Maior hospital de campanha do Recife para a Covid-19 foi entregue hoje

Responsável pela maior concentração de casos da Covid-19 em Pernambuco (quase 58 por cento),  o Recife acaba de ganhar o maior hospital de campanha para enfrentamento da pandemia na cidade. Localizado no bairro dos Coelhos e com 420 leitos, o Hospital Provisório Recife 2 foi entregue esta manhã pelo Prefeito Geraldo Júlio (PSB). Erguido em 27 dias, é quinto dos sete hospitais de campanha previstos pelo Plano Municipal de Contingência Covid-19.  O Recife 2 possui cem leitos de terapia intensiva e 320 de enfermaria. E está instalado em um galpões que somam 8.000 metros quadrados.

O Plano Municipal de Contingência Covid-19 prevê que os sete hospitais de campanha ofertem cerca de 1 mil 200  leitos para pacientes infectados pelo novo coronavírus, sendo mais de 300 leitos de UTI com respirador. “Aqui vão poder ser realizadas mais de oito mil internações nos próximos meses e muitas vidas serão salvas”, disse o socialista ao inaugurar o Recife 2 que, no entanto, só começa a funcionar de fato na próxima segunda-feira. Geraldo Júlio ratificou, mais uma vez, o pedido para que as pessoas mantenham o isolamento social, determinando pelas autoridades. É a única forma de evitar a expansão da pandemia e, em consequência, a equilibrar a oferta e a demanda por leitos devido ao coronavírus. Até a noite do domingo, Pernambuco tinha 2.459 casos registrados da Covid-19, dos quais 1.399 são do Recife. E das 216 mortes registradas no Estado  até a noite do domingo devido ao coronavírus, cem ocorreram na capital.

Com 8.000 metros quadrados, maior hospital de campanha do Recife será gerido pelo Imip: 420 leitos.

A unidade Recife  2 foi montada utilizando-se antigos galpões na Rua Largo dos Coelhos.  Os 320 leitos de enfermaria e 100 de UTIs do Hospital Provisório Recife 2 serão administrados pelo Fundação Martiniano Fernandes, ligada ao Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip). A abertura dos leitos para os pacientes está prevista para a próxima segunda-feira (27) e será de forma gradual, até atingir o pleno funcionamento, informa o Secretário de Saúde, Jailson Correia. Ele acrescenta que dos 1.200 leitos previstos, 819 já estão entregues, dos quais 86 por cento já se encontram ocupados com pacientes da Covid-19.

“Já estamos com as equipes selecionadas e em treinamento para os leitos restantes”, explica ele. Apesar do aumento da oferta de leitos, o isolamento social tem que ser mantido. “Se  as pessoas não obedecem a essa orientação, os leitos não serão suficientes”, diz.  No Recife 2, serão atendidos apenas os pacientes encaminhados pela Central de Regulação. Dos sete hospitais de campanha pretendidos pela Prefeitura, quatro já estão em funcionamento: Policlínica Amaury Coutinho (Campina do Barreto), Policlínica Barros Lima (Casa Amarela) e Arnaldo Marques (Ibura). E também o Hospital Provisório Recife 1 (Rua da Aurora, em Santo Amaro). Além desses, estão funcionando 67 leitos no Hospital da Mulher, sendo 33 de UTI. O HMR também abrigará um hospital de campanha, na área externa da unidade. Para viabilizar a implantação dos hospitais de campanha, a Prefeitura do Recife tem feito cortes de despesas que já chegam a R$ 230 milhões (revisão de contratos de prestação de serviço, consultorias, locação de veículos, combustível, energia elétrica, materiais de consumo, além de novos aluguéis, passagens aéreas e diárias). Já o Governo de Pernambuco tem quase 600 leitos já instalados.

Leia também:
O alerta da pandemia: “Estou com fome”
Quem pagou por exame de Covid-19 pode ter dinheiro de volta
Comércio fica fechado até 30 de abril
Corona: vaidade, mesquinharia e doação
Cannibal contra o coronavírus
Pandemia: Jardim Secreto faz vaquinha para ajudar Caiara
Rede de solidariedade só faz aumentar
Coronavírus e a rede de solidariedade
Corona: Vem álcool 70 por cento por aí
Pandemia: Conselho Regional de Química produz álcool
Pandemia: Hospital de campanha tem entrega antecipada
Pandemia: coronavoucher vira coronarrisco
Pandemia: pensar no coletivo é preciso
Pandemia: Prefeitura contrata médicos
Pandemia: Essa bagunça vai acabar
Profissionais de saúde infectados são 227 em PE
Coronavírus, praia e nascer do sol
Covid-19 espalha-se por 39 municípios
Coronavírus: Cadê a distância necessária?
Corona: Cuidado com o pão nosso
Coronavírus: ronda policial fiscaliza parques
Noronha entra em quarentena
Coronavírus: praias e parques fechados no final de semana
Prorrogado pagamento de ISS no Recife
Pandemia: Prefeitura revê contratos
Pandemia: Lar do Nenen precisa de ajuda
Pandemia: Plaza Shopping muda marca
Fecham a partir de sábado: shopping centers, bares
Aglomerações só com dez pessoas? Decreto não vale para a CEF 
Pandemia: máscaras ecológicas
Coronavírus e o espírito solidário
Grupo Moura: das baterias à fabricação de máscaras contra o coronavírus
Coronavírus já matou três em PE
Bia: Remédio contra o confinamento
Cientistas contestam Bolsonaro
Voltar à normalidade, como? “Gripezinha”, resfriadinho ou genocídio?
Pandemia mexe até com os bichinhos
Magiluth busca estratégia de sobrevivência
Após reclamações, cestas básicas para 90 mil alunos
Pandemia: pensar no coletivo é preciso
Novos leitos, 35 casos e repartições com atendimento remoto
PE, coronavírus: 33 casos e três curados
Sem festa, mas com cachê garantido
Pernambuco tem a primeira cura do coronavírus
Comércio, serviço e construção vão parar
Governo de Pernambuco inicia embarque de turistas de navio retido
Fecham a partir de sábado: shopping centers, bares, salões de beleza, etc
Cultura roída pelo coronavírus
Câmara quer suspender cortes de água e luz
Questionada a merenda do coronavírus
Coronavírus traz fantasma da fome
Pandemia: Igreja em quarentena
Aulas suspensas a partir de 18/3
Coronavírus: sete casos em Pernambuco e povo sem direito a futebol em campo
Recife quase parando devido ao corona
Brasil, Recife, pandemia e eventos
Corona vírus, fantasia e polícia
Colabore com o Fazendo Acontecer
Nóis sofre mais… nóis goza
Nóis sofre mais nóis goza é só folia
Ciclofaixa de lazer está suspensa

Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Andrea Rego Barros / Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.