Capivara assustada e ferida no mar

Nesses tempos de tanta tristeza provocada pelo coronavírus – e que tantas famílias choram as mortes de parentes –  uma notícia leve e com final feliz. Uma capivara, talvez meio desorientada, apareceu, imaginem onde… tomando banho de mar na praia de Casa Caiada, em Olinda. Apesar desse tipo de mamífero gostar muito de água, o bichinho quase que se afogava no mar, que estava bem agitado. O animal já se encontro no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara) da Agência Estadual de Meio Ambiente (Cprh). Ali, o animal será preparado para a reintrodução à natureza. A capivara estava ferida e assustada, segundo Yuri Valença,  Coordenador do Cetas. Ela recebeu os primeiros socorros e está sob observação. “Logo que estiver bem, nós a devolveremos para a natureza, local próximo a um rio, que é onde as capivaras gostam de habitar”

O drama do animal foi presenciado por moradores de Casa Caiada, que se mobilizaram para salvar o animal. Uma equipe de profissionais da Companhia Independente de Policiamento de Meio Ambiente (Cipoma) se uniu aos profissionais do Corpo de Bombeiros para a operação de resgate, que demorou duas horas, segundo o Major Coelho, da Cipoma. “O animal estava muito agitado e a equipe teve cuidado para não machucá-lo”, disse o militar. “Recebemos ligação de várias pessoas, informando sobre o animal no mar e nos pedindo para fazer o socorro”, contou.

Parabéns para todos: moradores, bombeiros, Cipoma. E, também, para nossa heroína: a Capivara, animal antes muito abundante no Recife, e cuja presença em nossa cidade nos séculos passados deu  origem ao nome do seu principal rio, o Capibaribe. Que significa Rio das Capivaras. Hoje, elas aparecem esporadicamente, devido ao avanço da especulação imobiliária, à destruição do seu habitat e à poluição das águas fluviais. Em Olinda, uma outra capivara havia sido resgatada há três anos .

Veja o video feito por moradores de Olinda, que acompanharam o resgate

Leia também:
Capivara resgatada volta à natureza
Pedreiro salva capivara,empurrando carro de mão por oito quilômetros
Capivara é resgatada em Olinda
Capivaras aparecem no asfalto perto na Jaqueira.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Rodrigo Carvalho / Cipoma / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.