Magiluth busca “estratégia de sobrevivência” diante da pandemia

Em meio à crise provocada pelo coronavírus no meio artístico – com a suspensão de shows, cinema, peças de teatro – um dos grupos mais premiados de Pernambuco, o Magiluth , lançou “estratégia de sobrevivência”, para amenizar o impacto da pandemia entre aqueles que vivem do palco. Acaba de antecipar a venda dos ingressos do próximo espetáculo, o Estudo nº1: Morte e Vida, que é inspirada no mais famoso poema de João Cabral de Melo Neto (1920-1999). Antes prevista para 8 de maio, a estreia, no entanto, ainda não tem data definida.

Até porque não há como saber, quando as coisas vão se normalizar. E por enquanto, a recomendação é para o confinamento mesmo. Ficar em casa, para se prevenir. Nessa quarta-feira, o número de pessoas infectadas em Pernambuco subiu para 47 e um paciente de 88 anos morreu devido ao Covid-19. Ou seja, há uma grande batalhada pela frente. Enquanto ela acontece, cinemas, teatros, casas noturnas ficam sem funcionar. Então, não custa nada colaborar.

“Esta campanha é uma estratégia de sobrevivência diante da suspensão de todas as atividades que estavam previstas para os meses de março, abril e maio, o que coloca atualmente em risco a continuidade do grupo”, esclarecem os integrantes do Magiluth, ao pedir apoio do público.  E acrescentam: “Para impedir a interrupção de nossa trajetória, que caminha para os seus 16 anos, esta foi a forma que encontramos: contar com o apoio do nosso público, que esteve ao lado do Magiluth a cada passo desse longo percurso”.

Estudo nº 1: Morte e Vida será estrelado por Bruno Parmera, Mário Sérgio Cabral, Lucas Torres e Everaldo Oliveira (foto), todos integrantes do Magiluth.  A direção é de Rodrigo Mercadante, com direção musical de Juliano de Holanda. E vejam que coisa boa: Mesmo distantes, moradores de São Paulo, Rio de Janeiro, São Luís e de países como Argentina, México e Países Baixos já aderiram à campanha, em menos de 24 horas do lançamento como forma de contribuir para a continuidade do grupo.   As apresentações serão no o Espaço Cultural Casarão Magiluth, Rua da Glória, 465, Boa Vista. O imóvel sede do grupo abriga a Sala Socorro Raposo, destinada primordialmente para encenações teatrais, a Sala Henrique Celibi, para ensaios, exposições e festas, um amplo quintal, capaz de sediar desde shows até bazares, e ainda salas multifuncionais, onde já funciona o escritório do grupo.

Leia também:
Casarão Magiluth fecha com shows para reabrir depois
Boa Vista ganha casarão cultural
Rosa dos Ventres no Casarão Magiluth
Brasil, Recife, pandemia e eventos
Sem festa e com cachê garantido
Cultura roída pelo coronavírus
Coronavírus traz fantasma da fome
Volta à normalidade, como? “Gripezinha”, “resfriadinho” ou “genocídio”?
Pandemia: pensar no coletivo é preciso
A resistência das Violetas da Aurora
Censura de Abrazos vira caso de justiça
Mutirão contra a censura de Abrazo
Peça censurada na Caixa Cultural passa de graça no Apolo

Teatro andarilho na Praça do Arsenal
Teatro de resistência no Bar Mamulengo
Marsenal: ocupar, gritar, se levantar
Movimento  Marsenal faz leilão
Cartas inéditas entre Osman Lins e Hermilo Borba Filho chegam ao palco
Dois grandes amigos, Hermilo e Osman, em debate no bairro do Recife
Obsessão, entre tapas e beijos
Gonzaga Leal e Isadora Melo: “Insones Intempestivos”
Não perca  O Peru do Cão Coxo
“O menor museu do mundo”
Galpão das Artes e brinquedo popular
Teatro: “Baile” no Recife e “Peru” no interior

De volta à História do Meu Povo
História do meu povo vira livro 
Brinquedo é coisa séria
Aprenda e brincar como antigamente 

Poço  das Artes: música e mamulengo
Presença inglesa, mamulengo e Brennand no Olha! Recife
Bonecos fazem a festa em Casa Forte
Resgate do mamulengo pernambucano
Fotógrafos documentam mamulengos 
Mão Molenga faz a festa dos bonecos

Miro e o show dos seus bonecos
 No Dia do Artesão, viva Miro dos Bonecos 

Serviço:
O quê: Venda antecipada de ingressos para Estudo nº 1: Morte e Vida, do grupo Magiluth
Quando: Data ainda não definida
Quanto: R$ 30
Venda em https://www.sympla.com.br/estudo-n1-morte-e-vida__827044
Local: Casarão Magiluth (Rua da Glória, 465, Boa Vista)

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Vítor Pessoa / Divulgação/ Magiluth

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.