Abertura gradual de hotéis em Porto de Galinhas começa no dia 26 de junho

Um dos principais destinos de Pernambuco, a praia de Porto de Galinhas está pronta para o retorno às atividades turísticas. O banho de mar inclusive já está liberado a  partir de 20 de junho, nas praias de Ipojuca,  entre 4 da manhã e meio dia. E a partir do próximo dia 26 de junho, os maiores hotéis do principal balneário do Litoral Sul prometem abrir as portas. Mas funcionarão parcialmente, com apenas 50 por cento de ocupação. Hotéis e pousadas passaram por adequações e os funcionários receberam treinamento quanto a forma de trabalhar, em tempos de pandemia.

Todas as iniciativas adotadas constam no Manual de Boas Práticas de Atendimento, Higiene e Segurança, que vai nortear como garantir segurança à saúde de funcionários e hóspedes, ainda em vigência da pandemia  da Covid-19.  O manual foi elaborado pela Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas (AHPG) em parceria com o Real Hospital Português (RHP) e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), por meio do Departamento de Hotelaria e Turismo. Mas de acordo com os empresários do setor em Porto, as medidas sugeridas podem ser adotadas por hotéis em todo o estado. O manual traz orientações que vão da recepção dos hotéis até a forma como os trabalhadores devem exercer suas atividades, assim como quanto à circulação de hóspedes em áreas coletivas, como nos restaurantes, por exemplo.

Ao contrário de outros setores econômicos, os hotéis não foram obrigados a fechar, devido à pandemia.  Ficaram de fora das medidas restritivas, porque foram considerados serviços essenciais pelo Governo de Pernambuco. Mas suspenderam o funcionamento devido à falta de hóspedes. O Manual está dividido em duas fases: retomada parcial das operações, que deve durar até que o Governo Municipal e Estadual autorizem a abertura total, condição na qual os hotéis poderão funcionar com 100% de ocupação.  Segundo o Presidente da AHPG, Massimo Pellitteri, logo no início da epidemia, Porto começou a se preparar para o retorno às atividades turísticas, embora não se soubesse quando ocorreriam.

Hotel Armação, em Porto de Galinhas, espera retomar em julho as atividades, mas outros abrem em 26 de junho.

“ Demos início a criação do Manual de Boas Práticas de Atendimento, Higiene e Segurança, já pensando na futura retomada dos negócios”.  Com a flexibilização dos governos em todo o Brasil, resolvemos que seria o momento de reabrirmos, prezando, claro, pelo bem estar dos hóspedes e também dos colaboradores”, comenta o presidente da AHPG, Massimo Pellitteri. Segundo a AHPG, os maiores hotéis de Porto de Galinhas retomarão as atividades a partir do dia 26 de junho, como é o caso do Marulhos Resort. Os hotéis Kembali e Armação Resort voltam no dia 1º de julho, enquanto os hotéis Vivá Porto de Galinhas, Solar Porto de Galinhas e Village retornam no dia 31 de julho. O Serrambi Resort também retomará em julho, porém a data ainda será divulgada. Em agosto, reabrirão o Nannai Resort & Spa, no dia 10, e o Marupiara, ainda sem data. O Porto de Galinhas Praia Hotel voltará no dia 1º de setembro.

“Estamos prontos para a reabertura dos hotéis, com total segurança, e uma assepsia muito mais forte nos apartamentos, além de novos processos no consumo e manuseio dos alimentos e bebidas, como também no check in e check out”, reforça o presidente do Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau, Eduardo Tiburtius. Entre março e junho, os hotéis de Porto de Galinhas amargaram grandes prejuízos, e ficaram completamente vazios, já que o acesso à praia foi proibido pelo Governo de Pernambuco, como forma de evitar aglomerações nas praias de todo o Estado.

Mesmo diante do clima de otimismo, todo mundo tem mesmo é que tomar muito cuidado. Apesar das informações de que a curva da Covid-19 está declinando em Pernambuco, só nessa quinta-feira (18/6), foram notificados 1.180 novos casos de infecção pelo coronavírus no Estado.  Com eles, o número de infectados desde o início da pandemia em PE chega a 46.626 pessoas. Foram confirmados mais 48 óbitos provocados pela doença, o que elevou para 4.057 a quantidade de vidas perdidas em Pernambuco.

Leia também:
Porto de Galinhas: Hotéis se preparam para abrir no segundo semestre
Coronavírus,  praia e nascer do sol
Caboclo de lança inspira prato
Vem aí a Meia Maratona de Porto
Caju movimenta Porto Gastrô
Boa Viagem ainda mais deserta sem direito  a banho
Sem praia nem parque até 30 de abril
Mais restrições: Sem praia, sem parque, sem lojas
Litoral Sul: Turismo Sustentável?
Litoral Sul: Excesso de demanda em APA
Disciplina para barcos no Litoral Sul
Coral danificado por canos para alimentar aquário de lagostas de hotel
Arca de Noé para corais ameaçados

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: AHPG/ Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.