“Viaje” pelo “Brasil Selvagem: Costa Brasileira” sem sair de casa

Que tal curtir a natureza? Com a pandemia, fica arriscado viajar. Mas tem jeito de ver belas paisagens, sem sair de casa. E uma das opções é ficar na frente da TV ou do computador, para assistir a série Brasil Selvagem: Costa Brasileira, que começa a ser exibida a partir das 21h45m dessa quinta-feira (16/7), no canal por assinatura da National Geographic.

Serão oito episódios, que levarão o telespectador a paisagens deslumbrantes do Litoral do país. A terceira temporada de #BrasilSelvagem conduz os telespectadores para diferentes locais da costa brasileira. Da Mata Atlântica às afastadas ilhas oceânicas, passando por locais como o Arquipélago de Abrolhos (fotos, Bahia), Lençóis Maranhenses (Maranhão), Fernando de Noronha  (Pernambuco) e outros locais não tão conhecidos como a Lagoa do Peixe (no Parque Nacional da Lagoa do Peixe, Rio Grande do Sul)

O Arquipélago de Abrolhos faz parte da série Brasil Selvagem: Costa Brasileira, que a National Geographic exibe.

Ou seja, a série apresenta a gigantesca costa atlântica do país, que abrange cinco bomas brasileiros, e conta com águas azuis e verdes, dunas, centenas de ilhas, recifes, costões rochosos, dunas, estuários e baías, além de ser lar de milhares de espécies de peixes, aves, e plantas que precisam ser conhecidas e preservadas. Cada episódio é estruturado em torno de um ecossistema e apresenta histórias únicas e nunca contadas sobre seus habitantes e os trabalhos de conservação feitos por pessoas dedicadas, que lutam diariamente para preservar este rico patrimônio brasileiro. A série mostra também a conexão que existe entre os vários ecossistemas que compõe a costa brasileira.

Por exemplo, como a ameaçada Mata Atlântica interage com o costão rochoso. Ou como as areias das dunas influenciam a cultura de populações. Ou como uma esteira de água fria da Antártida fornece alimento abundante aos habitantes do Litoral. Também como as ilhas costeiras funcionam como laboratórios de evolução, entre muitas outras curiosidades. Com uma edição dinâmica, roteiro leve e inteligente, imagens em Ultra High Definition e uma trilha sonora poderosa, Brasil Selvagem: Costa Brasileira é uma co-produção da National Geographic Brasil com a Cristian Dimitrius Produções. Para saber mais, confira o site da National Geographic: https://www.nationalgeographicbrasil.com/video/tv/brasil-selvagem-costa-brasileira

Leia também
Dia Internacional sem Sacos de Plástico. Vamos nessa?
Como ficar em casa (na pandemia) viajando com os elefantes
A 10.000ª espécie ameaçado
 Golfinho Rotador rende prêmio
Golfinho atrai turistas a Noronha
O balé noturno das raias em Noronha
Viva! Tartarugas ao mar
Viva! Noronha movida a carbono zero
Noronha tem porto para enfrentar swell
Ministro manda oceanógrafo trabalhar na caatinga. E o Sertão já virou mar?
Mar: mais plástico do que peixe em 2050
Deixem que vivam as baleias
População de baleias em declínio?
Foca rara no Brasil aparece no Sul
Arca de Noé para corais ameaçados
Tartarugas voltam aos rios no Pará 
Plásticos viram vilões das tartarugas
Mais proteção para Litoral Sul
Litoral Sul: excesso de demanda em APA
Acordo na Justiça  para algozes de marlim azul
Comer lagosta ovada é não ter coração
Evite comer crustáceos ovados
Oceana: “Meu lar é o mar”

Disciplina para barcos no Litoral Sul
Proteção para a Apa Guadalupe
Mais proteção para o Litoral Sul
Comer lagosta ovada é não ter coração
Evite comer crustáceos ovados
 

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: National Geographic / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.