A espera de vacinas da Índia e ação do voluntariado em Manaus

Atrás de sete países –  entre eles Bangladesh, Miammar (Birmânia), Butão e Nepal –  e depois das trapalhadas da semana passada, o governo brasileiro finalmente anunciou nesta quinta-feira que vai receber da Índia vacinas contra a Covid-19. Serão 2 milhões de doses do imunizante produzido em parceria entre a Universidade de Oxford e o Laboratório AstraZeneca, que serão envasadas na Fiocruz.

Até o momento, o único imunizante disponível no Brasil é o CoronaVac (China/ Sinovac), cuja produção no país está sob responsabilidade do Butantan/Governo de São Paulo. Esperamos que não ocorra a mesma papelada da semana passada, quando um avião da Azul chegou a aterrissar no Recife, de onde decolaria para buscar 2 milhões de vacinas que chegaram.  A aeronave voltou vazia. Um vexame.  Pelo menos, foi utilizado para levar tubos de oxigênio a Manaus, onde pacientes de Covid-19 estão morrendo sufocados por falta do produto.

No Amazonas, aliás, a situação seria ainda mais dramática se não fosse a mobilização do voluntariado. No Recife, o Movimento Transforma Brasil desencadeou a campanha S.O.S Manaus, para socorrer a cidade na crise da falta de cilindros de oxigênio. Em apenas três dias, foram arrecadados R$ 630 mil em doações. De acordo com o Transforma Brasil, o dinheiro é suficiente para comprar 1.400 cilindros. E 250 outros foram recebidos de várias partes do país. Na capital, os jogadores do time Sport entraram na campanha, assim como jornalistas, artistas e blogueiras. Entre eles, Fátima Bernardes, a influencer Camila Coutinho e o cantor Wesley Safadão. O movimento tenta resolver logística , porque o transporte desses cilindros exige aviões específicos.

A campanha começou, ainda, a recrutar voluntários para que fiquem nas filas da única distribuidora de oxigênio de Manaus, para adquirir mais cilindros, segundo informa Fábio Silva, presidente do Transforma Brasil. Os voluntários vêm sendo captados por ongs parceiras em Manaus, com atuação no Amazonas. Ainda são poucos.  “Os que aparecem passam à noite se revezando, à espera da abertura da empresa para abastecer os cilindros”, diz ele. “A cidade está vivendo um caos”. Também foram coletadas e distribuídas cestas de alimentos com três ongs de Manaus, que se encarregaram de levá-las  para parentes dos pacientes, que ficam na porta dos hospitais aguardando notícias, muitas vezes sem ter o que comer.

Em Pernambuco, os números permanecem em alta. Hoje a Secretaria Estadual de Saúde notificou 1.985 novos casos da Covid-19, elevando-se para 246.799 o número oficial de pessoas que foram contaminadas pelo coronavírus no Estado. Também foram notificados 35 óbitos devido à doença. Com isso, somam 10.133 as vidas perdidas na pandemia. No Recife, depois do fura-fila na vacinação da Covid-19, foi criado um mecanismo dentro da plataforma Conecta Recife para receber denúncias.   Dos quatro casos de fura-fila registrados em Pernambuco, um foi no Recife.

Leia também:
Pernambuco: Novas restrições, parques podem fechar e fura-fila

CoronaVac: Pernambuco só recebeu 21 por cento do que precisa para o primeiro grupo
Coronavírus: Parques e praias fechados com policiamento
Corona: ronda policial fiscaliza parques
Vacinas seguem hoje para regionais de saúde
Enfim, a vacina contra a Covid-19. Óbitos já passam de 10 mil em Pernambuco
Pandemia, panelaço e doações ao Amazonas
Pernambuco está pronto para distribuir vacina contra Covid-19
Covid-19: Números preocupam mas bares abusam na Zona Norte
Governadores pressionam Pazuello por vacina
Seringas para vacinação contra Covid-19 começam a embarcar para o interior
Pernambuco tem estoques de seringas. Mas… cadê a vacina?
Prefeito trabalha Plano B caso Ministério não envie vacinas
Voltar à normalidade, como? Gripezinha, resfriadinho ou genocídio?
Covid-19 mata o “véio” Genival Lacerda
Pandemia: Governo proibe festas e praias podem fechar de novo
Covid-19: Médicos intensivistas podem se inscrever
Cientistas contestam Bolsonaro
Cientistas e médicos: “Vidas são mais importantes que cargos políticos”
Feliz 2021 e que o “novo normal” volte ao “velho normal”
Casos de Covid batem recorde em Pernambuco
Pandemia: Sem fogos de artifício, virada do ano terá show de laser
Baile do Menino Deus: “Não houve nenhum caso de contágio”
Com a pandemia, Baile do Menino Deus vira cinema
Estamos passando por um momento difícil da pandemia
Governo diz que já chamou 8,1 mil profissionais para lutar contra a Covid
Em calamidade pública,Pernambuco cancela carnaval 
Covid-19 volta a subir. E muito
Pandemia cresce e Pernambuco tem 428 novos leitos públicos
Crise na saúde: #SomostodosCisam
Covid: números preocupam mas bares abusam na Zona Norte
Pernambuco está pronto para distribuir vacina contra Covid-19

Texto:  Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação / Transforma Brasil

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.