velha mudou. Com boa parte do seu casario ainda original, porém muito mal conservada, a via era uma decadência só. Mas foi  beneficiada pelos trabalhos do projeto Calçada Legal (que teve início na gestão anterior). Suas calçadas foram requalificadas, com novo pavimento e aplicação de soluções de acessibilidade, como rampas que possibilitam o tráfego de cadeirantes. Além disso, o leito da rua Velha foi trocado por piso de tijolo intertravado e passou a ser no mesmo nível do passeio. O objetivo: Promover maior qualidade no tráfego não motorizado e garantir acessibilidade na área.

A buraqueira está grande no Pátio de Santa Cruz, mas esperamos que seja para melhor. A Boa Vista precisa!

O Pátio de Santa Cruz, que fica juntinho da Rua Velha, também é outro logradouro bonito, bem característico do Recife. Passou um tempão abandonado, sofreu uma reforma há alguns anos, mas continuou inóspito. O local passará a contar com calçada e rua no mesmo nível, ambas executadas em bloco intertravado e pedra mineira, com implantação de soluções de acessibilidade. O espaço ainda está sendo beneficiado com serviços de ampliação da rede de drenagem. Ou seja, será uma continuação do que está sendo feito na Rua Velha, que é sua vizinha.

No entorno, também estão sendo contempladas pelos serviços as ruas da Alegria (em andamento) Leão Coroado (em andamento) e Travessa Pedro Albuquerque (já concluída). As vias contarão com novos passeios feitos com materiais antiderrapantes, pisos táteis e rampas de acessibilidade. Elas passarão a ter as ruas no mesmo nível do passeio feitas em piso intertravado, pedra mineira e recuperação das calçadas em ladrilho e pedra lioz. Além disso, serão consideradas como uma área de velocidade reduzida para tráfego de veículos. A requalificação dos passeios, realizada pela URB, faz parte do projeto Calçada Legal .

E está dentro da segunda etapa da requalificação das calçadas da Rua Gervásio Pires e entorno. Nesta fase, a Prefeitura do Recife também requalificou o Mercado da Boa Vista (por meio da Csurb) e o Pátio da Igreja de São Gonçalo. No total, foi requalificada uma extensão de 1.730,00m, da Gervásio Pires até a rua de São Gonçalo, e a intervenção ainda inclui as vias do perímetro do Mercado da Boa Vista. Esperamos que ruas como a Rosário da Boa Vista, a da Conceição, Hospício e Praça Maciel Pinheiro sejam contemplados com requalificação. Todo aquele entorno próximo ao Teatro do Parque merece.  E a Rua da Imperatriz – antes tão importante – precisa respirar. Ter mais verde, banquinhos, equipamentos que lhe emprestem, pelo menos um pouco, a glória do passado.

Nos links abaixo, veja outras informações sobre o Bairro da Boa Vista.

Leia também:
Calçadas largas na Rua Gervásio Pires
Recife Emergência Climática: Rua da Imperatriz
Em dois anos, lojas fechadas aumentam 140 por cento na Imperatriz
Imperatriz tem  15 lojas fechadas
Imperatriz tem 26 lojas fechadas
Ponte da Boa Vista ganha abraço
Vamos salvar o centro do Recife?
RecifeEmergênciaClimática (8) 

#RecifeEmergênciaClimática (6)
Teatro do Parque ganha livro
Histórica, Praça Maciel Pinheiro vive a decadência e o abandono
Caindo sobrado onde nasceu Joaquim Nabuco
Depois do Teatro do Parque, que tal lutar pela restauração do antigo Hotel do Parque?
Boa Vista ganha casarão cultural
Bora Preservar: “Tour” no Hotel Central
Solidariedade: SOS Hotel Central

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Rodolfo Loepret / Divulgação /PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.