Pandemia, panelaço e doações ao Amazonas

Com número oficial de 240.605 pessoas que foram contaminadas pela Covid-19 desde o início da pandemia, Pernambuco – felizmente – não enfrentou situação tão crítica quanto a do estado do Amazonas, onde falta até oxigênio para atender a pacientes com a infecção provocada pelo coronavírus e também com outras doenças. O Governador Paulo Câmara(PSB) e o Prefeito João Campos (PSB) uniram forças, e disponibilizaram 200 concentradores de oxigênio para as unidades hospitalares da rede pública daquela estado.

Os concentradores de oxigênio foram utilizados pelos hospitais de campanha  já desmobilizados.s. A companhia aérea Azul vai disponibilizar uma aeronave para levar, ainda neste sábado (16/01), os equipamentos, que correspondem a um aparato total de mais de três toneladas.  A Azul é a mesma empresa área que foi encarregada de enviar aeronave à  Índia, para trazer 2 milhões de vacinas da AstraZeneca/Oxford  para o Brasil, mas a operação foi frustrada por desencontros entre o Governo do Brasil e as autoridades indianas. Ainda sem vacina, a população brasileira realizou panelaço na noite de sexta-feira. E há convocação nas redes sociais para outro panelaço, no domingo, ao meio dia. No caso dos concentradores enviados por Pernambuco, a previsão é que chegariam a Manaus neste sábado. “O enfrentamento da Covid-19 é um desafio de toda a Nação brasileira e neste momento estamos todos imbuídos do sentimento de ajudar os irmãos amazonenses em momento difícil”, afirma o Secretário Estadual de Saúde, André Longo.

“Este é um gesto humanitário e que não tem impacto na assistência aos pernambucanos”, completa ele. Os equipamentos são indicados para o tratamento de pacientes que precisam de suporte de oxigênio para continuidade à assistência. Os concentradores são máquinas que funcionam abastecendo o O2 a partir do ambiente, concentrando o oxigênio que fica com pureza de até 95%, sendo capaz de fornecer até 5 litros de O2 por minuto ao paciente.

No caso do Recife, os concentradores fazem parte dos mais de 10 mil equipamentos médico-hospitalares adquiridos pela Prefeitura, durante a preparação para o enfrentamento à pandemia no município. Os aparelhos foram em sete hospitais de campanha construídos em 45 dias pela PCR.  Quando as unidades começaram a ser desativadas, os materiais foram levados para o almoxarifado da Secretaria de Saúde, onde estavam armazenados. “É importante salientar que a ajuda à capital amazonense não compromete a estrutura de assistência hospitalar da covid-19 no Recife”, assegura a PCR. Ou seja, mesmo que haja aumento no número de pacientes que necessitem de internação, na capital, o município ainda terá equipamentos suficientes para garantir atendimento adequado à população.  Pelo menos, é o que garantem as autoridades. Os concentradores têm o objetivo de aumentar a saturação de O2. Os aparelhos puxam o ar do ambiente, purificam o oxigênio e o transportam para o paciente através de cânulas ou máscaras.

A Secretaria Estadual de Saúde informa que nas últimas 24 horas foram registrados 1.450  novos casos da Covid-19, elevando-se para 240.605 o número oficial de pessoas que foram infectadas no estado. Nesse sábado, exames de laboratório confirmaram 29 óbitos devido à pandemia. Agora, Pernambuco tem 9.993 vidas perdidas para a doença. Hoje o Prefeito do Recife, João Campos (PSB) informou em suas redes sociais que testou positivo para a Covid-19. Antes, a sua namorada, a deputada Tábata Amaral (PDT-SP) informara que contraíra a infecção provocada pelo coronavírus.

Leia também:
Covid-19: Números preocupam mas bares abusam na Zona Norte
Governadores pressionam Pazuello por vacina
Seringas para vacinação contra Covid-19 começam a embarcar para o interior
Pernambuco tem estoques de seringas. Mas… cadê a vacina?
Prefeito trabalha Plano B caso Ministério não envie vacinas
Covid-19 mata o “véio” Genival Lacerda
Pandemia: Governo proibe festas e praias podem fechar de novo
Covid-19: Médicos intensivistas podem se inscrever
Feliz 2021 e que o “novo normal” volte ao “velho normal”
Casos de Covid batem recorde em Pernambuco
Pandemia: Sem fogos de artifício, virada do ano terá show de laser
Baile do Menino Deus: “Não houve nenhum caso de contágio”
Com a pandemia, Baile do Menino Deus vira cinema
Estamos passando por um momento difícil da pandemia
Governo diz que já chamou 8,1 mil profissionais para lutar contra a Covid
Em calamidade pública,Pernambuco cancela carnaval 
Covid-19 volta a subir. E muito
Pandemia cresce e Pernambuco tem 428 novos leitos públicos
Crise na saúde: #SomostodosCisam
Covid: números preocupam mas bares abusam na Zona Norte
Pernambuco está pronto para distribuir vacina contra Covid-19

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / SEI e Acervo #OxeRecife

 

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.