Torre de Cristal sai do breu, mas peças roubadas ainda estão sem reposição

Depois de mais de três anos relegado ao breu e às pilhagens – por omissão ou negligência da gestão anterior, comandada pelo então Prefeito Geraldo Júlio (PSB) – o Parque de Esculturas Francisco Brennand acaba de receber iluminação cênica, o que muda a face de um dos locais mais visitados por turistas no Recife. Implantado há 21 anos no molhe do porto, em frente à Praça do Marco Zero, o conjunto originalmente formado por 79 obras de arte não padecia só da falta de iluminação.  Teve a inacreditável quantia de 64 peças roubadas na administração passada. Entre elas, uma serpente de bronze que pesava uma tonelada e tinha 20  metros de comprimento. A serpente e um pelicano – ambos de bronze – tiveram triste final para duas obras de arte: foram derretidas e negociadas como sucata.

Foi o que apontou inquérito policial concluído e divulgado nesta semana, sobre a quadrilha que furtou a serpente e o pássaro.  A sociedade, no entanto, espera que as autoridades expliquem ou investiguem o desaparecimento das outras 62 peças criminosamente retiradas do Parque.  Afinal, a dilapidação daquele patrimônio cultural e artístico  era feita de forma sistemática, às vistas das autoridades sem que nada fosse providenciado para evitar a destruição de todo o parque, cujas peças foram doadas à cidade pelo artista Francisco Brennand (1927-2019). A nova iluminação foi inaugurada na sexta-feira, quando o Recife celebrou seus 484 anos. Antes mesmo de assumir, o prefeito João Campos (PSB) havia anunciado a recuperação do Parque e inclusive a reposição das 64 peças furtadas. O trabalho no local, no entanto, apenas começou. Foi inaugurada só a iluminação do primeiro módulo. E a tão necessária segurança 24 horas do local só tem início a partir de abril. Em todo caso, a providência está mais perto do que longe e é melhor tarde do que nunca. “No próximo mês, começa uma equipe com oito pessoas trabalhando 24 horas para fazer a segurança do parque”, antecipa o Prefeito.

“Também será instalada uma câmera, ainda neste mês, que vai fazer a vigilância específica do Parque das Esculturas, esse grande patrimônio da nossa cidade, que a gente tem todo o carinho e compromisso de cuidar e preservar”, garante o socialista. Na iluminação cênica, o Parque das Esculturas terá oito projetores instalados desde o Marco Zero, dando protagonismo à Torre de Cristal na paisagem noturna de um dos mais icônicos cenários do Recife. A iluminação é acionada de forma remota. O projeto foi realizado pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb). A presidente da Oficina Brennand, Mariana Brennand, comemorou a volta da Torre de Cristal à paisagem do Recife. “È muito bom ver o Parque das Esculturas iluminado depois de tanto tempo e poder saber que esse é só o início. Agora, a gente vem com a recuperação do parque, segurança, iluminação e segurança”.

Serpente, com uma tonelada e 20 metros de comprimento, foi uma das 64 peças roubadas do Parque de Esculturas. l!

Já eleito mas ainda antes de assumir o cargo de Prefeito, João Campos e seu antecessor (GJ) anunciaram,em entrevista coletiva, que o Parque das Esculturas ia ser totalmente recuperado, beneficiando-se com uma verba de R$ 5 milhões. Destes, R$ 3 milhões viriam de emenda parlamentar do Deputado Tadeu Alencar (PSB) e outros R$ 2 milhões viriam de emenda proposta por João, quando ainda deputado federal. O anúncio foi feito no momento em que a opinião pública se voltou contra o descaso dos órgãos oficiais com patrimônio tão valioso para a cidade, pois o roubo das peças aconteceu sem que o órgão responsável pelo Parque – a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife – tomasse as precauções necessárias para evitar o pior. Há alguns dias, a Secretaria de Defesa Social anunciou prisões de suspeitos dos furtos.

O número de peças roubadas só foi contabilizado e divulgado com exatidão, depois que o vereador Alcides Cardoso (Dem), valendo-se da Lei de Informação, solicitou ao executivo municipal informações precisas sobre a pilhagem. Apesar da rapidez dos meios de comunicação atuais, a resposta só foi dada ao democrata 40 dias depois de exigida.  A dilapidação do Parque foi noticiada em primeira mão aqui no #OxeRecife, em iniciativa conjunta com a La Ursa Tours.  Depois,o escândalo foi denunciado por jornais e emissoras de Tv até mesmo em rede nacional. A partir daí é que as autoridades de segurança começaram a se mobilizar como deveriam.

