Festa e Santa em tempos de pandemia

Dia de muita devoção, na Festa do Morro, em homenagem a Nossa Senhora da Conceição. Logo cedo, a Zona Norte despertou com foguetório, que tradicionalmente ocorre entre a noite de 7 e a manhã de 8 de dezembro. Em 2020, pela primeira vez, a festa religiosa será encerrada sem sua habitual procissão, que arrasta milhares de pessoas do centro até o alto da Zona Norte, no dia do encerramento dos festejos. Por conta da pandemia, muitos devotos anteciparam a ida ao Santuário, para evitar a esperada aglomeração que deve ocorrer hoje.

Desde as duas da manhã, que há celebrações litúrgicas no Santuário.  Até às 19h, terão sido oito missas. As próximas acontecem  às 9h, 12h, 14h e 16h. A última  será celebrada pelo Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido. As celebrações são transmitidas ao vivo pelo Canal do Santuário de Nossa Senhora da Conceição no YouTube e pela TV  Pai Eterno.   A circulação no entorno do Santuário e no seu interior está disciplinada, inclusive com separação para entrada e saída.

No interior da Igreja, há disponibilidade para 240 pessoas sentadas, em seus120 bancos. Na parte externa, há 300 cadeiras mantendo-se distanciamento. A temperatura dos fiéis tem sido aferida na entrada do templo, assim como disponibilizado álcool gel. Outra limitação barra em costume secular: a colocação de velas ao redor da santa. Não está sendo permitido acesso de devotos aos velários. O comércio também está limitado. Ao contrário de anos anteriores, quando as calçadas e a praça são tomadas por ambulantes, a prática está proibida.

Só quem tem permissão para o comércio é quem já tem loja no Morro ou armou um ponto de venda em frente de casa. Desempregado há quatro anos, Edinilson da Silva esperava não ser barrado. Subia a ladeira empurrando um carro de mão carregado de bananas, e esperava voltar para casa com a mercadoria vendida. “A pessoa sem trabalho tem que se virar e espero que não me mandem voltar para casa, pois tenho família para sustentar”, dizia.

Moradora de Limoeiro,  Raissa Cristina da Silva também esperava faturar na festa, vendendo fininhos. Fininho ou confeito – como ela prefere chamar – é a principal fonte de sustento da família, que reside em um sítio, na área rural de Limoeiro, a 77 quilômetros do Recife.  Às 14h, aqui no #OxeRecife, contarei como a família se mobiliza para fabricação do doce, seguindo saberes ensinados pelos antepassados. Do alto do Santuário, padre Elisvaldo, um missionário redentorista, jogava água benta nos fiéis. E pedia para que fossem logo embora,  para evitar maior disseminação da pandemia, que está em alta em Pernambuco, inclusive com decreto estadual que proíbe festas, shows, música ao vivo em bares e restaurantes e impõe limitações severas a comemorações de final de ano, como Natal e Réveillon. Veja o vídeo com as recomendações do padre.

 

Leia também
Festa do Morro: Passos da fé na pandemia
Pandemia impõe mudança à Festa do Morro
Sequestro relâmpago leva apurado da Festa do Morro da Conceição
Entre a Santa, a calçada e o asfalto
O povo “ferido” da festa do Morro
A Missa da Aurora na Festa do Morro
Festa do Morro: entre o lixo e a fé 
“Peçam  à Santa para a Compesa mandar água para o Morro”
Festa do Morro tem novidades
O exemplo do Morro da Conceição
O “apito da titia”
Fé, saúde e cidadania na Festa do Morro
Santa, comércio, pedinte e jaleco
Santuário se veste de azul e branco
Morro da Conceição no Olha! Recife
Dia de prestar contas aos pés de Nossa Senhora da Conceição
Rei e rainha de Momo sobem o Morro
Dois pedidos para Conceição
O doce “fininho” de Nossa Senhora da Conceição
Dia de prestar contas a Nossa Senhora da Conceição
Santuário se veste de azul e branco
Fé, política, mendicância e black friday na Festa da Conceição
Homem da Meia Noite sobe Morro da Conceição
Entre o sagrado e o profano, Homem da Meia Noite sobe o Morro
Rei e Rainha de Momo sobem o Morro

Texto, fotos e vídeo:  Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.