Enfim, a vacina contra a Covid-19. Óbitos já passam de 10.000 em Pernambuco

Mônica Calazans é a primeira brasileira a receber a vacina contra a Covid-19 em solo brasileiro. Ela é enfermeira, e participou da entrevista coletiva comandada em São Paulo pelo Governador João Dória (PSDB). Moradora da Zona Leste daquela cidade, Mônica estava de plantão, na tarde de hoje. Após ganhar os holofotes da imprensa nacional e internacional, retornou  humildemente ao seu serviço já imunizada contra o coronavírus, cheia de orgulho por “estar fazendo história”. A enfermeira recebeu a primeira dose, no mesmo dia em que a Anvisa aprovou o uso emergencial das vacinas de AstraZeneca/Oxford e a CoronoVac, esta fornecida pelo Instituto Butantan. A Coronavac  vinha sendo desdenhada pelo Presidente Jair Bolsonaro. Depois de uma série de trapalhadas, o governo federal decidiu apelar para a CoronaVac, e deve dar início à vacinação nesta semana ficando atrás de mais de 50 países, que já vêm imunizando sua população contra o coronavírus, inclusive na América Latina.

Há alguns dias, o Presidente chegou a dizer que não ia tomar a Coronavac para não ficar com “cara de jacaré”. Na verdade, uma colocação grosseira que escancara a disputa política com o governador de São Paulo que, como Bozó, pretende disputar as eleições presidenciais em 2022. A verdade é que o Butantan – que pertence ao governo de São Paulo – antecipou-se ao governo federal,  porque fez convênio com a China (Laboratório Sinovac) e conseguiu viabilizar a presença da vacina no país, antes do Ministério da Saúde.  Já o governo federal envolveu-se em uma série de desencontros. A última foi disponibilizar um avião para viajar à Índia, onde iria buscar 2 milhões de doses das vacinas AstraZeneca/ Oxford. A aeronave – que esteve no Recife, de onde decolaria para a Índia – voltou vazia  para São Paulo, porque o governo da Índia afirmou que não tinha doses para o Brasil. No nosso país, ainda não há previsão do fornecimento da AstraZenca/Oxford  pela Fiocruz, já que os insumos ainda não chegaram. E o governo federal teve mesmo que se render às doses produzidas pelo Butantan, que pertence ao estado comandado pelo principal adversário político de Bozó.

Prefeitura do Recife se organiza para dar início à imunização contra a Covid-19: vacinas começam a ser distribuídas amanhã no Brasil.

Depois de criticar tanto Doria, o Governo federal requisitou as doses do Butantan   e garantiu que na segunda-feira de manhã a Coronavac começa a ser distribuída por todo o Brasil.  O Butantan mais de 6 milhões de doses. O Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, acusou Dória de estar usando as vacinas para “marketing”, ao imunizar Mônica, no meio de entrevista coletiva que o tucano concedeu na tarde de domingo. Mas o governador revidou:  “A vacina da Butantan só está no Brasil porque foi investimento do governo de São Paulo, não tem nenhuma verba federal”. Brigas políticas – e ridículas à parte – o fato é que as doses do Butantan começam a ser distribuídas nesta segunda (18/01), conforme assegura o Ministério da Saúde. A previsão é que a campanha de vacinação comece na quarta em todo o país.

No Recife, como parte da preparação da cidade para a vacinação contra a Covid-19, o prefeito João Campos autorizou a contratação de até 745 profissionais de saúde para atuar diretamente na imunização dos recifenses. A decisão faz parte do Plano Recife Vacina e foi anunciada pelo gestor municipal durante reunião de instalação da Sala de Situação do plano, um espaço permanente de monitoramento das ações da vacinação no Recife, agregando todos os órgãos do município ligados à ação, coordenada pessoalmente pelo prefeito. As contratações serão temporárias, com vigência de seis meses, podendo ser prorrogadas por até dois anos. O Prefeito está com Covid-19 e vem trabalhando por videoconferência. “Nesse momento, todo o nosso foco está voltado para a vacinação das pessoas e vamos fazer isso com rapidez, atendendo a todos os protocolos necessários”, afirmou.

A Secretaria Estadual de Saúde já deu início à distribuição de seringas e também fez o planejamento cronológico da vacinação e por ordem de prioridade de cada grupo. O Secretário Estadual de Saúde, André Longo,  afirmou que Pernambuco está preparado para vacinar a população. “Ressalto que Pernambuco já está pronto para iniciar o processo de imunização”, assegurou agora à noite. “Na semana passada, todas as cidades pernambucanas já receberam as agulhas e seringas para as duas primeiras fases da Campanha”, completou. “Agora, aguardamos a definição de cronograma e operacionalização de envio das doses para o Estado. Além disso, já nesta segunda-feira (18.01), iremos pactuar com os municípios pernambucanos os detalhes finais para o início da vacinação no Estado”. A SES informou que já estão em Manaus os 200  concentradores de oxigênio que foram enviados pelo Governo de Pernambuco e pela Prefeitura do Recife para o Amazonas, que vive uma crise sanitária sem precedentes, com a falta oxigênio para atender aos pacientes da Covid-19.

Hoje Pernambuco ultrapassou a marca de 10 mil mortes provocadas pela Covid-19. Foram notificados 482 novos casos neste domingo,elevando-se para 241.087 o total de pessoas infectadas em Pernambuco, desde o início da pandemia. Foram confirmadas 27 mortes devido à doença. Com isso, o número de vidas perdidas no Estado chega a 10.020.

Leia também:
Pandemia, panelaço e doações ao Amazonas
Covid-19: Números preocupam mas bares abusam na Zona Norte
Governadores pressionam Pazuello por vacina
Seringas para vacinação contra Covid-19 começam a embarcar para o interior
Pernambuco tem estoques de seringas. Mas… cadê a vacina?
Prefeito trabalha Plano B caso Ministério não envie vacinas
Covid-19 mata o “véio” Genival Lacerda
Pandemia: Governo proibe festas e praias podem fechar de novo
Covid-19: Médicos intensivistas podem se inscrever
Feliz 2021 e que o “novo normal” volte ao “velho normal”
Casos de Covid batem recorde em Pernambuco
Pandemia: Sem fogos de artifício, virada do ano terá show de laser
Baile do Menino Deus: “Não houve nenhum caso de contágio”
Com a pandemia, Baile do Menino Deus vira cinema
Estamos passando por um momento difícil da pandemia
Governo diz que já chamou 8,1 mil profissionais para lutar contra a Covid
Em calamidade pública,Pernambuco cancela carnaval 
Covid-19 volta a subir. E muito
Pandemia cresce e Pernambuco tem 428 novos leitos públicos
Crise na saúde: #SomostodosCisam
Covid: números preocupam mas bares abusam na Zona Norte
Pernambuco está pronto para distribuir vacina contra Covid-19

Texto: Letícia Lins / #OxeRecifepartido de joao dor
Foto: Reprodução da GloboNews e Diego Nigro/ Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.