Clube das Pás: Das festas à pandemia

Conhecido  pelas suas festas constantes, principalmente entre os chamados pés de valsa do Recife, o Clube das Pás suspendeu os encontros dançantes em sua sede de Campo Grande, por conta do isolamento social, mas não está parado.  Tem promovido lives para que os casais possam dançar agarradinhos em casa.  Mas não é só. A agremiação carnavalesca, um das mais tradicionais do Recife, engajou-se de vez à luta contra a pandemia do coronavírus.

Os equipamentos e costureiras que se dedicam à produção de fantasias dos desfiles de carnaval  estão sendo utilizados para a confecção de máscaras de proteção facial, que vêm sendo distribuídas em bairros populares. O uso de máscaras é recomendado pelas autoridades sanitárias, e a partir de sábado passam a ser obrigatórias em todo o território pernambucano, conforme decreto assinado pelo Governador Paulo Câmara (PSB).

Até o momento, 2.300 máscaras já foram distribuídas, 1.900 das quais na terça-feira (12/4). As últimas foram entregues na Ilha de Joaneiro, em Santa Luzia e no Coque, áreas carentes da cidade. O Clube das Pás também levou alimentos e produtos de higiene para abrigos de idosos (Casa de Repouso Ana Paula, Lar Santo Antônio, Hotel Residência Benevides e Lar dos Idosos Jesus de Nazaré.

A campanha para produção de máscaras e coleta de donativos teve início em abril. O Clube das Pás  pretende fazer mas máscaras, e e reforça que segue necessitando de doações de tecidos puro algodão, elásticos, linhas e sacos plásticos para embalagem das máscaras. Para maiores informações e doações entre em contato através do telefone (81) 3242-7522. O Clube Carnavalesco Misto das Pás fica na Rua Odorico Mendes, nº 263 – Campo Grande, Recife.

Leia também:
Voluntários Online para o isolamento
Micros farão 1 milhão de máscaras
Pandemia tem Arte Cura
Pandemia: Socorro para os artesãos e venda virtual
Pandemia: A corrente do bem
No Brasil, 3,6 mil respiradores precisam de reparo. Parceria para conserto
Coronavírus e a rede de solidariedade
Grupo Moura: das baterias à fabricação de máscaras contra o corona
Pandemia: Pensar no coletivo é preciso
Cufa-PE vai à favela contra o coronavírus
Cannibal contra o coronavírus
Trem do bem: desinfecção e doação
Quem pagou por exames da Covid-19 pode ter dinheiro de volta
Corona: vaidade, mesquinharia e doação
Rede de solidariedade só faz aumentar
Pandemia: Conselho Regional de Química produz álcool
Pensar no coletivo é preciso
Lar do Nenen precisa de ajuda
Pandemia: máscaras ecológicas
Bia: Remédio contra o confinamento
Cientistas contestam Bolsonaro
Sem festa, mas com cachê garantido
Augusto César nas Pás: Vou escalar todo seu corpo
Clube das Pás: festa de dança virtual
Colabore com o Fazendo Acontecer
Pandemia: Jardim Secreto faz vaquinha para ajudar Caiara
Pandemia: As estátuas mascaradas contra o coronavírus nas ruas do Recife
Pandemia e a volta das capivaras
Ricardo Brennand, Frans Post, Eckhout, Mercado da Madalena e pandemia
Trem do bem: desinfecção e doação
Frevioca no Dia das Mães

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação / Clube das Pás

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.