Transformação digital em discussão

Com a pandemia, o isolamento social e o advento do home office, o mundo virtual ganhou ainda maior dimensão na vida das pessoas. E de empresas. Em alguns setores, no entanto, o impacto já era muito grande antes mesmo do furacão do coronavírus, como são os casos do setor financeiro e o da saúde. A transformação digital em ambos será discutida na quarta-feira (14/10), em evento que ocorre no Espaço Califórnia, no Recife (Rua Artur Muniz, 82, Boa Viagem). E dele participam dois jovens executivos, que abordam experiências bem sucedidas.

O encontro será às 18h30, e se destina a cem jovens líderes, que ouvirão Breno Neves (CEO da Devexo, foto horizontal) e Edisio Pereira Neto (CEO do Zro Bank, foto vertical). O debate será mediado por Daniel Asfora (Presidente do Lide Futuro Pernambuco). O evento é promovido pela Devexo (fábrica de negócios de inovação), Zro Bank (primeiro chatbank da América Latina) e Lide Futuro de Pernambuco (grupo que reúne jovens lideranças do Estado para debater ideias e potencializar oportunidades de negócios). Breno abordará o caso da Clin-Plano Digital, principal cliente da Devexo.

Nascida como convênio odontológico, a Clin- Plano Digital  foi fundada em 1997. É o primeiro plano odontológico digital do Brasil, e que permite que todas as etapas de atendimento sejam feitas via aplicativo.  O ClinApp é atualmente o mais baixado entre os apps de convênios odontológicos do país na Google Store, com avaliação positiva de 4,7 em uma escala que vai até 5. Com mais de 170.000 clientes, 8.000 dentistas credenciados, a Clin está em plena expansão para levar saúde bucal com tecnologia e inovação a número cada vez maior de brasileiros.  Com investimento contínuo em tecnologias inovadoras, a empresa montou um hub de aceleração de startups de saúde que compreende a Devexo (fábrica de negócios e inovação), a Saly (startup de compras corporativas), e a Zapet (aplicativo de telemedicina para pets).

Já o Zro Bank é o primeiro chatbank da América Latina, que disponibiliza transações financeiras em real e em bitcoin, sendo o primeiro do Brasil a unir os dois mundos operando por meio da tecnologia blockchain. Em breve, outras moedas tradicionais e digitais estarão disponíveis na plataforma, incluindo dólar, euro e até mesmo o ouro. A fintech chega ao mercado visando mudar a relação dos clientes com as instituições bancárias, com expectativa de chegar aos 100 mil usuários até dezembro. O Zro Bank pertence aos mesmos sócios do Grupo B&T, nº 1 do Brasil em operações de câmbio. A fintech está sediada estrategicamente em Recife por ser um grande polo digital, contando com mais de 60 pessoas que estão trabalhando há um ano para lançar o primeiro banco digital nascido no Nordeste para todo o mundo. A startup está em negociação com alguns fundos de investimentos nacionais e internacionais para a primeira rodada de captação que está sendo conduzida pela Deloitte, com foco na expansão internacional.

Leia também:
“Atendimento robótico não satisfaz”
A pandemia deixou a justiça mais ágil?
Matemática: 28 alunos premiados
Robótica: rede pública em destaque
Robótica leva estudantes à Hungria
Pandemia: Magiluth nada contra a maré
Magiluth: Criatividade em meio à pandemia com teatro virtual e individual
Alunos fazem aplicativo para Fenearte
São João: estudantes criam aplicativo
Drama da Paixão tem aplicativo para turistas
Recife ganha aplicativo arborize
Secretário não sabe nome de aplicativo contra ladrão
Startup faz campanha contra o lixo
Startup resgata 2 mil gatos de rua
Faça como a WeWork
Expolab tem curso de marketing digital
Projeto Conexões é lançado

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.