“Sorriso de Criança”: Alegria em Camela

A pandemia mostrou o quanto há pessoas e grupos solidários no Recife. Uns já existiam. Outros, surgiram diante da necessidade de assistência a famílias que ficaram sem sustento, já que a crise econômica agravada  pela crise sanitária deixou muita gente sem emprego. E passando até necessidade. Alguns souberam se reinventar. Outros, necessitam de ajuda. Uma das organizações que contribuíram para amenizar sofrimento destes últimos é a Sorriso de Criança.

Nesta semana, a organização não governamental – que não é vinculada a nenhuma igreja nem partido político – esteve em Ipojuca, na Zona da Mata Sul, para levar alegria, alimentos e brinquedos a crianças em situação de vulnerabilidade social. O local escolhido foi Camela, distrito daquele município, localizado a 57 quilômetros do Recife. Em 17 anos de atuação,a ong já levou ajuda a 5 mil crianças pernambucanas.

A visita a Camela contou com caravana de 35 voluntários, liderados pelos criadores da Sorriso de Criança, Kátia Fernanda e Chico Silva. Com o grupo, foram até Camela onde distribuíram 150 cestas básicas, 200 brinquedos, sacolinhas com guloseimas e brindes. Tudo para assinalar, com um certo atraso, o transcurso do Dia da Criança. Mas todo dia é dia da criança, que tem direito a comida, escola, saúde, lazer.

Este ano, não foi possível a realização de brincadeiras – como pula-pula – e outras atrações, exatamente por conta da Covid-19. Uma equipe da Ong esteve em Camela, fez o levantamento das famílias mais carentes e distribuiu senhas, para evitar aglomeração e empurrões no dia da ação. Tudo organizado e com a segurança que o coronavírus exige.

Leia também:
Corrente do bem em Cabo e Ipojuca
Pandemia: A corrente do bem
Quitinete para morador de rua
Vida na rua, praça, rede e droga
Mais um restaurante popular no Recife
Ajuda informal para os informais
Pandemia: Jardim Secreto faz vaquinha para ajudar Caiara
Pandemia: palafitas vão ganhar live a partir de barco: “O rio vai pegar fogo”
Pandemia: Galpão das Artes faz live para ajudar circos
Corona vírus e a rede de solidariedade
Rede de solidariedade só faz aumentar
Vaquinha para a venda de Seu Vital
Pás retomam produção de máscaras
Pandemia com delivery de palhaços
Olha pró céu, meu amor… em casa

Brasil, Recife, pandemia e eventos
Sem festa e com cachê garantido
Pandemia tem delivery de palhaços
Clube das Pás: Das festas à pandemia
Pandemia: Socorro para os artesãos e venda virtual
Bia: Remédio contra o confinamento
Sem festa, mas com cachê garantido
Augusto César nas Pás: Vou escalar todo seu corpo
Clube das Pás: festa de dança virtual
Pandemia: As estátuas mascaradas contra o coronavírus nas ruas do Recife
Cufa-PE vai às favelas contra o coronavírus
Trem do bem: desinfecção e doação
Canibbal contra o coronavírus
Doação de alimentos por agricultores da reforma agrária

Texto: Letícia Lins (c/ Alexandre Trindade) / #OxeRecife
Foto: Sorriso de Criança / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.