Parem de derrubar árvores (236)

Acho que minhas saídas às ruas estão reduzidas a menos de cinco por cento daquelas praticadas em tempos normais, sem o terror dessa pandemia devastadora que se espalha pelo mundo. Mas, mesmo assim, nas pouquíssimas vezes que o tenho feito – supermercado, farmácia, padaria ou caminhada solitária – sem longas distância, ainda assim,  encontro vítimas de arboricídio., como esta pobre coitada da Estrada das Ubaias, em Casa Forte.

Era bela, frondosa. Ficava na calçada do Edifício Barão de Granito (572). Sombreava a via, de um lado a outro. Em final de uma bela manhã, vi que a estrada estava interditada. Que havia um caminhão girafa na área. Depois, escutei e o barulho da motosserra. Julguei que fosse uma simples poda, daquela necessária, muitas vezes, para devolver o equilíbrio às árvores, quando elas começam a pender mais para um lado, ou sofrem cortes para preservar a fiação elétrica.

O que parecia apenas uma poda em uma manhã, na Estrada das Ubaias, revelou-se mais um caso de arboricídio, no dia seguinte.

Cortes mal feitos terminam por desestabilizar o tronco.Com a copa com o peso desigual, a árvore pende para um lado. E fica em ameaça de cair. Moradores da rua disseram que esse era o problema, a planta, muito alta, estava inclinando para a rua, ameaçando desabar nas pessoas. Bom, como sempre ocorre, foi esse o quadro que sobrou da guilhotina.

Mais um tronco decepado, e vítima de arboricídio ainda sem reposição. As chagas deixadas pela motosserra ainda estão expostas. É como diz meu filho Thiago: “Mais uma poda do mal”.A Estradas das Ubaias, aliás, tem este nome porque no século passado era sombreada com essas fruteiras,  hoje praticamente desconhecidas pelas populações urbanas. Lembro-me que, quando criança, via muitas delas nas calçadas. Eram pequenas, redondas e amarelinhas, do tamanho de um araçá. Até hoje desconheço o seu sabor.

Leia também:
Parem de derrubar árvores (232)
Parem de derrubar árvores 235 (coitada da cabaceira)
Parem de derrubar árvores (229)
Parem de derrubar árvores (23)
Parem de derrubar árvores (28)
Parem de derrubar árvores (48)
Parem de derrubar árvores (51)
Parem de derrubar árvores (53)
Parem de derrubar  árvores (57)
Parem de derrubar árvores (58)
Parem de derrubar árvores (89)
Parem de derrubar árvores (91)
Parem de derrubar árvores (116)
Parem de derrubar árvores (140)
Bora Plantar chega a Areias
O Recife tem quantas árvores?
Emergência climática: Recife mais verde é balela
Recife árido: emergência climática
Cadê o bosque do Parque Urbano da Macaxeira?
O Recife da paisagem mutilada
Bora Plantar dá 773 árvores ao Recife
Bora Plantar? mobiliza Zona Norte
Bora Plantar? Chame o 156
Maratona Verde tem mutirão no Santana
Maratona Verde já começou
Entre o arboricídio e a Maratona Verde
Vem aí a Maratona Verde com 10 mil mudas para o Recife do Arboricídio

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.