“Olha pro céu, meu amor”. Em casa….

Junho começa hoje, sob o signo da incerteza. Certeza, mesmo, só que o São João de 2020 jamais será como antes. Tudo por conta da pandemia do coronavírus. A festa mais popular de Pernambuco e a segunda mais popular do Recife (só perde para o carnaval) terá, ao que tudo indica, de ser comemorada em casa. Para que as pessoas não fiquem tão tristes, o Centro Cultural Cais do Sertão preparou programação especial e online para esse mês. Até o final do ciclo junino, os  visitantes virtuais, aqueles que seguem acessando o acervo da instituição cultural pelo Instagram, acompanharão lives, brincadeiras, bate-papos e muita música.

Todo o conteúdo ficará à disposição do internauta  por meio das redes sociais e do Spotify, com playlists temáticas de artistas locais. Receitas e atividades recreativas para a garotada são algumas das opções. “A migração para o online foi uma alternativa muito proveitosa para interagirmos com parceiros, admiradores e estudiosos de todo o Brasil. Neste período junino que se inicia, nossa missão é promover o acolhimento virtual a partir das nossas atividades, com novos debates e formas de se pensar a cultura na sociedade”, afirma Rodrigo Novaes, secretário de turismo e lazer de Pernambuco.  ( Localizado no Recife, o Cais do Sertão é gerido pelo governo do Estado, e está entre as mais queridas instituições culturais localizadas na Capital, a outra é o Paço do Frevo).

Inspiradas em modelos reais – como esta do acervo do Cais do Sertão – crianças farão sanfonas de papel:  Internet.

Na primeira semana de junho, a criançada, junto aos pais e demais parentes, vai embarcar na pluralidade recreativa no feed do perfil @caisdosertao. Na quinta-feira, a educadora Laís Vilar ensinará aos internautas receita especial de cuscuz. Ao longo das semanas, serão publicados vídeos interativos com assuntos tão variados quanto a receita de pão de inhame, os  passos de xaxado e xote, a confecção de sanfona de papel e pau de sebo. Bandeirinhas e lanternas, muito comuns na decoração dos festejos juninos também farão parte das aulas, em preparação – quem sabe – para quando o São João de 2021 chegar, com todo mundo livre nos arraiais, em volta das fogueiras, comendo milho assado em clima de confraternização, com direito a beijos e abraços.

Ah, um lembrete: Boa música pernambucana também não vai faltar. Especialmente durante o ciclo junino, o perfil do Spotify do Cais do Sertão será recheado com playlists temáticas. Casando com a proposta do museu, as seleções vão contar com sucessos de artistas locais e também de ritmos que elevaram a cultura nordestina. Já estão disponíveis para audição e compartilhamento playlists especiais do cantor Josildo Sá e do Rei do Baião, Luiz Gonzaga. O Cais  do Sertão fica na Avenida Alfredo Lisboa, no bairro do Recife. Mas está fechado devido à pandemia, como todos os equipamentos culturais da cidade.  O museu é gerida pelo governo do Estado, e está entre as duas mais queridas instituições culturais públicas localizadas no Recife. A  outra é o Paço do Frevo, que fica na Praça do Arsenal, no mesmo bairro, e é gerenciada pela Prefeitura. As duas entidades estão com programações virtuais.

Leia também:
A festa do trio de bonecos gigantes
Bora Pernambucar chega ao fim com encontro de bonecos gigantes
Caretas, caiporas e tabaqueiros
Missa do Vaqueiro do Sertão ao Cais
Bordados de Passira no Cais do Sertão
Banda Sinfônica do Recife lembra Jackson do Pandeiro com Josildo Sá no Santa Isabel
Josildo Sá: forró, frevo, romantismo
Magiluth busca “estratégia de sobrevivência” em meio à pandemia
Brasil, Recife, pandemia e eventos
Sem festa e com cachê garantido
Pandemia tem delivery de palhaços
Clube das Pás: Das festas à pandemia
Pandemia: Socorro para os artesãos e venda virtual
Bia: Remédio contra o confinamento
Sem festa, mas com cachê garantido
Augusto César nas Pás: Vou escalar todo seu corpo
Clube das Pás: festa de dança virtual
Pandemia: As estátuas mascaradas contra o coronavírus nas ruas do Recife
Ricardo Brennand, Frans Post, Eckhout, Mercado da Madalena e pandemia
Frevioca no Dia das Mães
Jardim Secreto faz vaquinha para ajudar Caiara

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Guga Mattos e Francisco Andrade / Divulgação/ Museu Cais do Sertão

Compartilhe