Isolamento social do sábado chegou a 62 por cento no Recife. PE quer mais

No primeiro dia do lockdown, que começou no último sábado, Pernambuco teve isolamento social de 53,4 por cento. Porém esse percentual atingiu 60,1 por cento nos cinco municípios onde está valendo a quarentena, com restrições mais rígidas do que nos demais. As duas marcas ainda estão distantes da pretendida pelo governo estadual como forma de barrar a expansão da pandemia da Covid-17, que preconiza confinamento de 70 por cento da população. O desempenho do Recife, isoladamente, foi melhor do que o estado como um todo (62,1 por cento). O Governador Paulo Câmara (PSB), mesmo assim, comemorou os resultados da quarentena. É que o estado atingiu o maior índice de isolamento social do Brasil naquela data (16/5). Durante a fiscalização, 749 estabelecimentos – lojas, restaurantes, bares – foram fechados.

A quarentena foi decretada nos municípios do Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata e Camaragibe, todos na Região Metropolitana”. “Em média, 53,8% da população do Estado permaneceu em casa no sábado, segundo georreferenciamento feito pela Inloco, empresa  com escritórios no Brasil e nos EUA”, informou em nota o Palácio do Campo das Princesas. O levantamento foi feito nas primeiras 24 horas de vigência do decreto de intensificação do isolamento social, nas cinco cidades submetidas a regras mais rígidas de controle de circulação.

“O índice médio de isolamento, no entanto, chegou a atingir 60%, um percentual bem superior aos 48% registrados no sábado anterior (09)”, informa a nota. O levantamento da Inloco revelou que o isolamento em Pernambuco ficou acima do Ceará (52,7%), Amapá (52,7%) e Pará (51%), quatro únicos estados brasileiros a superar os 50% de distanciamento social. Entre as cidades, o maior destaque ficou com o Recife, que atingiu 62,1% . Foi o maior percentual entre as capitais brasileiras. Olinda registrou 61%, Camaragibe 59% e Jaboatão e São Lourenço da Mata atingiram 58% no total de pessoas em casa neste sábado.

“Os números mostram que temos condições de chegar ao índice ideal, que é de 70% da população em casa, para frear a aceleração da doença”, afirmou o governador Paulo Câmara, que na manhã deste domingo (17) comandou uma reunião por videoconferência com todo o secretariado estadual para avaliar os resultados do primeiro dia da Operação Quarentena. Nas 24 horas do sábado, foram montados 35 pontos de blitzes para fiscalizar o fluxo de veículos nas cinco cidades da RMR. Ao todo, 1.728 veículos foram abordados nos pontos de bloqueio. A Operação Quarentena, que envolve um efetivo de mil profissionais da segurança, também atuou nas fiscalizações a pedestres e estabelecimentos sem autorização para funcionar. Houve abordagens a 2.794 pessoas que circulavam nas cinco cidades e foram orientadas a retornar para suas casas. Foram fechados 749 estabelecimentos, entre lojas, restaurantes, bares e outros.

Pernambuco tem oficialmente 19.452 pessoas infectadas com a Covid-19, sendo que 9.703 atingiram a fase mais grave da doença, a SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave). Nas últimas 24 horas, houve 964 novos casos da infecção, sendo 519 leves e 445, SRAG. Até o momento, 2.969 pessoas podem se considerar curadas da enfermidade, 45 das quais nas últimas 24 horas. Também foram registradas 55 mortes, somando um total de 1.516 desde o início da pandemia no Estado. Infelizmente a Covid-19 marca presença, em sua fase mais grave, em 184 municípios pernambucanos.

