Ponte-Viaduto: Perigo para pedestre

Está cada vez mais complicado atravessar a pé a Ponte- Viaduto Parnamirim-Torre, que passa por cima do Rio Capibaribe e liga aqueles dois bairros. Costumo usar esse trajeto nas minhas caminhadas Casa Forte – Torre, mas infelizmente virou um risco andar pela sua calçada, onde a gente se defronta com bicicletas e até motos. Um absurdo.

Foi o que aconteceu na manhã de hoje, quando fazia meu habitual percurso a pé. Na ida, encontrei nove ciclistas utilizando a calçada para pedalar. Apenas um seguia andando, conduzindo a bicicleta pelo guidão, como determinam as leis de trânsito.

A atitude correta do ciclista que trafega pela calçada é essa da foto, mas é pouco comum em viaduto na Zona Norte.

Um deles, passou raspando em mim e eu reclamei, lembrando que ali é lugar para pedestre. Ele respondeu: “E eu vou morrer, é?”. Desse jeito, como se o espaço fosse uma ciclofaixa para ele. Como se não fosse, também, um risco imposto ao pedestre cruzar com duas rodas nos locais a ele destinado.

Pior, quando voltava, cruzei foi com uma moto, na boa, trafegando pela calçada. Sinceramente, creio que a ponte-viaduto está a exigir câmeras de monitoramento, porque desse jeito fica perigoso e difícil para caminhar.  Cidadania a pé, cadê? Aliás, naquele  trajeto à altura do Parnamirim tem outra coisa que ninguém entende: a faixa de pedestre que leva a lugar nenhum, na via (Rua João Tude de Melo) que dá acesso à ponte-viaduto, para quem vem no sentido Avenida Rui Barbosa – Torre.

Leia também:
Faixa de pedestre leva a lugar nenhum
Faixa de pedestre leva a lugar nenhum
Riscos para quem anda e pedala
GGE: Amigos do Parnamirim cobram transparência
GGE diz que fez a coisa certa
Lojão e colégio: confusão na Zona Norte
E o pedestre, como é que fica?
Parem de derrubar árvores (134)
Da árvore só restou o pó de serra
Calçadas cidadãs na Jaqueira e no Parnamirim
Novas calçadas: 124 km até 2020
Riacho Parnamirim ainda tem jeito
Cenas da vida rural no Parnamirim
Capibaribe: novo centro de convivência
Permuta Cultural no Parnamirim
Muda tudo para o verde no Parnamirim

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.