Frevioca no Dia das Mães

Na alegria e na tristeza. Um dos símbolos do carnaval do Recife e que movimenta as ruas até no período junino – como ocorre na Caminhada do Forró – a Frevioca vai marcar presença nas ruas no domingo (10), data consagrada ao Dia das Mães. É que ela circulará por vários bairros da cidade, brindando com música as mães que estão confinadas, por conta da Covid-19.

É o que prometem a Secretarias de Turismo, Esportes e Lazer, de Cultura e a Fundação de Cultura Cidade do Recife, naquela que é a terceira ação do Projeto A Arte Cura, dessa vez com a etapa Música que Abraça. O A Arte Cura foi criado como forma de suavizar com arte esses dias tristes, marcados por tanto sofrimento e perdas provocados pela pandemia. E também como ferramenta para conscientizar as pessoas sobre a importância do isolamento social.

Uma de ações do A Arte Cura foi a colocação de máscaras nas estátuas da cidade, como forma de conscientizar a população sobre a importância do adereço. Também houve mensagens sobre o isolamento e pintura de palavras de ânimo no asfalto das principais vias da cidade. “Uma data importante não pode deixar de ser celebrada e vamos trocar o abraço pela música”, diz secretária de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, Ana Paula Vilaça, referindo-se à iniciativa do domingo.

O cantor Ed Carlos vai assumir o comando da Frevioca no próximo domingo, para animar as ruas no Dia das Mães.

A ação será realizada por uma equipe “bem enxuta”,  segundo a Prefeitura. Isso em respeito à determinação vigente no estado de evitar aglomerações. Além do motorista, abastecerão o repertório e os corações maternos: Ed Carlos, Diana Castello e o tricampeão mundial de acordeon Mahatma Costa. A Frevioca também vai replicar mensagens de conscientização sobre a necessidade do isolamento social.

O roteiro será itinerante (sem paradas), começando às 13h, com saída do Parque Dona Lindu,em Boa viagem, Zona Sul do Recife.  Depois, a Frevioca  passapela Pracinha de Boa Viagem, Avenida Conselheiro Aguiar, Avenida Antônio de Góes, Ilha Joana Bezerra, Túnel Chico Science, Praça do Internacional, Rua Arlindo Gouveia, Ponte da Torre, Rua Amélia, Avenida Rosa e Silva, Rua Hoel Sette, Rua Padre Roma, Praça Doutor Lula Cabral de Melo, Avenida 17 de Agosto, Praça de Casa Forte, Estrada do Encanamento, Avenida Parnamirim, Estrada Velha de Água Fria, Avenida Beberibe, Praça da Convenção e Rua Uriel de Holanda.

Leia também:
Frevo e forró são como feijão e arroz, não vivo sem os dois
Pandemia tem Arte Cura e infectados oficiais já passam de 7 mil
Pandemia: As estátuas mascaradas contra o coronavírus
Com shopping centers fechados, Dia das Mães vai ser no delivery
No Dia das Mães, Vovó Cici (80) vai da Bahia ao Rio de Janeiro, visitar a sua (de 104)
Entre a pandemia e o Dia das Mães
Pandemia: Plaza Shopping muda marca e alimentação fica no Delivery
Ovo de Páscoa não deu para quem quis
Ovos da Páscoa em tempos de pandemia
Ovos da Páscoa chegam em casa
Pratos para a Páscoa sem fazer esforço
Pandemia: Plaza Shopping muda marca e Praça de Alimentação fica no Delivery

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: FlickRecife (ilustrativa) e Inaldo Lins / PCR / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.