“Caboclo de lança” inspira prato

Natural de Maceió, Alagoas, e atualmente com restaurante na badalada praia de Porto de Galinhas,  a chef Lúcia Soares resolveu fazer uma homenagem gastronômica a um ícone da cultura pernambucana: o caboclo de lança do maracatu rural (foto abaixo). Também chamado de lanceiro, o caboclo se destaca pela cabeleira colorida, pelos chocalhos na cintura, a gola bordada de lantejoulas e as fitas de sua lança. E  a ele que ela dedica o prato que prepara  quinta-feira (5/3), às 17h, durante o Festival  Gastrô, no Shopping Center Recife. O prato conta com ingredientes como a carne de sol e o camarão e o seu segredo será revelado a quem assistir a aula da Chef.

Com direito, no final, a degustar o caboclo, que tem a manteiga de garrafa e a cachaça entre os ingredientes. “Amo  Pernambuco e me considero pernambucana”, diz a Chef, que tem outros pratos dedicados à cultura pernambucana, como Sanfona de Luiz Gonzaga e Xaxado da Praia. O contato  de Lúcia com a cozinha começou cedo: aos 13 anos, ajudando a mãe, Maria da Glória Soares,  a fazer bolos para vender em sua cidade natal. A habilidade com os ingredientes, temperos e sabores ela trouxe no DNA. Chef há 36 anos, ela é especialista nas cozinhas francesa, portuguesa, mediterrânea, regional e de frutos do mar.

Ela teve a mãe como primeira inspiração na cozinha.  Logo depois, os chefs Ronald Menezes, César Santos e Soraya Falcão. Para se aperfeiçoar, fez alguns cursos com renomados chefs como o francês Laurent Suaudeau e no Senac.   Autodidata durante longo tempo, diz que aprendeu quase tudo que sabe na prática. Hoje, é uma chef premiada e embaixadora da Gastronomia em Pernambuco, por ter sido a vencedora no Estado, de um dos mais importantes prêmios da área, o Dólmã 2018.

Lúcia é fonte de inspiração para novos chefs e utiliza como a sua marca registrada, a pimenta dedo de moça, em todas as suas criações.   Recentemente foi homenageada na Assembléia Legislativa de Pernambuco pelo deputado estadual  Wanderson Florêncio pela sua importante contribuição à gastronomia pernambucana. Em março, será uma das homenageadas no Prêmio Competência Profissional Mulher 2020. Há 25 anos no Estado, comanda com maestria as panelas e uma equipe de 14 pessoas na cozinha de sua Comedoria & Pizzaria Porto Mix, em Porto de Galinhas. A casa, localizada em frente às piscinas naturais, tem 310 metros quadrados, capacidade para 320 pessoas e 80 mesas e é especializada em pratos à base de frutos do mar.

Leia também:
Maracatu Rural: as mulheres guerreiras
A única mestra de maracatu
Caju movimenta Porto Gastrô
Litoral Sul: turismo sustentável
Vem aí Meia Maratona de Porto
Não consuma caranguejo-uçá: defeso

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Silvana Santos /Divulgação  e PCR/ Arquivo #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.