Noronha entra na quarentena

Nem mesmo o  principal santuário ecológico de Pernambuco – o Arquipélago de Fernando de Noronha – está imune à epidemia do coronavírus, com registro de cinco pessoas infectadas. Por esse motivo, a partir do domingo (6/4), está suspensa a entrada de turistas e moradores na Ilha, localizada a 541 quilômetros do Recife. A medida foi solicitada pelo Conselho Distrital da Ilha e acatada pelo Governador Paulo Câmara (PSB).

O administrador Geral de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, disse que a medida atinge toda população do arquipélago. Apenas servidores públicos federais e estaduais e outras categorias cujo trabalho seja considerado essencial (e com autorização expressa) terão acesso à ilha nesse período. O prazo poderá ser prorrogado, dependendo de avaliações posteriores. Mas a saída de moradores e trabalhadores continua autorizada, sendo efetuada através dos voos semanais mantidos pela empresa área para manter o abastecimento e o deslocamento de pessoal.

A solicitação do Conselho Distrital tem motivo. É que há moradores chegando a Noronha numa semana e retornando na outra, sem obedecer ao intervalo da quarentena. Desde o dia 21 de março de 2020, as operações de pouso e decolagem de aeronaves no Aeroporto do Distrito Estadual de Fernando de Noronha estão suspensas por conta das restrições impostas para evitar a propagação da epidemia de coronavírus. Excetuam-se à regra os voos para socorro médico e outras situações excepcionais definidas pela autoridade sanitária competente.

Leia também:
Coronavírus: praias e parques fechados no final de semana
Coronavírus e a rede de solidariedade
Corona: Vem álcool 70 por cento por aí
Prorrogado pagamento de ISS no Recife
Pandemia: Prefeitura revê contratos
Pandemia: Lar do Nenen precisa de ajuda
Pandemia: Plaza Shopping muda marca
Fecham a partir de sábado: shopping centers, 
Pandemia: Conselho Regional de Química produz álcool
Aglomerações só com dez pessoas? Decreto não vale para a CEF 
Pandemia: máscaras ecológicas
Coronavírus e o espírito solidário
Grupo Moura: das baterias à fabricação de máscaras contra o coronavírus
Coronavírus já matou três em PE
Bia: Remédio contra o confinamento
Cientistas contestam Bolsonaro
Voltar à normalidade, como? “Gripezinha”, resfriadinho ou genocídio?
Pandemia mexe até com os bichinhos
Magiluth busca estratégia de sobrevivência
Após reclamações, cestas básicas para 90 mil alunos
Pandemia: pensar no coletivo é preciso
Novos leitos, 35 casos e repartições com atendimento remoto
PE, coronavírus: 33 casos e três curados
Sem festa, mas com cachê garantido
Pernambuco tem a primeira cura do coronavírus
Comércio, serviço e construção vão parar
Governo de Pernambuco inicia embarque de turistas de navio retido
Fecham a partir de sábado: shopping centers, bares, salões de beleza, etc
Cultura roída pelo coronavírus
Câmara quer suspender cortes de água e luz
Questionada a merenda do coronavírus
Coronavírus traz fantasma da fome
Pandemia: Igreja em quarentena
Aulas suspensas a partir de 18/3
Coronavírus: sete casos em Pernambuco e povo sem direito a futebol em campo
Recife quase parando devido ao corona
Brasil, Recife, pandemia e eventos
Corona vírus, fantasia e polícia
Colabore com o Fazendo Acontecer
Nóis sofre mais… nóis goza
Nóis sofre mais nóis goza é só folia
Ciclofaixa de lazer está suspensa

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / SEI  (Arquivo #OxeRecife)

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.