Corona vírus já matou três em PE

Já são três, as mortes provocadas pelo coronavírus em Pernambuco. A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, na manhã desta quinta-feira (26/03), mais duas mortes pelo novo coronavírus no Estado. Entre as duas últimas, está a do turista canadense de 79 anos, que chegou ao Recife no dia 12 de março, a bordo do navio de cruzeiro Silver Shadow. Ele passou mal durante o desembarque quando, com dificuldades respiratórias, levantou  suspeita de estar infectado. Os exames confirmaram o Covid-19, e navio ficou retido no Porto do Recife, até que todos os passageiros e tripulação fossem examinados. O canadense era ex-tabagista e tinha problemas cardíacos. Ele foi euntubado e conduzido à Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Português.

“O paciente foi mantido em ventilação mecânica e hemodiálise, fazendo também uso de medicamentos como o antiviral oseltamivir (tamiflu), indicado para tratar influenza em pessoas com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Também foi utilizada a combinação entre azitromicina e hidroxicloroquina. Entretanto, ele faleceu na madrugada desta quinta”, informou a SEI. O segundo paciente é um homem de 69 anos, morador do Recife, hipertenso e com histórico de viagem para Portugal e Itália, tendo retornado ao Estado em 10 de março. No dia 12, ele foi atendido em uma unidade de saúde privada, apresentando febre e alteração na ausculta pulmonar. Após receber a assistência e fazer a coleta de material para análise laboratorial, foi liberado para isolamento domiciliar.

No dia 19, o paciente de 69 anos buscou outra emergência, a do Real Hospital Português, com dispneia e insuficiência respiratória. Na ocasião, foi entubado e levado à UTI. No dia 21, iniciou diálise. Dois dias depois, apesar da gravidade, estava sem febre e sem a necessidade do uso de drogas vasoativas. Na última quarta (25.03), teve uma piora da função renal. Durante a internação, utilizou antibiótico e também a combinação entre azitromicina e hidroxicloroquina. Não tinha indicação para uso do oseltamivir. Também veio a óbito na madrugada desta quinta.

O primeiro óbito registrado no Estado foi o de um homem de 85, morador do Recife, que faleceu na manhã da última quarta (25.03). No dia 19 de março, ele havia sido atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com um quadro de febre, tosse seca, dispneia (dificuldade de respirar) e dor toráxica. O paciente recebeu a devida assistência na UPA, foi entubado e, em seguida, transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC). Lá, foi iniciado tratamento medicamentoso, com antibiótico e o antiviral oseltamivir. Até a quarta-feira (25.03), Pernambuco confirmou 46 casos da Covid-19. O vírus está presente em seis municípios do Estado. Um novo boletim será divulgado na tarde de hoje pelo Secretário de Saúde, André Longo (foto).

Leia também:
Cientistas contestam Bolsonaro
Voltar à normalidade, como? “Gripezinha”, resfriadinho ou genocídio?
Pandemia mexe até com os bichinhos
Magiluth busca estratégia de sobrevivência
Após reclamações, cestas básicas para 90 mil alunos
Pandemia: pensar no coletivo é preciso
Novos leitos, 35 casos e repartições com atendimento remoto
PE, coronavírus: 33 casos e três curados
Sem festa, mas com cachê garantido
Pernambuco tem a primeira cura do coronavírus

Comércio, serviço e construção vão parar
Governo de Pernambuco inicia embarque de turistas de navio retido
Fecham a partir de sábado: shopping centers, bares, salões de beleza, etc
Cultura roída pelo coronavírus
Câmara quer suspender cortes de água e luz
Questionada a merenda do coronavírus
Coronavírus traz fantasma da fome
Pandemia: Igreja em quarentena
Aulas suspensas a partir de 18/3
Coronavírus: sete casos em Pernambuco e povo sem direito a futebol em campo
Recife quase parando devido ao corona
Brasil, Recife, pandemia e eventos
Corona vírus, fantasia e polícia
Colabore com o Fazendo Acontecer
Nóis sofre mais… nóis goza
Nóis sofre mais nóis goza é só folia
Ciclofaixa de lazer está suspensa
Servidor federal é demitido porque fez a coisa certa na proteção ambiental
Ministro manda oceanógrafo trabalhar na caatinga: O Sertão já virou mar?
O Brasil está

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.