Casos de Covid-19 batem recorde em PE. Governo ameaça com “medidas duras”

Todo cuidado é pouco, nas comemorações da virada do ano. A Covid-19 não está para brincadeira. Não se exceda, use máscara, evite abraços e beijos efusivos, pois nessa quarta-feira (30/12) Pernambuco bateu recorde diário de novos casos de infecção pelo novo coronavírus, com o registro de 2.512 pessoas contaminadas. O maior número de registros em 24 horas havia ocorrido em 15 de maio passado, com 2.279 pessoas doentes.

O Secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, pediu cautela e compreensão por parte de empresários, hotéis, produtores de eventos e da própria sociedade para que respeitem os protocolos sanitários nas festas de final de ano. Estão proibidas aglomerações desde as comemorações de Réveillon na areia da praia até festas em condomínio. Tudo para evitar a expansão da doença. informou que se não houver colaboração é provável que, já em janeiro, o governo tenha que “adotar medidas mais duras” para “evitar cenário epidemiológico grande antecipado”. Boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde indica que os 2.512 novos casos, o número oficial de pessoas infectadas chega a 220.284 em PE.

Nas últimas 24 horas foram confirmadas 20 mortes em laboratório como tendo sido provocadas pela Covid-19. Com estas, o número de vidas perdidas para a pandemia chegou a 9.632. Apesar dos números, parece que tem gente que nem aí para com a pandemia. No final de semana, na praia de Tamandaré, houve aglomeração, festa e muita gente sem máscara. A mesma situação foi observada em alguns bares da Zona Norte na praia de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. No caso de Tamandaré – a 106 quilômetros do Recife – as  autoridades estaduais só souberam do fuzuê pelas redes sociais. Por esse motivo, o Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, informou que as redes estão sendo monitoradas e que os responsáveis por esse tipo de evento serão punidos não só com multa de R$ 1 mil a R$ 100 mil, mas que também serão autuados por “crime contra a saúde pública”. Ele disse que só na Região Metropolitana, 118 bares já foram  autuados, com cerca de 20 interdições.

Governo de Pernambuco vai comprar 1 milhão de máscaras de tecido ao Polo de Confecções do Agreste.

Para tentar reduzir a transmissibilidade da Covid-19, o Governo de Estado anunciou a aquisição de mais um milhão de máscaras de tecido, neste final de ano. Todo o material virá do Polo de Confecções, que fica na Região Agreste de Pernambuco, e que tem em Toritama, Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe os municípios mais movimentados. Neles, normalmente as vendas são menores depois das festas de final de ano.  Elas voltam a se aquecer perto do carnaval, mas como a festa está cancelada em Pernambuco, as encomendas aliviarão os tempos de vacas magras.  Através da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), a gestão estadual já havia realizado a compra de outro lote de um milhão de máscaras, no início da pandemia.. O montante já distribuído para a população, desde o início da pandemia, ultrapassa 2,5 milhões de itens, entre o material adquirido e as doações recebidas.

A AD Diper lancará, em 8 de janeiro, um edital para aquisição deste novo lote. A iniciativa será viabilizada por meio do credenciamento de empresas produtoras de confecção em todo o Estado, que tenham o selo de qualidade reconhecido pelo Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE). Para permitir a participação de fabricantes de diversos portes, serão adquiridos lotes com quantidades variando de 20 mil a 100 mil peças. Por meio do Programa Máscara Para Todos, mais de 100 empresas do Polo de Confecções já receberam essa chancela.

Leia também:
Pandemia: Sem fogos de artifício, virada do ano terá show de laser
Baile do Menino Deus: “Não houve nenhum caso de contágio”
Com a pandemia, Baile do Menino Deus vira cinema
Estamos passando por um momento difícil da pandemia
Governo diz que já chamou 8,1 mil profissionais para lutar contra a Covid
Em calamidade pública,Pernambuco cancela carnaval 
Covid-19 volta a subir. E muito
Pandemia cresce e Pernambuco tem 428 novos leitos públicos
Crise na saúde: #SomostodosCisam
Covid: números preocupam mas bares abusam na Zona Norte
Pernambuco está pronto para distribuir vacina contra Covid-19
Proibidas festas de Natal e reveillon
Pastoris virtuais começam no sábado
Proibidas festas de Natal e réveillon
Pilar: Projeto Ação prepara festa natalina
Dê presentes sociais nesse Natal
Lar do Nenen precisa de ajuda
Sem festa da Vitória Régia, Casa da Criança Marcelo Asfora precisa de você
Decoração natalina perdeu para outras capitais do Nordeste

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Acervo / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.