É trabalho, trabalho, trabalho?

É trabalho, trabalho, trabalho! Era assim, que o então e já falecido Governador Eduardo Campos (PSB) costumava definir seu modo de administrar Pernambuco. Na época, eu era correspondente de um jornal do Sul, e não sobrava domingo, feriado, nem dia santo. Dizem que filho de peixe é peixinho. Vamos ver se é mesmo. Mas se depender do primeiro final de semana, pode ser que seja. Porque esse domingo (03/01) foi de muita ocupação para o Prefeito João Campos (PSB) e sua equipe. Ele fez reunião com todo o secretariado no Compaz Dom Hélder Câmara, que fica na comunidade do Coque.

“Naturalmente, passa um filme na cabeça sobre o caminho que nos trouxe até aqui. Há um simbolismo em começar a primeira reunião antes de um dia útil da semana. Isso mostra o nosso ritmo de trabalho, disposição, dedicação, capacidade de entrega. E escolher o Coque mostra que não temos medo de enfrentar o desafio e apresentar as soluções”, acrescentou o socialista. Segundo o Prefeito, a primeira tarefa é apresentar as prioridades para os cem primeiros dias de gestão. Depois,  para o primeiro ano e, em seguida,  para os próximos três anos.

Bagunça na coleta de lixo, o abandono do centro, de praças e do patrimônio arquitetônico marcaram a gestão passada.

“A gente vai ter uma série de entregas, realizações, autorizações já nos primeiros cem dias mostrando a nossa presença e a nossa atuação. Vamos também anunciar, ao longo do mês de janeiro, um plano de austeridade, de redução de despesa da máquina pública, de cortes para poder garantir a boa sustentabilidade financeira do município”. Antes de assumir, o socialista havia prometido um “choque de gestão”, que gerou uma discutível economia de R$ 78.  Ele distribuiu uma nota, dizendo que a economia não estava prevista na formação do seu corpo de auxiliares. Vamos, então, esperar pela economia a ser gerada com o agora anunciado plano de austeridade.

“Tenham criatividade para pensar em formas de superar as barreiras das limitações econômicas. Nunca percam o brilho no olho, o coração e a intensidade no trabalho na hora de cumprir as missões”, disse para seus auxiliares. Em termos práticos, o secretário de Planejamento, Gestão e Transformação Digital, Felipe Matos, fez uma apresentação com dados que reforçam a preocupação principal com o combate à desigualdade, mas também com as informações iniciais sobre o plano de execução para os primeiros 100 dias, assim como ações de médio prazo. “Para que todo mundo se sinta no mesmo barco, tratamos de temas sobre o programa de governo, metas, secretarias”. O choque de gestão, que busca também maior economia nos custos da máquina pública, foi discutido, ressaltou.

Sinceramente, o #OxeRecife espera que o novo Prefeito, além do choque de gestão na Prefeitura, dê mesmo é um freio de arrumação na cidade, já que o seu antecessor deixou os espaços públicos totalmente detonados. É só dar uma volta por parques, praças do Recife e até pelos locais turísticos. Ele pode até ter marcado a gestão com iniciativas  válidas como o Compaz e o Hospital do Idoso. Mas esqueceu do principal, que foi olhar a cidade como um todo. O Recife, infelizmente, dá pena.  Quem visita outras capitais nordestinas – como Salvador e João Pessoa –  sabe muito bem do que se está falando. É só comparar… Não é à toa, portanto, que o Prefeito encerrou a sua gestão como o mais impopular do Nordeste.

Leia também:
João Campos diz que o Recife tem o melhor secretariado do Brasil
João Campos, se eu fosse você…
A voz do eleitor:  “Por uma cidade inteligente e um prefeito de resultados”
A Voz do eleitor: “Que o Prefeito respeite mais o Recife e os recifenses”
A voz do eleitor: “Eu quero um Recife mais sustentável”
A voz do eleitor: “Quero um Recife mais sustentável
A voz do eleitor: “Gostaria de ver o Recife como uma cidade mais organizada”
A voz do eleitor: “O Recife precisa de um prefeito que não seja cara de pau”
A voz do eleitor: “Por um Recife com igualdade social e ruas sem lixo”
A voz do eleitor: “Um Recife mais limpo, mais saudável, mais agradável”
A voz do eleitor: “Quero um Recife mais humano, disciplinado e consciente”
A Voz do eleitor: Gostaria que o Recife fosse uma cidade mais humana
A Voz do eleitor: “Quero a volta do orçamento participativo”
A voz do eleitor: “Gestão inclusiva, justa e participativa”
A Voz do eleitor: Espero competência, honestidade, dignidade
A Voz do eleitor: “Que o próximo gestor faça uso correto do dinheiro público”
A  Voz do eleitor: Uma cidade justa, limpa e muito bem cuidada 
A Voz do eleitor: Mobilidade, controle urbano, história preservada, cidade parque
A Voz do eleitor: Saneamento, mobilidade, saúde, patrimônio protegido
Marília cai em um dia e sobe no outro
TCU: 10.000 candidatos receberam auxílio emergência, treze em Pernambuco
Marília cai em um dia e sobe no outro
Ibope: João Campos joga pesado e reverte vantagem de Marília
Debate: Campanha do ódio
Direita pede votos para João Campos porque “Lula tem pacto com o demônio”
Campanha vira lavagem de roupa suja
PSB: Dá para acreditar? Nunca fez nada pelo Recife e quer ser prefeita
Segundo turno começa a esquentar temperatura. Debate foi só o inicio
A virada de Marília Arraes
A nova cara da Câmara Municipal
TRE, idosos, pandemia e santinhos
João Campos deve disputar segundo turno com a prima Marília
Eleições municipais, 2020: Pernambuco tem 1.140 fichas sujas
O debate e perguntas sem respostas
Chame, chame a delegada
Cuidado com a Covid no dia da eleição
Lixo oficial à margem do Capibaribe, cidade entregue e prefeito impopular 
E os 50.000 títulos de regularização fundiária?
Sessão Recife Nostalgia: “Quando a cidade era cem por cento saneada)

Você está feliz com o Recife?
O índice de felicidade urbana do Recife
Viva 2018, Recife
O Recife que queremos, em 2019
Recife, cidade parque em 2037
Aos 483, o Recife é lindo?
Recife se prepara para os 500 anos
Uma cidade boa para todo mundo
Pobre Recife. Será que isso vai mudar?

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Rodolfo Loepert / Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.