Riscos para quem anda e pedala

Estou esperando que os candidatos a Prefeito digam logo quais as ações que pretendem implantar para que a população possa andar ou pedalar com mais segurança no Recife. Porque se pelo menos os ciclistas já contam com algumas faixas exclusivas – porém poucas – o pedestre não tem como andar sem correr perigo, devido à má conservação do asfalto e das calçadas.

E a cidadania a pé, como é que fica? Nesses tempos de pandemia, a melhor forma de evitar o contágio pelo coronavírus é fazendo percursos a pé ou de bike. E evitar, ao máximo, o transporte público, cujos ônibus e trens circulam apinhados de passageiros, na contramão do que determinam os protocolos de segurança sanitária, que apregoam o distanciamento. Porém há pessoas que, mesmo trabalhando perto de casa, temem levar tombo, devido às condições precárias nos nossos caminhos. Usam o transporte coletivo ou particular.

Parece uma jaula, mas são ferragens expostas na calçada do Parque Apipucos. Risco para o pedestre e baixa visão.

Os riscos estão nas calçadas esburacadas e detonadas que provocam ferimentos e fraturas, ou no asfalto. Pois este, além de irregular, possui muitas armadilhas. É impressionante o descaso do poder público com a segurança do cidadão no Recife. Em cada esquina, um perigo. São tampas de concreto desgastadas, ferragens expostas, calçadas que impõem dificuldades ainda maiores a pessoas idosas ou com problemas de mobilidade.  Cadeirante? É sofrimento demais para se deslocar. Acessibilidade  zero.

Tudo isso deixa o cidadão revoltado. Se ele paga seus impostos, tem direito à oferta de bons serviços, por tudo que pagou. Essas duas armadilhas da foto ficam na Zona Norte do Recife. E foram encontradas em caminhada matinal pelos bairros de Apipucos, Casa Forte, Parnamirim, Casa Amarela. A primeira (redonda) fica em pleno asfalto, na Estrada do Arraial, à altura da Vila dos Comerciários, área de grande movimento. Um perigo para quem faz a travessia, tipo depois do coice, a queda. A pessoa cai e corre o risco de ser atropelada. O outro fica na calçada do Parque Apipucos, um dos mais abandonados do Recife. A lei diz que calçadas são de responsabilidade de proprietários de imóveis. Mas quando o equipamento é público, a manutenção é responsabilidade da Prefeitura. Mas… cadê? Como se não bastasse tudo desabando no interior do chamado Parque Maximiano Campos (em homenagem ao avô de um dos candidatos), a pessoa ainda corre o risco de desabar no chão, diante de um descalabro desse. Resta perguntar: essas tampas são feitas com cimento ou areia?

Leia também:
Onde estão as calçadas que você diz?
Recife: Calçadas e ruas assassinas
Calçadas assassinas: “É sair e cair”
Calçadas nada cidadãs na Zona Norte
Calçadas nada cidadãs
Acidente em calçada requer até Samu
Calçadas detonadas no centro
“Já torci o pé três  vezes nas calçadas”
Cidadania a pé? Buraco e queda
Bandalha nas calçadas requalificadas
Calçadas largas na Gervásio Pires
Calçadas oferecem risco na Boa Vista
Bandalha nas calçadas do Recife
As 22000 multas cidadãs de Francisco
Cidadania a pé, como?
Prefeitura diz que recupera calçadas
Novas calçadas: 134 quilômetros até 2020
Quem inventou as famigeradas tampas duplas de nossas calçadas
Acidente em calçada requer até Samu
Calçada dá medo na gente de afundar
“Revoltado com a queda na calçada”
Os cem buracos do meu caminho
“Já torci o pé três vezes nas calçadas”
Recife: calçadas e ruas assassinas
Oxe, cadê as calçadas da Avenida Norte?
As inviáveis calçadas da Avenida Norte
Av Norte: reforma só atinge doze por cento das calçadas. Pedestre corre risco
Calçadas crateras na Avenida Norte
Calçadas melhoram na Av Norte. Mas…
As inviáveis calçadas da Av Norte
Requalificação na Av Recife inclui retirada de gelos baianos das calçadas?
Qual vale mais: a vida ou o poste?
Que saudade da Rua Nova
Calçadas pedem socorro no Recife
Calçadas detonadas no Centro
Convite ao tombo no centro
Calçadas nada cidadãs
Por calçadas cidadãs
Uma “piscina” no meio do caminho
Futuro das usurpações urbanas
Cadeirante merece respeito
Cadê o respeito aos cadeirantes?
Cadê a calçada daqui? Oxe, Recife
Comunidade recupera calçada em Casa Amarela.Essas cenas vão sumir?

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.