Pandemia: Jardim Secreto faz vaquinha para ajudar Caiara. Veja os números

A cada dia, está mais difícil a situação das pessoas que vivem  na informalidade. Felizmente a mobilização também tem sido grande, para ajudá-las, nesses tempos de pandemia. Tem ocorrido no centro, nas paróquias, nos bairros, nos meios empresariais. O último exemplo vem do Poço da Panela, através das pessoas que fazem o Coletivo Jardim Secreto, formado por moradores que revitalizaram uma área de 3 mil metros quadrados, que vivia cheia de lixo e metralhas. Hoje, o Jardim Secreto é uma área de lazer verde, à margem do Rio Capibaribe, e que serve  não só ao bucólico bairro como também a comunidades vizinhas.

Nesta semana, o Jardim Secreto instituiu uma vaquinha solidária, para recolher donativos para a comunidade do Caiara, que fica do outro lado do Rio Capibaribe, e que é formada em sua maioria por pessoas carentes e que vivem na informalidade. “O Jardim Secreto do Poço da Panela, como muitos sabem, outrora um lixão, é hoje um jardim transformado e mantido por um grupo de voluntários, preocupados não só com o ambiente, mas também com questões sociais das comunidades do entorno”, avisam, em mensagem postada divulgada nas redes sociais por  Ricardo Tibério Borba, integrante do coletivo, que mudou a vida de boa parte do bairro do Poço da Panela.

Ele acrescenta: “Uma dessas comunidades, o Caiara, localizada na margem oposta do Capibaribe, na qual vive um grande número de pessoas que exercem atividades informais, está passando por sérias necessidades em decorrência  do contexto em que vivemos”. O Jardim Secreto está recebendo qualquer valor. As doações podem ser feitas para a Conta Poupança 8.612.205 -3, agência 2802-9 (Casa Amarela), Banco do Brasil (001). Uma das figuras mais conhecidas do Caiara é o barqueiro Pai  (foto), que ganha a vida transportando passageiros, de um lado a outro do rio.

Com as limitações impostas ao comércio e outras atividades devido ao coronavírus, caiu muito a demanda pela travessia de canoa. Outra integrante do coletivo, Bárbara Kreuzig, informa que algumas doações inviduais já foram feitas, mas que como a situação vem piorando, o grupo decidiu pela vaquinha.”Mesmo o negócio de Pai está difícil, quase ninguém está atravessando o rio”, conta ela, já que a comunidade encontra-se em isolamento social e impedida de exercer suas atividades econômicas.  O #OxeRecife tem procurado divulgar as iniciativas de apoio  às comunidades, neste momento tão difícil. No Centro, temos o belíssimo trabalho que vem sendo feito pelo Armazém do Campo, e que também precisa de doações (ao lado).

Desde o início do isolamento social, que o Armazém do Campo, liderado pelo MST, instituiu a Marmita Solidária, iniciativa destinada a alimentar a população de rua. Diariamente, são distribuídas mil marmitas e 300 cestas básicas famílias em situação de rua e que vivem abaixo da linha de pobreza. Doações serão sempre bem vindas, claro. Confira os números do coronavírus em Pernambuco, hoje.

Boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde indica que já somam 1.284 os casos confirmados de coronavírus em Pernambuco, 130 dos quais registrados nas últimas 24 horas. Os pacientes encontram-se, em sua maior parte, em isolamento domiciliar (773), os internados somam 328, sendo 63 em unidades de terapia intensiva. Os restantes (265) estão em leitos de enfermaria. Com os 13 novos óbitos, o número de vítimas fatais da Covid-19 no Estado chega a 115. A notícia boa é que 68 estão recuperados em Pernambuco. No Brasil, os casos da Covid-19 chegam a 25.262, com 1.527 óbitos, de acordo com o último boletim do Ministério da Saúde.

Leia também:
História do Jardim Secreto para crianças
Jardim Secreto: União, força e resultado
Gentilezas urbanas do outro lado do rio
Faça doação para a biblioteca comunitária do Poço
Coronavoucher vira coronarrisco
Pandemia: Prefeitura contrata médicos
Coronavírus e a rede de solidariedade
Coronavírus e o espírito solidário
Pandemia: Rede de solidariedade só faz aumentar
Pandemia: “coro dos lúcidos” e opção por escolhas científicas
Pandemia: Essa bagunça vai acabar
Rede de solidariedade só faz aumentar
Profissionais de saúde infectados são 227 em PE
Coronavírus, praia e nascer do sol
Covid-19 espalha-se por 39 municípios
Coronavírus: Cadê a distância necessária?
Corona: Cuidado com o pão nosso
Coronavírus: ronda policial fiscaliza parques
Noronha entra em quarentena
Coronavírus: praias e parques fechados no final de semana
Coronavírus e a rede de solidariedade
Corona: Vem álcool 70 por cento por aí
Prorrogado pagamento de ISS no Recife
Pandemia: Prefeitura revê contratos
Pandemia: Lar do Nenen precisa de ajuda
Pandemia: Plaza Shopping muda marca
Fecham a partir de sábado: shopping centers, 
Pandemia: Conselho Regional de Química produz álcool
Aglomerações só com dez pessoas? Decreto não vale para a CEF 
Pandemia: máscaras ecológicas
Coronavírus e o espírito solidário
Grupo Moura: das baterias à fabricação de máscaras contra o coronavírus
Coronavírus já matou três em PE
Bia: Remédio contra o confinamento
Cientistas contestam Bolsonaro
Voltar à normalidade, como? “Gripezinha”, resfriadinho ou genocídio?
Pandemia mexe até com os bichinhos
Magiluth busca estratégia de sobrevivência
Após reclamações, cestas básicas para 90 mil alunos
Pandemia: pensar no coletivo é preciso
Novos leitos, 35 casos e repartições com atendimento remoto
PE, coronavírus: 33 casos e três curados
Sem festa, mas com cachê garantido
Pernambuco tem a primeira cura do coronavírus
Comércio, serviço e construção vão parar
Governo de Pernambuco inicia embarque de turistas de navio retido
Fecham a partir de sábado: shopping centers, bares, salões de beleza, etc
Cultura roída pelo coronavírus
Câmara quer suspender cortes de água e luz
Questionada a merenda do coronavírus
Coronavírus traz fantasma da fome
Pandemia: Igreja em quarentena
Aulas suspensas a partir de 18/3
Coronavírus: sete casos em Pernambuco e povo sem direito a futebol em campo
Recife quase parando devido ao corona
Brasil, Recife, pandemia e eventos
Corona vírus, fantasia e polícia
Colabore com o Fazendo Acontecer
Nóis sofre mais… nóis goza
Nóis sofre mais nóis goza é só folia
Ciclofaixa de lazer está suspensa

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Andréa Rego Barros/ Divulgação / PCR 

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.