Estranho  é que durante a inauguração da nova iluminação, nenhuma referência tenha sido feita ao projeto anunciado em janeiro para recuperar o Parque. Cadê? Vamos cobrar? O Parque é um patrimônio da cidade, foi doado por um artista que construiu uma obra única em Pernambuco, já faz parte da paisagem e também  se inclui no rol das memórias afetivas de sua população. Enquanto foi feito silêncio sobre a  reposição das esculturas roubadas, o Prefeito anunciou benefício para os barqueiros que fazem a travessia do Marco Zero ao Parque das Esculturas, levando visitantes para “um dos atrativos turísticos recifenses reconhecidos mundo afora”, conforme faz questão de esclarecer a Prefeitura.

O problema é que a atração – de tão dilapidada – virou uma vergonha nacional e internacional e os barqueiros levam turistas para ver o caos e não o Parque tal qual foi concebido, para assinalar os 500 anos do descobrimento do Brasil. Mas, pelo menos, os barqueiros ganham benefícios. É que  parceria da Prefeitura do Recife com a Copergás e a Recria (Brasil) dará aos cadastrados para travessia do Marco Zero-Parque das Esculturas equipamentos de segurança (colete), camisa UV, boné e ainda reparos e pintura em seus barcos. A articulação tem como objetivo valorizar o serviço destes profissionais que também representam a cadeia produtiva do turismo na cidade.

Leia   também:
Que breu é esse na Torre de Cristal?
Torre de Cristal não pode apagar: Trevas onde devia haver luzes
Depois de pilhado à exaustão, Parque das Esculturas terá segurança 24 horas
O drama do Parque de Esculturas: Proteger o patrimônio não é caro
Instituto Oficina Francisco Brennand: O Recife não merece tamanho desrespeito
Parque das Esculturas pilhado. Cadê a serpente que estava aqui?
Parque das Esculturas e indignação: “Esse post é um pedido de socorro”
Marginais roubam tudo, de escultura de uma tonelada a trator. Punição…
Arte monumental & natureza generosa
Outra obra de Francisco Brennand sofre degradação no Centro. Veja qual é
A voz do eleitor: Que prefeito respeite mais o Recife e o recifense
Mural sobre Restauração Pernambucana precisa de reparos
Estátua de Ariano no chão
Uma “pérola” na comunidade do Pilar
Fórum Arte Cidade movimenta o Recife
Monumento ao maracatu pilhado
Os remendos nas pedras portuguesas
Vandalismo dá prejuízo de R$ 2 milhões
Apipucos: Adeus às antigas luminárias
Cine Glória: Art-Noveau e decadência
Cine Glória agora é Lin-Lin
Pátio de São Pedro está sendo pilhado
Que horror: Pátio de São Pedro fica sem lampiões até depois de julho
Cadê os lampiões da Ponte Velha?
Ponte da Boa Vista ganha abraço
Ponte da Boa Vista pede socorro
Ponte da Boa Vista: efetuada reposição mas faltam reparos
Bonde vira peça de museu e trilhos somem do Recife sem memória
Recife da paisagem mutilada
Secular Magitot vira ruína na Várzea
A cidade que precisamos
Hamburgo e Recife: semelhanças

Aos 483, o Recife é lindo? Veja fotos
Com Hans, entre o barroco e o rococó
De olho nas luminárias da Bom Jesus

Art Déco: Miami ou Recife?
Passeio do estilo colonial ao moderno bossanovista
Vamos salvar o centro do Recife
Caminhadas Domingueiras: Mergulho no estilo neocolonial no Recife

Você está feliz com o Recife?
O índice de felicidade urbana do Recife
Viva 2018, Recife
O Recife que queremos, em 2019
Recife, cidade parque em 2037
Recife se prepara para os 500 anos
Uma cidade boa para todo mundo
Recife, mangue e aldeões guaiás
Livro mostra mania pernambucana de grandeza: “O mundo começava no Recife”
Livro mostra jardins históricos do Recife
Estátua de Ariano no chão

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos:  Rodolfo Loepert / PCR e  La Ursa Tours (Acervo #OxeRecife)

VÍDEO distribuído pela PCR sobre o assunto, para quem quiser acessar:
https://we.tl/t-QqP8m6oC84

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.