Recife volta a liderar óbitos da Covid-19

Sinceramente, não dá nem para se animar. Os números da Covid-19 ainda preocupam, e muito. Hoje Pernambuco bateu a casa dos 8 mil mortos, por conta da pandemia. E o Recife que chegou a comemorar alguns dias sem o registro de uma só morte, lidera a triste estatística com dez óbitos. O otimismo era tão grande na capital, que seis dos sete hospitais provisórios de campanha já foram até desativados. Mas nas  áreas públicas, persiste o esforço de higienização de locais como metrôs, parques, praças (foto).

Vamos, pois, aguardar mais alguns dias para ver como a pandemia se comporta na nossa cidade. Até porque, em termos de isolamento social, o feriadão de 7 de Setembro foi um verdadeiro descalabro. E as consequências nós veremos nos próximos dias. Se é que elas até já podem ter começado. No Estado, já são 8.004 vidas perdidas, das quais 33 foram confirmados em laboratório, nas últimas 24 horas. Destas, dez vítimas são do Recife.

Os outros novos óbitos são de pessoas residentes nos municípios de Belém de Maria (1), Cabo de Santo Agostinho (5), Cachoeirinha (1), Camaragibe (2), Caruaru (2), Cedro (1), Custódia (1), Gameleira (1), Igarassu (1), Jurema (1), Olinda (1), Paulista (1), Primavera (1), Recife (10), Sanharó (1), São Lourenço da Mata (1), Tabira (1) e Triunfo (1). E foram registrados 807 novos casos da infecção nesse sábado (19/9)), segundo informa a Secretaria Estadual de Saúde. Agora, somam 141.042 os casos oficialmente computados no Estado. De acordo com a SES, 122.512 pacientes estão recuperados da doença.  Pelo menos  isso. Graças a Deus e proteção para quem se livrou do coronavírus.

A doença – tanto a forma leve quando a Srag (Síndrome Respiratória Aguda) marca presença em todos os 184 municípios pernambucanos. Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 21.585 casos foram confirmados 35.323 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco informou que, devido à pandemia, caiu a quantidade de transplantes no Estado. Entre janeiro e agosto deste ano, foram realizados 511 em Pernambuco (de órgãos e tecidos). É um número 52,8 por cento menor do que o realizado em igual período de 2019.

Leia também:
Hospital provisório desativado sob investigação da PF
Pandemia: A polêmica dos respiradores
Suspeita na compra de respiradores: Operação Apneia na terceira fase
Pandemia em queda no Recife. E depois do coronavírus?
Spós os duvidosos, respiradores turcos
Quem tem razão, o Ministério Público de contas ou a Prefeitura?
No Brasil, 3,6 mil respiradores precisam de conserto
A briga judicial por respiradores em PE
Máscaras podem virar caso de polícia
Pandemia: A ação do bem se amplia

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.