Leia também:
Pernambuco tem lockdown em cinco cidades e recorde de casos de Covid
Herói,  palhaço e lockdown
Blitzes educativas e garis sem máscaras
Pernambuco, onde lockdown é “quarentena”
Micros farão um milhão de máscaras
Infectados da Covid passam de 12.400 em Pernambuco
Parques e praças serão os locais mais procurados na pós-pandemia
Pernambuco bate outro recorde triste
Chineses, ventiladores e espera por UTI
PE: Covid bate um novo recorde
Lojas fechadas, mas sem lockdown
Ministério Público cobra transparência
Recife tem último hospital de campanha. Infectados passam de 9 mil em Pernambuco
Espaços públicos desinfetados
No Brasil, 3,6 mil respiradores precisam de conserto
Pandemia: Ao contrário de Brasília, relações Recife- China vão bem
PE: Covid-19 ataca 8.646, sendo 2.204 são profissionais de saúde
Casos de Covid-19 são mais de 8 mil
Pandemia tem “Arte Cura” e infectados já são mais de 7 mil em PE
Mais restrições: sem praia, sem parque e sem lojas. Infectados já são
Pandemia: a corrente do bem
Pandemia e natureza: animais silvestres ocupam áreas vazias
Pandemia e a volta das capivaras
Coronavírus: já são mais de 6.000 casos em Pernambuco
Confusão na Caixa vira caso de justiça
A  briga judicial por respiradores
Cufa-PE vai às favelas contra o coronavírus
Ricardo Brennand, Frans Post, Eckhout, Mercado da Madalena e pandemia
Coronavírus: 3.298 casos, 282 óbitos
Recife recebe EPIs. Infectados são 2.908
Sem praia nem parque até 30 de abril 
Maior hospital de campanha do Recife contra a Covid-19
O alerta da pandemia: “Estou com fome”
Quem pagou por exame de Covid-19 pode ter dinheiro de volta
Comércio fica fechado até 30 de abril
Corona: vaidade, mesquinharia e doação
Cannibal contra o coronavírus
Pandemia: Jardim Secreto faz vaquinha para ajudar Caiara
Rede de solidariedade só faz aumentar
Coronavírus e a rede de solidariedade
Corona: Vem álcool 70 por cento por aí
Pandemia: Conselho Regional de Química produz álcool
Pandemia: Hospital de campanha tem entrega antecipada
Pandemia: coronavoucher vira coronarrisco
Pandemia: pensar no coletivo é preciso
Pandemia: Prefeitura contrata médicos
Parques e praças serão os locais mais frequentados na pós-pandemia
Pandemia: Essa bagunça vai acabar
Profissionais de saúde infectados são 227 em PE
Coronavírus, praia e nascer do sol
Covid-19 espalha-se por 39 municípios
Coronavírus: Cadê a distância necessária?
Corona: Cuidado com o pão nosso
Coronavírus: ronda policial fiscaliza parques
Noronha entra em quarentena
Coronavírus: praias e parques fechados no final de semana
Prorrogado pagamento de ISS no Recife
Pandemia: Prefeitura revê contratos
Pandemia: Lar do Nenen precisa de ajuda
Pandemia: Plaza Shopping muda marca
Fecham a partir de sábado: shopping centers, bares
Aglomerações só com dez pessoas? Decreto não vale para a CEF 
Pandemia: máscaras ecológicas
Coronavírus: União e prefeitura brigam por ventiladores
Coronavírus e o espírito solidário
Grupo Moura: das baterias à fabricação de máscaras contra o coronavírus
Coronavírus já matou três em PE
Bia: Remédio contra o confinamento
Cientistas contestam Bolsonaro
Voltar à normalidade, como? “Gripezinha”, resfriadinho ou genocídio?
Pandemia mexe até com os bichinhos
Magiluth busca estratégia de sobrevivência
Após reclamações, cestas básicas para 90 mil alunos
Pandemia: pensar no coletivo é preciso
Novos leitos, 35 casos e repartições com atendimento remoto
PE, coronavírus: 33 casos e três curados
Sem festa, mas com cachê garantido
Pernambuco tem a primeira cura do coronavírus
Comércio, serviço e construção vão parar
Governo de Pernambuco inicia embarque de turistas de navio retido
Fecham a partir de sábado: shopping centers, bares, salões de beleza, etc
Cultura roída pelo coronavírus
Câmara quer suspender cortes de água e luz
Questionada a merenda do coronavírus
Coronavírus traz fantasma da fome
Pandemia: Igreja em quarentena
Aulas suspensas a partir de 18/3
Coronavírus: sete casos em Pernambuco e povo sem direito a futebol em campo
Recife quase parando devido ao corona
Brasil, Recife, pandemia e eventos
Corona vírus, fantasia e polícia
Colabore com o Fazendo Acontecer
Nóis sofre mais… nóis goza
Nóis sofre mais nóis goza é só folia
Ciclofaixa de lazer está suspensa

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Andréa Rego Barros /PCR / Acervo #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.