Parem de derrubar árvores (269)

Mais dois toquinhos no Recife da emergência climática e do arboricídio.   Aliás, dois “tocões”. Caminhando hoje pelas ruas de Boa Viagem – um pouco antes de chegar à  praia – vi mais duas vítimas da motosserra insana, a qual está virando a marca registrada da nossa cidade. Infelizmente. São tantas as árvores degoladas, que terminaram por nos obrigar a criar campanha e a hastag #ParemDeDerrubarÁrvores. Que jeito? Não dá para calar.

O pior é que na campanha eleitoral ainda não vi nenhum, mas nenhum mesmo, candidato apresentar proposta ou promessa que implique em uma política de arborização de respeito para o Recife. Se promete tudo: isenção de Iptu, distribuição de títulos de posse, redução de multas no trânsito, créditos com direito a calote e  até um trem suspenso.  Árvore não vai à  urna, e por esse motivo os candidatos esquecem delas. Mesmo com espaços verdes do Recife cada vez mais detonados. É realmente uma tristeza perder o patrimônio vegetal da cidade dessa forma. As degolas aparecem, os tamboretes ficam à mostra pelas ruas e nada acontece. Ou seja, normal. O arboricídio se banalizou de uma forma que as pessoas nem mais se importam com esse descalabro. Não vejo o Ministério Público se pronunciar. E os ambientalistas dizem o quê?

Na calçada do Edifício Aquarius, número 4424, da Av. Boa Viagem, árvore degolada é encoberta com areia preta.

Será que não há nenhum erro na política de arborização do Recife que, só nos dois primeiros anos da atual gestão já tinha eliminado 5 mil árvores da paisagem da cidade? Depois, esse número virou uma caixa preta. Mas não é difícil estimar o total de perdas, porque elas estão em todas as esquinas. E o que é pior: sem a devida reposição.

Em Boa Viagem,  Zona Sul do Recife, só nessa manhã, encontrei mais dois toquinhos. Um fica na própria Avenida, à beira-mar, em frente ao Edifício  Aquarius, perto do Castelinho. O toquinho que sobrou quase não se percebe, pois está coberto com uma areia preta. Mas dá para observar que os restos da árvore estão lá, e que nada foi feito para substituí-la. O outro (foto superior) fica na Avenida Conselheiro Aguiar, à altura do Edifício Bahia. Pela cor da madeira, o corte é recente. A impressão que se tem é que, além de degolada, a árvore foi torturada. Ou cena triste, meu Deus… Só no Recife mesmo….

Nos links abaixo, você confere outras perdas no bairro de Boa Viagem. E pode até checar se houve reposição, porque todas as postagens têm foto, endereço e data.

Leia também:
Emergência climática: Recife mais verde é balela
O Recife tem quantas árvores?
No dia da Árvore, o Recife ganha seis. Mas quantas a cidade já perdeu?
Parem de derrubar árvores (4)
Parem de derrubar árvores (16)
Parem de derrubar árvores (61)
Parem de derrubar árvores (63)
Parem de derrubar árvores (66)
Parem de derrubar  árvores (74)
Parem de derrubar árvores (79)
Parem de derrubar árvores (84)
Parem de derrubar árvores (90)
Parem de derrubar árvores (111)
Parem de derrubar árvores (118)
Parem de derrubar árvores (133)
Parem de derrubar árvores (180)
Parem de derrubar  árvores 184
Parem de derrubar árvores 190
Parem de derrubar árvores 213

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.