Pandemia: Ao contrário de Brasília, relações Recife – China vão bem

Enquanto em Brasília, a Embaixada da China exigiu pedido de desculpas ao governo brasileiro por conta de notas grosseiras, racistas e preconceituosas postadas pelo Ministro da Educação, Abraham  Wintreaub em suas redes sociais, as relações China – Recife vão muito bem, obrigada.  Hoje a Prefeitura recebeu a doação de nada menos de 100 mil máscaras para uso hospitalar, que serão utilizadas por profissionais de saúde que atuam na linha de frente no atendimento a pacientes infectados pelo novo coronavírus. Os utensílios de segurança foram entregues pelo Presidente da Câmara de Comércio de Guangzhou, Daniel Su Xinke. O Prefeito Geraldo Júlio (PSB) fez questão de receber o carregamento pessoalmente.

“A pandemia despertou também a solidariedade internacional. A cidade-irmã Guangzhou, acaba de nos enviar 100 mil máscaras cirúrgicas que poderão proteger nossos profissionais de saúde que estão trabalhando no atendimento dos pacientes da covid-19. Essa solidariedade está acontecendo entre as pessoas, entre as entidades e agora entre as cidades”, disse o prefeito Geraldo Julio sobre o apoio da cidade de Guangzhou, com a qual o Recife tem um termo de cooperação e intercâmbio desde 2007.”A entrega representa uma atitude solidária e nós esperamos que essa doação traga muita saúde para o povo pernambucano”, desejou Daniel Su Xinke, presidente da Câmara de Comércio de Guangzhou.

Como está tudo muito complicado por conta da pandemia, também não foi fácil viabilizar a viagem dos equipamentos da China ao Recife, segundo o Procurador Geral do Município  Rafael Figueiredo. “A cidade de Guangzhou, decidiu apoiar o Recife e essa é a primeira doação que ela entrega a nossa cidade. Outras ainda virão e foi um processo bastante extenso, porque nós tivemos que cuidar de toda operação logística que não é simples”.  E acrescentou: “Neste momento em que o mundo está vivendo em guerra por EPIs e equipamentos médicos hospitalares, nós tivemos que planejar um voo passando pela Turquia, São Paulo, passando por todo o processo aduaneiro, até a carga chegar ao Recife, sã e salva. Gostaria de destacar a cooperação da Receita Federal e também o Ministério das Relações Exteriores”, disse Figueiredo.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta segunda-feira (04/05), 220 novos casos de Covid-19 no Estado. Com isso, os número oficial de pessoas infectadas no Estado chega a 8.863, sendo 5.470 casos tido scomo graves e 3.393 considerados leves. Entre os confirmados hoje, 126 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 94 são casos leves. Também foram confirmados laboratorialmente 39 novos óbitos, totalizando 691. 

Leia também:
No Brasil, 3,6 mil  respiradores precisam de reparos
Coronavírus e a rede de solidariedade
Grupo Moura: das baterias à fabricação de máscaras contra o corona
Pandemia: Pensar no coletivo é preciso
Cufa-PE vai à favela contra o coronavírus
Trem do bem: desinfecção e doação
Quem pagou por exames da Covid-19 pode ter dinheiro de volta
Corona: vaidade, mesquinharia e doação
Rede de solidariedade só faz aumentar
Pandemia: Conselho Regional de Química produz álcool
Pensar no coletivo é preciso
Lar do Nenen precisa de ajuda
Pandemia: máscaras ecológicas
Bia: Remédio contra o confinamento
Cientistas contestam Bolsonaro
Sem festa, mas com cachê garantido
Augusto César nas Pás: Vou escalar todo seu corpo
Clube das Pás: festa de dança virtual
Colabore com o Fazendo Acontecer
Pandemia: Jardim Secreto faz vaquinha para ajudar Caiara
Pandemia: As estátuas mascaradas contra o coronavírus nas ruas do Recife
Pandemia e a volta das capivaras
Ricardo Brennand, Frans Post, Eckhout, Mercado da Madalena e pandemia

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Andréa Rego Barros / Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.