Multa em Muro Alto: ocupação irregular

Tem gente que pensa que a praia é a casa da Mãe Joana. Até mesmo autoridades e o empresariado. No mês passado, a Prefeitura de Ipojuca foi multada por obra irregular na praia de Maracaípe, paraíso dos surfistas em Pernambuco, e que é vizinha a Porto de Galinhas. Em abril, um  luxuoso hotel  de Serrambi – também no Litoral Sul – foi multado por danificar recifes de corais com a com a instalação de tubulações para abastecer o… seu aquário particular de lagostas.

É fogo, não é?… Agora, a infração vem de pessoa física, um cidadão que também não respeitou o limite entre o público e o privado. E que mostrou não ter nenhum cuidado com a natureza. A Agência Estadual do Meio Ambiente (Cprh) acaba de aplicar multa de R$ 15 mil a um veranista que decidiu  fazer obra onde não deveria: nas areias de Muro Alto, uma das áreas mais frequentadas do Litoral Sul de Pernambuco e  onde ficam os principais resorts da costa pernambucana.

Destruição de vegetação de restinga em Muro Alto, Litoral Sul,rendeu multa de R$ 15 mil a infrator.

A Cprh não divulgou o nome do proprietário do terreno que tentou ampliar os domínios de sua propriedade na beira-mar, destruindo a vegetação de restinga da praia. O ecossistema é a associado ao bioma Mata Atlântica e e tem importante função na natureza: fixação de areia e dunas, evitando – assim – a erosão.

Além da multa e o embargo da obra, o proprietário também responderá por crime ambiental pela retirada irregular de vegetação de restinga da orla. A restinga abriga até animais ameaçados de extinção. A Cprh está precisando dar uma voltinha pelo Cabo de Santo Agostinho,  também no Litoral Sul. Segundo denúncias que chegam ao #OxeRecife,  vários trechos de Mata Atlântica vêm sendo devastados para construção irregular de casas. Fiscalizar é bom. A natureza e a população agradecem.

Leia  também:
Crime ambiental em Maracaípe: Prefeitura é acusada
Coral danificado por canos para alimentar aquário de lagosta de hotel
Litoral Sul: turismo sustentável?
Turismo predatório vai  ter limite em Pernambuco
Litoral Sul terá área de proteção marinha
Litoral Sul: excesso de demanda em APA
Mais proteção para a APA de Guadalupe
Deixem que vivam as baleias
Comer lagosta ovada é não ter coração
Evite comer crustáceos ovados
Acordo na Justiça com algozes do Marlim Azul
Colete três plásticos na areia
Servidor federal é afastado porque fez a coisa certa na proteção ambiental
Praia dos Carneiros ganha aliados contra o turismo predatório 
A praia de Boa Viagem está limpa?
Viaje pelo Brasil Selvagem Costa Brasileira sem sair de casa
Cprh investiga poluição em Suape
Coral danificado por canos para alimentar aquário de lagosta de hotel
Óleo derramado em 2019 deixa marcas no Litoral de Pernambuco
Óleo em 20 praias e sete rios de Pernambuco

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Cprh / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.