Parem de derrubar árvores (249)

É, gente. O Recife não tem jeito não. Parece que todo mundo aproveitou  o silêncio da pandemia e o deserto das ruas, para praticar o arboricídio, cada vez mais frequente na nossa cidade. Nesta semana, precisei sair para resolver algumas pendências nas ruas. Porém, onde eu chegava, tinha uma vítima de arboricídio. Alguns troncos degolados ainda exibindo as feridas expostas, provocadas pela motosserra insana

É o caso desse tamborete, que encontrei na Rua José Carvalheira, no bairro da Tamarineira. A degola é tão recente, que o pó de serra estava ainda espalhado pelo asfalto e pelo concreto da calçada. Como vocês podem observar na foto, a motosserra insana tentou deixar o tronco rente ao chão. A vítima fica em frente ao número 283 daquela via, que é bem conhecida na Zona Norte.

Como a árvore está em área pública, cabe à Prefeitura o zelo por ela: cuidados contra pragas, podas, fiscalização. Pois vegetação de ruas, parques, jardins são de responsabilidade do poder público. No caso, a Emlurb (que cuida de podas) e Secretaria de Meio Ambiente do Recife (a quem cabe fiscalizar, multar e indicar as espécies adequadas para cada espaço). Mas como se vê, a bagaceira é geral. Lá e lô. Nos links abaixo, você vai conferir outras árvores derrubadas em ruas da Tamarineira ou bairros vizinhos.

Leia também:
Parem de derrubar árvores (8)

Parem de derrubar árvores (14)
Parem de derrubar árvores (18)
Parem de derrubar árvores (29)
Parem de derrubar árvores (31)
Parem de derrubar  árvores (36)
Parem de derrubar árvores (47)
Parem de derrubar árvores (52)
Parem de derrubar árvores (62)
Parem de derrubar árvores (75)
Parem de derrubar árvores (87)
Parem de derrubar árvores (88)
Parem de derrubar  árvores (94)
Parem de derrubar árvores (102)
Parem de derrubar árvores (108)
Parem de derrubar árvores (139)
Parem de derrubar árvores (144)
Parem de derrubar árvores (189)
Parem de derrubar árvores (201)
Parem de derrubar árvores (208)
Parem de derrubar  árvores (210)
Parem de derrubar árvores (246)

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.