Coca-Cola planta 100 mil árvores em São Paulo. Promessa era 600 mil até 2020

Bem que o Recife do arboricídio e da motosserra insana precisa de uma iniciativa como essa. Do jeito que as árvores são derrubadas diariamente na nossa cidade… A Coca-Cola Femsa acaba de concluir o plantio de 100 mil mudas nativas da Mata Atlântica no Parque Anhanguera, que fica na região Noroeste de São Paulo. Entre as espécies que começam a repovoar com verde a região, encontram-se ipê-amarelo-liso, jequitibá branco e jequitibá-rosal. A iniciativa faz parte do Projeto Geração + Verde.

Segundo a empresa – que é a maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas – “a área plantada equivale a 240 campos de futebol ou 200 hectares” de mananciais que fazem parte da bacia hidrográfica responsável pelo abastecimento da capital paulista. “A restauração florestal nas margens de rios é uma importante ação para a melhoria da qualidade e quantidade da água, pois contribui para a manutenção do ciclo hidrológico que é drasticamente alterada pela ausência da cobertura florestal”, afirma Aretha Medina, coordenadora de Restauração Florestal da Fundação SOS Mata Atlântica. “A ação beneficia diretamente as regiões estratégicas para captação de água para a população”.

“Estamos engajados em promover ações que garantam o uso racional dos recursos e isso passa pela educação ambiental e restauração das florestas. Liderar iniciativas como essa faz parte da nossa missão de gerar valor econômico e bem estar social e ambiental nos lugares em que estamos presentes”,  diz Camila Amaral, Diretora Jurídica e de Assuntos Corporativos da Coca-Cola FEMSA Brasil.  Um dos destaques do projeto Geração + Verde é que a cada árvore plantada na cidade, em represas, parques e praças, outra será plantada nas regiões de mananciais que abastecem a capital. Iniciado em 2018, o Geração + Verde já efetuou a doação de 153.000 mil mudas de espécies florestais nativas da Mata Atlântica, no município de São Paulo. Até a conclusão do projeto serão doadas  200.000 mudas.

Felizmente, as grandes corporações começam a agir com responsabilidade social na questão ambiental. Kablin, Nestlé, Votorantim , PepsiCo,Esso entre outras não se cansam de anunciar iniciativas que contribuam para melhorar a qualidade do meio ambiente. São muitas as empresas que vêm trabalhando em plantio de árvores, em conservação das matas e também da fauna.  E também na limpeza dos oceanos. No caso da Coca-Cola, solicitei novas informações sobre o Geração + Verde. Porque em 2019 a empresa anunciara em release enviado ao #OxeRecife que até 2020, seriam cerca de 600 mil árvores plantadas.  Caso aquele número não tenha sido atingido, ou cronograma está em atraso ou a corporação refez os planos. Estou aguardando detalhamento dessas informações já que não estão tão claros. Talvez a pandemia tenha atrapalhado o plantio previsto para 2020.

Em todo caso, plantar árvores é uma iniciativa digna de elogio. Nos links abaixo você pode conferir vários exemplos de iniciativas de corporações ou individuais em defesa do meio ambiente. E viva a natureza!

Leia também:
Coca-Cola planta 600 mil árvores. Que bom se fosse no Recife do arboricídio
Cepan: Dois milhões de árvores plantadas
Legado das Águas: A festa da natureza
Visite o Legado das Águas nas férias
Borboleta rara no Legado das Águas
Antas albinas mobilizam pesquisadores
A 10.000ª espécie ameaçada
Dia Internacional da Biodiversidade exige pausa para reflexão no Brasil
O Dia Mundial das Abelhas
Mata Atlântica: Pernambuco fez o dever de casa
Pandemia e natureza: animais silvestres ocupam áreas urbanas vazias
Pandemia e a volta das capivaras
Movida planta um milhão de árvores
Mata Atlântica ganha viveiro para produção anual de 100.000 mudas
Cabo ganha 7.450 árvores até 2022
Coca-Cola planta 600 mil árvores
Cerrado ganha corredor ecológico
Esso decide plantar 20 mil árvores para proteger mico-leão-dourado
Festival de Aves no Sul da Bahia
A inédita visita do sabiá ferreiro
A volta do jacu
“Arca de Noé” protege corais ameaçados
Ambientalistas preocupados: só restam 1.300 muriquis
Recife ficará mais verde até 2021
Parem de derrubar árvores (171)
Quatro milhões de canudos a menos no mercado
Nestlé quer embalagem biodegradável
Praia dos Carneiros ganha aliado contra o turismo predatório
Dragão, tambor e limpeza no Rio 
Catadores tiram 5 milhões de latinhas deixadas pela folia em Olinda Recife
Por um milhão de árvores na Amazônia
Água mineral em copo biodegradável
Maquininha de passar cartão com plástico das praias
Lixo plástico vira cinema nas escolas
Plásticos nas praias viram embalagens
Canudos plásticos de praias viram óculos: a natureza agradece
Nestlé quer plástico biodegradável
Noronha reforça Plástico Zero
Campanha contra plástico rende prêmio
Agreste contra o óleo: “O Mar nos une” 
Emergência climática: Recife mais verde é balela. Parem de derrubar árvores
O Recife tem quantas árvores?
Parem de derrubar árvores (237). Quarteirão pelado na Madalena
Parem de derrubar árvores (238). Golpe de misericórdia na Madalena
Recife ficará mais verde até 2021
Parem de derrubar árvores (171)
Quatro milhões de canudos a menos no mercado
Nestlé quer embalagem biodegradável
Visite o Legado das Águas nas férias
Praia dos Carneiros ganha aliado contra o turismo predatório
Por um milhão de árvores na Amazônia

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Coca-Cola Femsa – Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.