Adoção virtual de totós e bichanos

Vejam que coisa bacana. Em plena pandemia, tem quem se lembre dos bichinhos que estão perambulando pelas ruas, como “cães sem dono”. E eles são cães mesmo, e também gatinhos. Há gente pronta para apoiar esses animais, dar-lhes abrigo, donos, amor. E uma dessas iniciativas é o Programa Adote um Vira-Lata.  Com o isolamento social, não é possível realizar feira de adoção convencional. Então haverá um evento virtual nesse sábado (16/5) de lockdown, em busca de pais adotivos para os totós e os bichanos.

A live ocorre a partir das 16h no perfil do projeto no Instagram (@adoteumviralata). Tudo para obedecer às restrições impostas pelo coronavírus, já que estamos em fase de confinamento. Na verdade, será mais uma edição dos eventos do Programa ,só que online. “Na ocasião, será possível conhecer os cães e gatos saudáveis e castrados, disponíveis para adoção”, informa Ariene Bassoli, que está à frente da iniciativa, que vem a ser um projeto de extensão da Universidade Federal de Pernambuco (Ufpe).Após a live, os protetores dos animais estarão à disposição para conversar sobre a adoção dos pets que, como se vê nas fotos, são uma simpatia. Todos, verdadeiras gracinhas.

Os interessados podem  inclusive participar da ação de arrecadação de donativos, a serem destinados a animais em situação de rua.  Recursos serão utilizados para custear castrações e medicamentos. Para adotar, o candidato a “pai” ou “mãe” do totó ou do miau precisa ser maior de 18 anos.

“Também necessita comprovar que tem a concordância de todos da casa”, para levar o bichinho, o que evitará futuras hostilidades, como aquela que a gente viu em filmes como Deus Branco, no qual um pai dá fim ao cachorro da filha porque ele é mestiço. O candidato à adoção deve, ainda, provar que tem condições de dar alimento de qualidade, cuidados veterinários, atenção e zelo pelo animal adotado. É preciso, apresentar comprovante de residência e documento com foto. E… au,au,au. Miau!

Lembrete: Leia, às 18h, aqui no #OxeRecife, a história da bela amizade entre um gari  e Princesa, uma vira-lata, que tem casa e dono, mas que escolheu Djalma Gomes para amar. Os dois se encontram diariamente. Veja onde e porquê. 

Leia também:
Na praia, procurando Bituca
Final feliz para cão sem dono e peregrino
Ternura, flanelinha e cadela acidentada
Dê ao seu totó um cãonettone no Natal
Proteja seu pet na noite da virada
Campanha Vizinho Legal está nas ruas
Casa Amarela tem campanha Ecococô
Dia das “Mães” com saúde para os totós
Feira e  de adoção de pets no Espinheiro
Feirão de adoções de totós na sexta
Exposição: Inscreva logo o seu totó
Forrocão no Espaço Carambolativo
Startup resgata 2 mil gatos de rua
Cães e praia: “Ninguém faz cumprir a lei”
“O saquinho é só enfeite”
Cadê a saúde pública? E as placas indicativas?
Parque da Macaxeira abre para pets
Gatinhos urbanos e pontos de desova
Dia de São Francisco: bênção para os irmãozinhos
Temendo gavião, aposentada entrega papagaio de estimação
Trabalho de parto: Cesariana para sagui
Carinho com timbu, primo do canguru
De bicicleta com a jiboia amiga
Pandemia e a festa dos  bichos

Serviço:
O quê: Programa Adote um Vira-Lata
Como: em live no Instagram (@adoteumviralata)
Quando: sábado (17/5), às 16h
Mais informações: https://www.instagram.com/adoteumviralata
Telefone para contato: Ariene (81) 98751-8445

Texto:  Letícia Lins / #OxeRecife 
Foto: Divulgação /Programa Adote um Vira-Lata/ Ufpe/ 

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.