Publius mostra música inédita em live

Atuando profissionalmente desde 1999, o recifense Publius é cantor, compositor, músico e produtor musical. O artista apresenta em seu trabalho musical influências sonoras dos anos 1970, com tons progressivos, do rock canção dos Beatles a psicodelia de Pink Floyd, passando pelo som original de Alceu Valença, Lula Côrtes e Zé Ramalho a melodia do Clube da Esquina. Com o lockdown que começa na quinta, anote aí na sua agenda uma opção para se distrair no final de semana.

Em casa, claro. É que na sexta-feira (19/03), o recifense apresenta live musical, através do seu canal l no YouTube (www.youtube.com/c/Publius_Dia_de_Sol), às 21 horas. No show, o artista vai interpretar as canções do seu segundo disco solo Dia de Sol com banda e convidados. O repertório ainda traz o single Várzea, que foi lançado no final de 2020, em homenagem ao bairro do Recife onde nasceu. E em cujos bares, chegou a cantar no início de sua carreira. Lembro-me do comecinho de Publius. Fazíamos um curso juntos na Fundação Joaquim Nabuco  e após as aulas, muitas vezes, íamos ver Publius se apresentar.  Na live, ele mostra uma inédita, Camará, música surpresa em homenagem a Guitinho da Xambá.

Publius se apresenta ao lado de quatro convidados especiais (Rachel Bourbon, Martins, Juliano Holanda e Mozart Ramos) e conta com o talento de artistas como Hugo Lins e Christiano Lemgruber na formação da banda. O show foi gravado no dia 24 de fevereiro, na área externa do Fábrica Estúdios, no aprazível bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife. “O cenário é rodeado de natureza preservada, que mantém um clima ameno durante o ano inteiro. A gravação começou por volta das 17h, pegando a mudança de luz do entardecer. O resultado traz um lindo visual bucólico tendo a música como protagonista da cena”, detalha Publius.

A dupla Luara Olívia e João Vicente (equipe da Gira Conteúdo Criativo) assina as filmagens do show, a pós-produção do audiovisual e o streaming da live. A iluminação leva a assinatura de Natalie Revôredo. A direção artística (cenário do show e stylist do cantor e músicos da banda) é de Carol Silveira. O figurino é da grife olindense Período Fértil. A live musical do artista é resultado de um projeto cultural aprovado pela Lei Aldir Blanc, medida instituída pelo governo federal prevê auxílio financeiro ao setor cultural, apoiando profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por conta da pandemia da Covid-19.

Leia também:
Poço das Artes: triplo programa musical
Poço das Artes retoma noitadas musicais
Jornada virtual, a dança da pandemia
Chorinho, artesanato e sururu no Poço
“Poço” do Poço, chorinho e bandolim
Chorinho movimenta Poço da Panela
Panela do Jazz movimenta o Poço

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.