Conheça a nova presidente da Emlurb

Responsável por um leque grande de prestação de serviços públicos – que vão da gestão da coleta de lixo à manutenção da rede viária – a Emlurb tem um novo nome na presidência: a engenheira civil Marília Dantas, a primeira mulher a presidir o órgão, e que deverá administrar um orçamento anual superior a R$ 660 milhões (valor que pode ser suplementado ao longo do ano). Ela atua na Emlurb desde 2013.  E a partir do início de 2019 passou a responder pela Diretoria de Manutenção Urbana do Recife.

Marília é engenheira civil, graduada pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), instituição em que fez mestrado, e na qual cursa Doutorado, também na área de Engenharia Civil. Atuante no mercado há mais de uma década, passou pela iniciativa privada, onde trabalhou em diversas construtoras com análises de projetos, acompanhamento de obras e planejamento de ensaios. O #OxeRecife deseja sucesso à nova gestora, e que ela cuide do Recife como cuidaria de sua casa: com carinho, extremo cuidado,  e dando a atenção que merece às árvores e jardins. Pois o Recife está precisando muito disso, pois tem uma árvore degolada em cada esquina, motivo da campanha #ParemDeDerrubarÁrvores, aqui no Blog.

Basta dar uma volta pelo centro, para ver o quanto as ruas e calçadas estão degradadas, como as praças andam abandonadas e como a vegetação dos jardins públicos está morrendo à míngua, por falta de aguação. Também impressiona a quantidade de lixo pelas ruas. Vamos aguardar dedicação, inteligência,  otimização de serviços, funcionalidade da parte da nova gestor. Também esperamos ação enérgica, na hora de multar os porcalhões de plantão, que vivem sujando as ruas, as praças e até nossas praias. Há lugares onde não é difícil identificar os infratores, pois muitos deles sujam diariamente os mesmos lugares e continuarão sujando, porque não são repreendidos.

Entre os grandes projetos que ela já vinha cuidando estão a revitalização da Avenida Conde da Boa Vista e o Ilumina Recife (que prevê instalação de 40 mil novos pontos de iluminação com tecnologia LED, dos quais 30 mil em comunidades em situação de vulnerabilidade com investimentos da ordem de R$ 34 milhões). Agora, vai ter que trabalhar dobrado.  Veja o que a espera na Emlurb, órgão criado em 1979, para cuidar da cidade. E que, ao longo do tempo, foi somando atribuições, que não são poucas. A Emlurb responde pela manutenção e conservação do sistema viário, com a implantação da rede de drenagem e a execução de pavimentação.

Por lei,  também desenvolve atividades de revitalização paisagística das praças e parques, atua na manutenção de fontes, lagos, canteiros centrais e áreas isoladas e cuida do funcionamento da iluminação pública na cidade, sendo responsável pela troca de lâmpadas, reatores e outros equipamentos. Com relação ao gerenciamento da limpeza urbana, responde pela coleta de lixo, varrição, capinação, lavagem e pintura de meio-fio. Também a manutenção de restauração de estruturas e monumentos que sofrem depredações. Está bom da nova presidente dar uma voltinha pela Ponte da Boa Vista, pelo Pátio de São Pedro e por praças como a da República, a do Arsenal,  a Maciel Pinheiro, Independência e a Dezessete. Trabalho não vai faltar, portanto.  Além dessas ações, cabe à Emlurb a conservação dos cinco cemitérios públicos do Recife. E a manutenção das… árvores, que vêm sendo degoladas a torto e a direito, motivo da deflagração da campanha  #ParemDeDerrubarÁrvores aqui no #OxeRecife.

Leia também:
Recife precisa é de carinho
Você está feliz com o Recife?
Vamos salvar o centro do Recife?
Que tal “Viver o Centro” no domingo?
Torre de Cristal não pode apagar: trevas onde devia haver luz
Parem de derrubar árvores (203)
O Recife da paisagem mutilada

Pátio de São Pedro está sendo pilhado
Praças estão à míngua no Recife
Praça da República sem gramado
Vandalismo: prejuízo de R$ 2 milhões
Ponte da Boa Vista pede socorro
Ponte da Boa Vista ganha abraço
Ponte da Boa Vista ganha reparos
Imperatriz tem 26 lojas fechadas
São José e Santo Antônio ganham livro: viagem por quatro séculos de história
Silenciosa relíquia do tempo de Nassau
Praça Dom Vital de roupa nova
Teatro Santa Isabel de “roupa” nova
Bonde vira peça de museu e trilhos somem do Recife sem memória
Os gelos baianos e a revolução de 1930
Em defesa de nossas praças
Salve as nossas praças
Praças viram terra de ninguém no Recife
Maciel Pinheiro: falta grama e sobra lixo
Lixo e abandono na Casa de Clarice
Cadê o gramado da Praça do Arsenal?
Mobilização nas redes sociais contra o abandono de praças
Praça Dezessete está abandonada
Praça Dom Vital parece ninho de rato
Praça Dom Vital em petição de miséria
Bairro de São José: o Haiti não é aqui
Praça excluída em reforma do Mercado da Madalena
Desolação na Praça Osvaldo Cruz
Praça Tiradentes é exceção da regra
Praça alegre e colorida na Mário Melo

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.