A corda e a caneca

O Prefeito Geraldo Júlio e o Prefeito eleito João Campos, ambos do PSB, deram início, hoje, ao processo de transição na gestão municipal. Como é tudo do mesmo partido, provavelmente a troca de informações sobre a situação dos cofres públicos e das obras em andamento ou paralisadas deve ocorrer sem traumas nem boicotes.  GJ – cuja gestão foi várias vezes alvo de inquéritos da Polícia Federal – deve ter se livrado do desconforto de auditoria em suas contas, como a que vinha sendo anunciada pela então candidata do PT à sucessão municipal, Marília Arraes.

Com a eleição do candidato do PSB, tudo fica em casa. A petista colocava em dúvida várias despesas da Prefeitura, inclusive no combate à Covid-19. O prefeito eleito quer um relatório minucioso sobre a situação da receita, despesas, obras em andamento e paradas. “Naturalmente, nós temos um foco que é poder enfrentar as desigualdades sociais, poder fazer uma melhoria da qualidade de vida na nossa cidade, ter um foco permanente na educação. Será a pauta que vocês vão ver diariamente em nossa gestão”, disse.

E prometeu “projetos estruturantes que são relevantes para a nossa cidade”. Voltou a anunciar como uma das  prioridades criação do Hospital da Criança do Recife. E de mais dois parques para a cidade: o da Tamarineira e o do Aeroclube (que, na verdade, deveria se chamar Parque dos Manguezais). O prefeito eleito também lembrou a triplicação da BR-232 (no Recife) e a continuação de projeto habitacional na área do Bode, Zona Sul do Recife, que também seria urbanizada. Faltou dizer o que será feito com a montanha de obras paradas do Recife. E, mais uma vez, a pauta sobre a questão do meio ambiente passou longe das discussões.  A construção de dois parques – isto é, se forem realmente implantados – não é tudo. A questão do Recife da emergência climática é muito mais ampla. Não é não?

Leia também
A voz do eleitor: “Que o prefeito respeite mais o Recife e os recifenses”
A voz do eleitor: “Por uma cidade inteligente e um prefeito de resultados”
A Voz do eleitor: “Que o Prefeito respeite mais o Recife e os recifenses”
A voz do eleitor: “Eu quero um Recife mais sustentável”
A voz do eleitor: “Quero um Recife mais sustentável
A voz do eleitor: “Gostaria de ver o Recife como uma cidade mais organizada”
A voz do eleitor: “O Recife precisa de um prefeito que não seja cara de pau”
A voz do eleitor: “Por um Recife com igualdade social e ruas sem lixo”
A voz do eleitor: “Um Recife mais limpo, mais saudável, mais agradável”
A voz do eleitor: “Quero um Recife mais humano, disciplinado e consciente”
A Voz do eleitor: Gostaria que o Recife fosse uma cidade mais humana
A Voz do eleitor: “Quero a volta do orçamento participativo”
A voz do eleitor: “Gestão inclusiva, justa e participativa”
A Voz do eleitor: Espero competência, honestidade, dignidade
A Voz do eleitor: “Que o próximo gestor faça uso correto do dinheiro público”
A  Voz do eleitor: Uma cidade justa, limpa e muito bem cuidada 
A Voz do eleitor: Mobilidade, controle urbano, história preservada, cidade parque
A Voz do eleitor: Saneamento, mobilidade, saúde, patrimônio protegido

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.