Aos 483, o Recife é lindo? Veja fotos.

É incrível como a população do Recife ama a cidade. Basta uma foto bonita, para pipocar o número de pessoas alcançadas nas redes sociais do #OxeRecife. A última façanha foi do amigo Hans Von Manteuffel (ao lado), com quem trabalhei durante um longo período no jornal O Globo, e cujas fotografias já admirava antes mesmo de convidá-lo para integrar-se lá à nossa equipe. Hans nasceu na Alemanha, mas mora no Brasil há 32 anos. Na semana passada, ele postou em suas redes sociais uma homenagem ao Recife e Olinda, que faziam aniversário na mesma data. Compartilhei aqui a foto dupla que ele postara no Instagram, reunindo as duas cidades. Foi um sucesso!

A montagem (à direita) mostra a icônica Rua da Aurora (no Recife) com a não menos famosa Rua do Sol (em Olinda). No Recife, a população não teve direito a festa, pelos 483 anos da Capital. O espetáculo mais esperado – o Boi Voador – terminou sendo cancelado, por conta da pandemia do coronavírus. Então, presenteei os leitores, principalmente os do Recife, com a foto dupla de Hans. Compartilhei aqui no #OxeRecife, as belas imagens que postara nas suas redes sociais. Pois o Facebook do Blog registrou nada menos de 27.802 pessoas alcançadas, provavelmente extasiadas com a beleza das cidades irmãs.

E, principalmente, com as fotos do Recife,o foco maior de nossas posatagens. Houve 5.995 envolvimentos, 621 compartilhamentos e nada menos de 55 comentários dos seguidores do #OxeRecife. Pedi então a ele que escolhesse cinco fotos do Recife, para dar mais um presente aos leitores do Blog, pelo transcurso do aniversário da cidade, já que não se pôde comemorar a data com festa, como se pretendia.

Veja as que ele enviou, na galeria abaixo:

As  fotos são lindas. Parecem até um poema. Um poema com muita beleza plástica, facilitada por alguns dos nossos cartões postais. Como vocês observam, há o Rio Capibaribe, as luzes da cidade, a Ponte Maurício de Nassau, o Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (e o seu entorno). E também o terminal da praia de Boa Viagem, com a igrejinha quase perdida no meio dos espigões, o que seria de se lamentar, por ser uma agressão à paisagem original. Mas trata-se de uma realidade triste, que ficou bonita pelas lentes e pela sensibilidade do fotógrafo “alemão pernambucano”, como ele gosta de se definir.

Caso vocês queiram ver mais fotos de Hans, podem acessar o instagram do profissional (@hans_fotos). Se o leitor tem interesse em adquirir alguma, pode fazê-lo pelo telefone 81 – 999947277, do próprio Hans. Ele informa que está fazendo uma parceria com a ADI, empresa que funciona no andar superior da Arte Plural  Galeria (Rua da Moeda, 140), onde há fotos para venda. Ficam lindas para decoração de espaços domésticos, lojas, escritórios.  Elas estão disponíveis em diversos tamanhos, em papel FineArt e em molduras. “O FineArt é um papel especial, que dura mais de cem anos”,  conta Hans. “E que também dispensa a proteção de vidro e até suporta pingos d´água”, assegura. Pena que, quando a gente vai ver a realidade, o Recife deixa a desejar, diante de tantos maus tratos. Sejam decorrentes da falta de zelo da população ou da omissão das autoridades. O Recife, lindo, merece respeito!

Leia também:
Recife,483 anos
Boi Voador vira bloco e faz prévia
Sessão Recife Nostalgia: Maurisstad, arcos e boi voador
Recife tem Boi Voador e cortejo de bois
Carnaval para os 481 anos do Recife
Recife, 482 anos: vamos de boi voador?
Recife faz festa com boi voador
Olha! Recife: rio, ponte e boi voador
Silenciosa relíquia do tempo de Nassau
Turista, placa apagada e boi voador 
O Recife através dos tempos
Cemitério desafiou as leis do século 19
História: os pioneiros cemitérios dos ingleses
O charme dos prédios do Bom Jesus
Letreiros viram marcas do Recife
Boa Viagem tem Xodó
Sessão Recife nostalgia: Ponte Giratória
Você está feliz com o Recife?
Vamos salvar o centro do Recife?
Aos 482 anos, o Recife ganha 482 árvores
Aos 480 anos, o Recife não é só beleza
Imperatriz tem 26 lojas fechadas
Que horror! Pátio de São Pedro fica sem lampiões até depois de julho
Que breu é este, na Torre de Cristal?
Cadê os lampiões da Ponte Velha?

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Hans Von Manteuffel / Cortesia para o #OxeRecife

Compartilhe

2 comentários

  1. O Recife é mesmo limdo e retratado por um artista da fotografia. Grande sensibilidade possui o Hans.
    Já estou com saudade dessa cidade linda.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.