Ameaçada de extinção, jaguatirica é resgatada em estrada do Agreste

Parece um bichano doméstico, mas é jaguatirica (Leopardus pardalis). Lindo, não é? A espécie está ameaçada de extinção. Jovem e macho, o animal foi encontrado em uma rodovia, no entorno do município de Taquaritinga do Norte, localizado a 182 quilômetros do Recife.

O mamífero foi recolhido e já está no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), unidade da Agência Estadual de Meio Ambiente (Cprh), órgão legalmente responsável para  receber, tratar, monitorar e preparar e reintroduzir à natureza.

O filhote chegou ao Cetas na noite da segunda-feira, 28, onde recebeu os primeiros cuidados. O gestor do Cetas, Yuri Marinho, informa que o animal tranquilo e relativamente manso.“A gente não sabe se é porque ele estava sendo criado em cativeiro ou se por conta da situação em que foi encontrado”. Após receber os cuidados de veterinários e biólogos, o filhote passará pelo processo de reabilitação e treinamento para depois ser solto na natureza.

Leia também:
Três novas unidades de conservação têm animais ameaçados de extinção
Pernambuco ganha três novas unidades de conservação que beneficiam o Rio Capibaribe
Gato mourisco confundido com um bichano é socorrido pela Cprh
Animais queimados chegam ao Cprh
Onça bebê é resgatada no Sertão
Pedreiro salva capivara empurrando carro de mão por oito quilômetros
Capivara resgatada volta à natureza
Cprh devolve 4.308 animais à natureza
Animais: “Eles precisam de nós”
Achado bebê, Diego já é um rapaz
Jaguatirica perdida é resgatada
Jaguatirica que apareceu ferida na Zona Norte já voltou à natureza
Jaguatirica resgatada na Zona Norte
Diego já é um rapaz
Árvores queimadas quase matam tamanduá

As flores da caatinga em exposição
Estação ecológica: plantio de maconha e extermínio de tatus
Caatinga, bioma único comemora oito anos de estação ecológica no Sertão

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Cprh / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.