Coruja-das-torres aparece machucada

A coruja – seja qual for a espécie – é símbolo da sabedoria. Ou também de  mistério, misticismo. Quando eu era criança e elas apareciam em número maior nas áreas urbanas, lembro que  quando uma ave desse chirriava no nosso telhado, era para fazer figa. Assim, ficaríamos protegidos de algum tipo de mau agouro anunciado coruja.

Espero que, com o passar dos anos, essa superstição tenha mudado, porque a coruja não traz azar coisa nenhuma. É sim, um símbolo de reflexão, tão necessária nesses tempos de pandemia. Neste final de semana, um filhote de coruja-das-torres (Tyto furcata) foi encontrado em Olinda, muito, mas muito machucado mesmo. Dava pena.

O bichinho foi resgatado nas proximidades de uma clínica veterinária.  Já está sob os cuidados do Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), órgão ligado à Agência Estadual do Meio Ambiente (Cprh) e legalmente responsável pelo acolhimento, recuperação e reintrodução de animais silvestres à natureza.

A corujinha é tão bebê que não sabe nem voar ainda. Segundo o Cetas, a ave está muito desnutrida. No Cetas, ela já está recebendo cuidados clínicos até que esteja em condições de voltar à natureza. Na minha infância, era muito bem maior a presença de corujas no Recife. Lembro-me que uma vez uma dessas aves fez um ninho no telhado de minha casa e foi um Deus nos acuda. O barulho à noite era tão grande, que ninguém dormia. Mas logo passou, e o silêncio da noite voltou à normalidade. Lembro-me que, sequer, cheguei a ver os bebês. Lá de cima mesmo eles voaram para o mundo.

Leia também:
Coruja cai em asfalto na Boa Vista
Outra corujinha caída do ninho
Coruja bate em parede e cai
O timbu, a coruja e a cobra coral
Coruja achada em residência
Quati, iguana, cobra e coruja no asfalto
A Tim e no ninho tecnológico do carcará
Temendo gavião, aposentada entrega papagaio de estimação
Gavião ferido resgatado em quartel
Gaviões feridos a bala
Gavião carijó achado na rua
Oferta de R$ 500 por um gavião bebê
Coruja caburé achada em Tamandaré
Mãe-da-lua com asa quebrada
Festival de Aves no Sul da Bahia
Haja passarinho caindo do ninho
Mais um bebê que cai do ninho
Carcará bebê leva queda e sobrevive

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Cprh / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.