Pernambuco tem estoque de seringas. Mas… cadê a vacina contra a Covid-19?

A vacina contra a Covid-19 não chegou ainda. E é o sonho de consumo de muita gente, em 2021. Nem se sabe com tanta certeza quando chegará. Mas, pelo menos, seringas, Pernambuco já tem. O Estado possui um estoque de 3,9 milhões de unidades e deve receber mais 2,8 milhões até o final de janeiro, segundo o Comitê Técnico Estadual para acompanhamento da vacinação contra a Covid-19. O Comitê se reuniu hoje, no Recife, para discutir a versão preliminar do Plano de Operacionalização da Campanha de Imunização contra a Covid-19, que prevê vacinar mais de 2,8 milhões de pessoas  no estado.

Em Pernambuco, as pessoas que serão imunizadas contra a Covid-19 estão distribuídas em quatro grupos distintos. Confira quais são eles e a ordem de vacinação. De acordo com a Superintendente de Imunizações da SES-PE, Ana Catarina de Melo, os grupos estão assim divididos : 1º GRUPO/1ª FASE: Trabalhadores de Saúde; Pessoas de 80 anos e mais; pessoas de 75 a 79 anos; Pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas; População indígena em terras indígenas demarcadas. 2º GRUPO/2ª FASE: Pessoas de 70 a 74 anos; pessoas de 65 a 69 anos; pessoas de 60 a 64 anos. 3º GRUPO/3ª FASE: Pessoas com comorbidades – Diabetes mellitus; hipertensão arterial grave; doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgãos sólidos; anemia falciforme; câncer; obesidade grave.E ainda: povos e comunidades tradicionais ribeirinhas; povos e comunidades tradicionais quilombolas; pessoas com Deficiência Permanente Severa; trabalhadores de Educação, Força de Segurança e Salvamento; caminhoneiros. 4º GRUPO/4ª FASE: Trabalhadores transporte coletivo rodoviário e metroferroviário de passageiros; trabalhadores de transporte aéreo; trabalhadores portuários; população privada de liberdade; funcionários do sistema de privação de liberdade; pessoas em situação de rua.

. No momento, Pernambuco já possui 3,9 milhões de seringas intramusculares em seu estoque, o tipo que será utilizado na vacinação contra a Covid-19. Ainda neste mês de janeiro, está prevista a entrega de mais 2,8 milhões de unidades. Segundo a SES, o total de 6,7 milhões  para os primeiros três meses da campanha contra o novo coronavírus. Segundo o Secretário Estadual  de Saúde, André Longo, “Pernambuco tem acompanhado todos os movimentos que hoje estão acontecendo no sentido da aquisição de vacinas”.

E acrescentou: “Através do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass), do qual eu sou vice-presidente do Nordeste, a gente tem buscado dialogar prioritariamente com o Ministério da Saúde, buscando a máxima celeridade nos processos do Ministério e também no órgão regulador, a Anvisa, para que se tenha o insumo, a vacina, o mais rápido possível”.  O Secretário afirmou, também, que vem buscando “outras iniciativas de diálogo com outros laboratórios que não estão na linha de frente do PNI neste momento”. Porém, pelo que se observa, Pernambuco não vai se antecipar. Segundo nota distribuída pela SES, os nordestinos, “aguardam o cronograma do Ministério da Saúde para o início da campanha em todo o país”. Então, tá. E haja espera….

Da reunião, presidida pelo Secretário Estadual de Saúde, participaram presencialmente a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque. Representando a Sociedade Brasileira de Imunizações em Pernambuco (SBIm), o pediatra Eduardo Jorge. Os demais componentes estiveram presentes por webconferência. Longo disse caber “aos Estados se preparar da melhor maneira possível para conduzir esse processo de vacinação”.  Na reunião, foi apresentada uma  versão preliminar do Plano, que está sendo submetida ao comitê para aprimoramento e discussão”. Todos os componentes terão até a próxima semana para tecer suas considerações para que o Plano seja finalizado. No mais…  é esperar pela vacina.

Leia também:
Covid-19 mata o “véio” Genival Lacerda
Pandemia: Governo proibe festas e praias podem fechar de novo
Covid-19: Médicos intensivistas podem se inscrever
Feliz 2021 e que o “novo normal” volte ao “velho normal”
Casos de Covid batem recorde em Pernambuco
Pandemia: Sem fogos de artifício, virada do ano terá show de laser
Baile do Menino Deus: “Não houve nenhum caso de contágio”
Com a pandemia, Baile do Menino Deus vira cinema
Estamos passando por um momento difícil da pandemia
Governo diz que já chamou 8,1 mil profissionais para lutar contra a Covid
Em calamidade pública,Pernambuco cancela carnaval 
Covid-19 volta a subir. E muito
Pandemia cresce e Pernambuco tem 428 novos leitos públicos
Crise na saúde: #SomostodosCisam
Covid: números preocupam mas bares abusam na Zona Norte
Pernambuco está pronto para distribuir vacina contra Covid-19
Proibidas festas de Natal e reveillon
Pastoris virtuais começam no sábado
Proibidas festas de Natal e réveillon
Pilar: Projeto Ação prepara festa natalina
Dê presentes sociais nesse Natal
Lar do Nenen precisa de ajuda
Sem festa da Vitória Régia, Casa da Criança Marcelo Asfora precisa de você
Decoração natalina perdeu para outras capitais do Nordeste

Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Miva Filho / Divulgação / SES

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.