Covid-19: Praia ganha placas divertidas

No passado, o dia 7 de setembro não era só lembrado como uma data patriótica  no Recife. Era o feriado em que se assinalava a abertura oficial da temporada de praia e marcado no estado como o início do período de calor. As pessoas até compravam roupas e a acessórios de praia – maiôs, biquínis, chapéus – como uma espécie de ritual como aquele de usar roupa nova na passagem de ano. Lembro-me que a praia ficava lotada e até retreta aparecia na beira-mar. Mas tudo muda, e o 7/9 é lembrado apenas como o Dia da Independência.

Não para mim, pois 7 de setembro  é dia de sol e banho de mar. Com a pandemia, as coisas mudaram. E aquela superlotação na areia virou atitude de risco. Mas com a aproximação do final do ano, a tendência é que a orla “esquente” ainda mais, depois de tantos meses de interdição, por conta do isolamento social obrigatório. Apesar da Covid-19 e de não termos ainda uma vacina que nos garanta segurança,a, a areia já esteve muito cheia no final de semana. Para lembrar a população sobre os cuidados com a saúde, o Projeto A Arte Cura distribuiu placas divertidas na orla de Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

Placas são dirigidas não só a banhistas como também a ciclistas que pedalam na orla de Boa Viagem, Zona Sul.

Elas têm lembretes sobre os protocolos a seguir, para se prevenir do coronavírus, tipo “Use máscaras” ou “Mantenha o distanciamento”. A iniciativa  faz parte da etapa Arte que Abraça, do Projeto A Arte Cura, que é capitaneada pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife. São 120 profissionais atuando naquele trecho da Zona Sul, esclarecendo banhistas e turistas sobre medidas preventivas. “A pandemia ainda existe e precisamos continuar nos cuidando e cuidando um dos outros. O uso de máscara é um ato de amor próprio e também amor ao próximo”, afirma a secretária de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, Ana Paula Vilaça.

Ao todo, são cinquenta sinalizações divertidas colocadas no calçadão da orla orientando e reforçando as regras em tempos de pandemia: “Distância é amor”; “Pedale com máscara”; “Caminhe com máscara”; “Use máscara”. As placas estarão na Avenida Boa Viagem, entre a Rua Padre Bernardino Pessoa e o Segundo Jardim. É a oitava etapa dentro do projeto A Arte Cura, que já contou com diversas iniciativas: Entrega de 550 mudas, a maioria cultivada no viveiro do Jardim Botânico do Recife; o Varal do Bem, com distribuição de máscaras em  mercados públicos e feiras da cidade; a intervenção com colocação de máscaras em estátuas e bustos; pinturas em algumas ruas e avenidas da cidade, com mensagens de esperança e solidariedade.

E ainda a Frevioca, que circulou pela cidade no Dia das Mães e também no Dia dos Pais, levando música  aos recifenses. Também houve instalação com 1500 corações colocados na Avenida Rio Branco em alusão aos recuperados pela infecção pelo novo coronavírus nos hospitais de campanha da cidade. A ideia é legal,  pois aconselha sem intimidar. O problema de Boa Viagem, no verão, no entanto, não se restringe à pandemia: a praia que é o cartão postal da Zona Sul, infelizmente foi abandonada durante a quarentena. Aliás, já estava, Com o isolamento social, ficou ainda pior: quiosques pilhados e com lonas rasgadas, bancos desabando, calçadão precisando de reparos, policiamento insuficiente, excesso de animais domésticos na areia (o que é proibido em lei), escadarias precisando de reparos. Ou seja, Boa Viagem precisa muito mais do que placas divertidas. Precisa de carinho, cuidado, planejamento, limpeza, iluminação, segurança.

Nessa sexta-feira, 4/9, a Secretaria Estadual de Saúde confirmou 1.031 novos casos da Covid-19, elevando para 131.230 o número de pessoas oficialmente infectadas na pandemia em Pernambuco. Também foram confirmados 32 óbitos em laboratório, somando-se 7.645 o número de vidas perdidas para a doença no estado.

Leia também:
Dia dos Pais: Frevioca em 28 bairros
Dia dos namorados em tempos de  pandemia
As estátuas mascaradas contra o coronavírus
Pandemia: As estátuas mascaradas contra o coronavírus nas ruas do Recife
Pandemia tem Arte Cura
Frevioca no Dia das Mães
Divirta-se em casa como se estivesse na plateia do Santa Isabel
Rafa Mattos: Plante amor, colha o bem
São João da pandemia e da resistência
São João sem fogos nem quadrilhas
Palafitas vão ganhar live a partir de barco, no sábado: “O rio vai pegar fogo”
Corona vírus e a rede de solidariedade
Rede de solidariedade só faz aumentar
Pandemia: a corrente do bem
Vaquinha para a venda de Seu Vital
Pás retomam produção de máscaras
Pandemia com delivery de palhaços

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Maurício Ferry/ Seturel

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.